1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Livro de Papel: Papel impresso

Tópico em 'Generalidades Literárias' iniciado por Palazo, 20 Jul 2011.

  1. Palazo

    Palazo Mafioso Literário

    Ouvimos muito hoje em dia que o livro no seu formato atual está com os dias contados. As previsões catastróficas ganharam força com o surgimento dos tablets e e-readers (em especial o kindle) e que estes substituiriam as obras no seu formato impresso em detrimento do formato digital.

    Motivos para comprovar tal tese não faltam: Os livros digitais são mais baratos que os tradicionais; com os tablets é mais fácil e prático a organização da biblioteca; segundo a Amazon ((Site de comércio eletrônico, criadora do kindle e com um acervo de mais de 950 mil títulos)) a venda de e-books já supera a venda dos livros tradicionais. Todos esses fatos vão de encontro, teoricamente, com o fim do livro impresso.

    Porém previsões similares surgiram quando os computadores pessoais foram popularizados. Na época os rumores diziam que o uso do papel impresso iria diminuir drasticamente, e o que de fato aconteceu foi exatamente o contrário: o volume de papel impresso não pára de crescer ano a ano. A mesma comparação, ainda que prematura, pode ser feita do livro impresso com relação aos e-books.

    Independente do formato, o fato é que sempre existiu a necessidade de expressão do ser humano. A escrita foi a forma mais abrangente encontrada desde os primórdios para perpetuar os pensamentos e a história do homem, e que nos últimos séculos assumiu como melhor formato e mais popularmente conhecido o livro impresso.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  2. Mavericco

    Mavericco I am fire and air. Usuário Premium

    Muito bom artigo, camarada Palazo. Particularmente, sou da opinião que o livro impresso vai acabar, principalmente quando a coisa for popularizada (e quando as empresas ou se integrarem no novo ramo ou se transformarem). Não curto muito papel bíblia; mas também não vou muito com a cara do couchê. Acho ele meio artificial demais, ao passo que aquele é frágil demais... Minha coisa é com papel offset de gramatura alta e, de preferência, envelhecido e com aquele cheiro de "traças existiram aqui".
     
  3. Palazo

    Palazo Mafioso Literário

    Mavaaaaa, eu tbm tinha essa impressão de que o livro impresso tem dias contados mas alguns indícios colocaram algumas dúvidas na minha cabeça. Como o aumento da venda de livros impressos, a falta de padronização dos e-books, custos de impressão e papel não chegam a 20% do valor do livro entre outros fatores. Suspeito que o papel tem vida longa ainda meu amigo...

    Quanto aos tipos de papel, o Offsett é meu xodó, ainda mais envelhecido e com cheiro de velho.
     
  4. Anica

    Anica Usuário

    o papel pólen entra onde nisso? é meu favorito, muito agradável para ler. :sim:
     
  5. Palazo

    Palazo Mafioso Literário

    É um tipo de papel Offset, mais apropriado para a leitura. Pelo visto esse assunto merece continuação... XD
     
  6. -Jorge-

    -Jorge- mississippi queen

    [align=justify]Sobre o desenvolvimento do papel pólen, há um
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    em que o Luiz Schwarcz fala do desenvolvimento dele para a editora. É o meu preferido também, mas parece que fica amarelado e manchado fácil se não for conservado com cuidado (se você pegar os primeiros livros da Companhia vai ver).

    O meu outro preferido é o jornal mesmo. O cheiro e a textura são melhores até que o offset, até mesmo quando o livro está velho. Os livros de bolso estrangeiros só são publicados nele (pensando bem, quase tudo que vejo da Penguin é papel jornal...). Não sei porque os nacionais tipo L&PM e Best Bolso não são.[/align]
     
  7. -Jorge-

    -Jorge- mississippi queen

    Duplo post, mas é que ontem, por acaso, descobri que a Suzano criou um
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    sobre o papel pólen. Lá tem essa informação aqui:

    E tem
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    (incompleta?) de livros e editoras que estão usando o papel.

    (bizarro tudo isso, mas...)
     

Compartilhar