1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

[Lista] Maiores Ídolos do Esporte

Tópico em 'Esportes' iniciado por Olórin of Lórien, 7 Nov 2007.

Situação do Tópico:
Fechado para novas mensagens.
  1. ExtraTerrestre

    ExtraTerrestre Usuário

    Re: [Lista] Maiores Heróis do Esporte

    Se o Knolex mantiver sua indicação ao Márcio, então vai ter que ter indicação pro Wright.
     
  2. ALF

    ALF The Proudest Monkey!!

    Re: [Lista] Maiores Heróis do Esporte

    Nome: Scottie Maurice Pippen
    Esporte: Basquete
    Porque merece estar na lista: Porque sem ele Michael Jordan não seria completo em quadra. E também por isso aqui:

    "Essa foi uma decisão muito difícil para mim, parar de jogar um jogo que tem sido uma grande parte da minha vida. Minha familia e eu gostaríamos de agradecer aos fãs e a toda organização do Chicago Bulls, especialmente Jerry Reinsdorf e John Paxson, por terem me trazido de volta para onde eu comecei. Estou me aposentando, mas ainda planejo estar por perto para ajudar a treinar esse time. após 17 anos, é difícil para mim simplesmente abandonar o esporte completamente".

    Assim falou Scotie Pippen, então com 39 anos, tendo participado de 1,178 jogos e mantido uma média de 16.1 pontos por jogo durante uma carreira ilustre que o colocou entre os 50 Maiores Jogadores da NBA de todos os tempos em 1996 e ajudou a trazer para os Bulls 6 Títulos Mundiais da NBA. Sua carreira de 208 aparições em playoffs o coloca em segundo na história da NBA, atrás de Kareem Abdul-Jabar com 237. Pippen liderou seu time em aparições de pós-temporada em cada uma de suas 16 temporadas.

    Durante seus 12 anos em um uniforme dos Bulls, Pippen gravou seu nome bem próximo do todo de cada principal categoria de estatística. Ele é o líder de todos os tempos nos arremessos convertidos de 3 pontos (664) e tentativas da área dos 3 pontos (2,031) e é segundo colocado em outras 12 categorias. Os números de sua carreira também o colocam no topo do líder de todos os tempos da NBA em muitras categorias de estatísticas, incluindo 40º em pontos (18,940), 4º em roubadas de bola (2,307), 23º e, assistências (6,135) e 13º em minutos jogados (41,069).

    Os Bulls negociaram Pippen com o Houston Rockets em 22 de Janeiro de 1999, em troca de Roy Rogers e uma condicional seleção posterior. Após ter passado a amarga temporada de 1999 com os Rockets, Houston o mandou para o Portland Trail Blazers, em troca de Walt Williams, Stacey Augmon, Kelvin Cato, Ed Gray, Carlos Rogers e Brian Shaw em 2 de Outubro de 1999. Pippen jogou 4 temporadas em Portland antes de retornar para Chicago como um agente independente em 20 de Julho de 2003.

    Em 9 de Dezembro de 2005, a camisa com o número 33, usada por Scottie Pippen a serviço do Chicago Bulls, também foi aposentada e sua bandeira ocupa uma posição honrada entre as de Jerry Sloan, Bob Love, Michael Jordan e Phil Jackson.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    Última edição por um moderador: 5 Abr 2008
  3. [F*U*S*A*|KåMµ§]

    [F*U*S*A*|KåMµ§] Who will define me?

    Re: [Lista] Maiores Heróis do Esporte

    É só ver os Wii Fit que tem por aí. :g:
    Videogame também é saúde. :lol:



    Falta só 1. Indiquem a Marta.
     
  4. luizfar

    luizfar Tiger-striped cat

    Re: [Lista] Maiores Heróis do Esporte

    Nah
    tem várias outras opcões:
    Da Silva, Ferreira, Paco, Vincento, Roca, Cicero, Santos, Beranco, Pardilla, Gomez e, claro, o matador Allejo.
     
  5. [F*U*S*A*|KåMµ§]

    [F*U*S*A*|KåMµ§] Who will define me?

    Arquivos Anexados:

  6. Thico

    Thico The Passenger

    Re: [Lista] Maiores Heróis do Esporte


    Pode ser, mas:


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    >>> as duas, imo. Em todos os sentidos, só falta ela ter uma história para contar.
     

    Arquivos Anexados:

  7. Thico

    Thico The Passenger

    Re: [Lista] Maiores Heróis do Esporte

    Nome: Björn Borg

    Esporte: Tênis

    Por que merece estar na lista: Björn Borg nasceu em Estocolmo e cresceu na cidade de Södertälje, na Suécia. Ganhou, durante dez anos (1973-1983), 56 torneios, somou cerca de 100 milhões de dólares em prêmios e contratos de publicidade.

    Ganhou cinco vezes o Torneio de Wimbledon (1976/77/78/79/80), seis vezes o Torneio de Roland-Garros (1974/75/78/79/80/81). Em 1979 e 1980, ele terminou a temporada como o número 1 do ranking. Deixou as quadras prematuramente aos 26 anos.Foi uma das maiores lendas do tênis internacional.

    Em 1974, com apenas dezessete anos, Borg vence o Torneio de Roland Garros, tornando-se o mais jovem do mundo a conquistar um torneio do Grand Slam. Era marcado também pelo seu grande físico.É considerado até hoje um dos maiores tenistas da história!

    Fonte: wikipedia


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)



    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)



    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    foi-se.
     

    Arquivos Anexados:

  8. Re: [Lista] Maiores Heróis do Esporte

    Tapio, indica logo o Tostão pra eu começar a fazer as coisas, catzo. :mrpurple:
     
  9. Bilbo Bolseiro

    Bilbo Bolseiro Bread and butter

    Re: [Lista] Maiores Heróis do Esporte

    Eu estava afim de indicar a Stef Graf ou a Martina Hingis, mas tou com preguiça. Se alguém pudesse fazer isso eu seria muito grato :mrgreen:
     
  10. Thico

    Thico The Passenger

    Re: [Lista] Maiores Heróis do Esporte

    Indica no lugar do Mike Tyson, Till. Seria divertido deixá-lo (eu sei que não é um "herói", mas mesmo assim eu queria ver), mas como já houveram muitas reclamações, pode trocar.

    Podia tirar o Marcio Resende de Freitas né? Foi uma boa piada, mas por favor...
     
  11. Re: [Lista] Maiores Heróis do Esporte

    Bom, vocês que se decidam. Caso não eliminem as controvérsias até sexta-feira, serão os que estão aí. Senão, vira putaria.
     
  12. ALF

    ALF The Proudest Monkey!!

    Re: [Lista] Maiores Heróis do Esporte

    Se ainda der tempo e couber mais um.... eu tentei montar um para a Steff Graf, mas a maioria das informações decentes que eu achei estava em alemão e eu entendo tão bem de alemão quanto um guaxinim entende de construção civil.

    Já com a Martina Hingis foi mais fácil... o bom e velho inglês deu conta.
     
  13. Fëanor

    Fëanor Fnord

    Re: [Lista] Maiores Heróis do Esporte

    Nome: Éder Jofre

    Esporte: Boxe

    Motivo: Provavelmente o maior pugilista brasileiro, e também considerado por muitos como o maior Peso-galo ever.

    Para ser mais objetivo, vamos às conquistas e números, que falam por si:

    Cartel:

    - 78 lutas
    - 72 vitórias
    - 50 nocautes
    - 4 empates
    - 2 derrotas (Em dois contestados combates contra o japonês "Fighting" Harada)

    Conquistas:

    - Campeão da Forja de Campeões (amador) - 1953
    - Campeão Brasileiro dos galos - 1958
    - Campeão Sul-americano dos galos - 1960 (Mantido até 1965)
    - Campeão Mundial da AMB (Associação Mundial de Boxe) dos galos - 1960
    - Campeão Unificado (títulos pelas federações americanas e européias) dos galos - 1962 (Mantido até 1965)
    - Campeão Mundial dos penas pelo CMB (Conselho Mundial de Boxe) - 1973

    Prêmios e homenagens:

    - Melhor "peso galo" do mundo - 1963
    - Melhor "peso galo" de todos os tempos Conselho Mundial de Boxe (CMB)
    - Melhor na categoria de peso na América Latina - Imprensa da República Dominicana
    - Pugilistas que defenderem com sucesso o seu cinturão nos galos ganham o "Troféu Eder Jofre".
    - Indicado para o "Hall da Fama" do boxe - 1992.
    - Nono melhor pugilista dos últimos cinqüenta anos - Revista norte-americana "The Ring" - 2002

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     

    Arquivos Anexados:

  14. ALF

    ALF The Proudest Monkey!!

    Re: [Lista] Maiores Heróis do Esporte

    Nome: Martina Hingis

    Esporte: Tênis

    Por que merece estar na lista:
    Martina Hingis (nascida Martina Hingisová no dia 30 de Setembro se 1980) é uma tenista profissional da Suíça. Nascida em Košice, Czechoslovakia (hoje Eslovaquia). Hingis viveu por um tempo na Flórida e agora mora outra vez na Suíça. Seu nome é em homenagem a Martina Navrátilová, outra tenista de origem Eslava.

    Tendo alcançado o topo do ranking feminino, ela não joga desde Outubro de 2002 devido a sérias contusões nos pés e, em Fevereiro de 2003 disse que já não previa mais a sua volta às quadras. Em suas declarações, ela disse ainda que, devido às suas contusões, ela não poderia jogar a um nível no qual ela seria novamente competitiva contra as melhores, e não estava interessada em aceitar as dores nos pés para competir em um nível inferior.

    Como muitos tenistas profissionais, Hingis começou a jogar bem cedo, iniciando seus treinamentos aos 5 anos de idade. Em 1996, hingis fez dupla com Helena Sukova em uma partida de Duplas Femininas e fez história ao se tornar a pessoa mais jovem a conquistar um campeonato de Winbledon. Nas partidas simples, ela venceu os campeonatos de Winbledon e o Aberto dos Estados Unidos em 1997 e o Aberto da Austrália em 1997, 1998 e 1999. Em 1998 ela venceu todos os 4 torneios do Grand Slam nas duplas.

    Hingis, às vezes chamada de "Miss Suíça", foi muito admirada pelo seu estilo de jogo atrativo como seu maior sucesso. Não tendo a mesma força de Monica Seles, muito menos os poderosos golpes de Serena Williams, Hingis se garantiu em suas fluentes e precisas bolas do fundo da quadra, habilidade na rede (o que a permitiu ser uma ótima jogadora de duplas) e maravilhosos saques. Hingis também era popular com os espectadores por seu comportamento sóbrio e descontraído em público. Combinados com uma bela aparência, ela era o sonho de muitos marketeiros de plantão. Suas aparições em dupla com Anna Kournikova atraiam uma grande parcela de antenção, principalmente por sua beleza.

    De acordo com um artigo escrito em Maio de 2003, Hingis agora passa seu tempo estudando Inglês, fazendo propaganda para diversos patrocinadores, jogando algumas partidas beneficentes e se dedicando ao seu amor por cavalgadas.

    Estatísticas

    Simples
    Vitórias-Derrotas: 536-123
    Títulos: 43
    Melhor ranking: #1 em 31 de Março de 1997
    Ranking atual: 7

    Duplas
    Vitórias-Derrotas: 275-50
    Títulos: 37
    Melhor ranking: #1 em 08 de Junho de 1998

    Finais de Grand Slam

    Vitórias: 5
    1997
    Aberto da Austrália contra Mary Pierce com parciais de: 6-2, 6-2
    Wimbledon contra Jana Novotná com parciais de: 2-6, 6-3, 6-3
    Aberto dos Estados Unidos contra Venus Williams com parciais de: 6-0, 6-4

    1998
    Aberto da Austrália contra Conchita Martínez com parciais de: 6-3, 6-3

    1999
    Aberto da Austrália contra Amélie Mauresmo com parciais de: 6-2, 6-3

    Vice-Campeã: 7
    1997
    Roland-Garros contra Iva Majoli com parciais de: 6-4, 6-2

    1998
    Aberto dos Estados Unidos contra Lindsay Davenport com parciais de: 6-3, 7-5

    1999
    Roland-Garros contra Steffi Graf com parciais de: 4-6, 7-5, 6-2
    Aberto dos Estados Unidos contra Serena Williams com parciais de: 6-3, 7-6

    2000
    Aberto da Austrália contra Lindsay Davenport com parciais de: 6-1, 7-5

    2001
    Aberto da Austrália contra Jennifer Capriati com pariciais de: 6-4, 6-3

    2002
    Aberto da Austrália contra Jennifer Capriati com pariciais de: 4-6, 7-6, 6-2

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  15. Bilbo Bolseiro

    Bilbo Bolseiro Bread and butter

    Re: [Lista] Maiores Heróis do Esporte

    Pois é, eu achei o site oficial da Graf, mas mesmo você escolhendo a opção em inglês na página inicial ele só mostrava uma versão em alemão, aí fica difícil mesmo :tsc:

    Edited: não tinha percebido que você já tinha postado o da Hingis, bom trabalho, valeu ;)
     
    Última edição: 2 Abr 2008
  16. Tapio

    Tapio Usuário

    Re: [Lista] Maiores Heróis do Esporte

    Sorry folks, lá vai:

    Nome: Eduardo Gonçalves de Andrade, o Tostão.

    Esporte: Futebol

    Porque merece estar na lista: Tostão iniciou sua carreira no futebol de salão do Cruzeiro em 1961. Em 1962, com quinze anos e ainda no Cruzeiro, Tostão foi para a equipe junior de futebol de campo. No mesmo ano, o América Mineiro contratou o jogador que jogou apenas um ano no clube do coração dos seus pais. Em 1963, Tostão voltou ao Cruzeiro, clube que o projetou para o Brasil e o mundo.

    Mesmo atuando no meio de campo, com a responsabilidade de armar as jogadas para os atacantes, Tostão é o maior artilheiro da história do Cruzeiro, com 248 gols. Estabeleceu marcas no Campeonato Mineiro, quando sagrou-se o goleador por três edições seguidas: em 1966, 1967 e 1968. Foi ainda o artilheiro da última edição da Taça de Prata, em 1970.

    O Mineirinho de ouro, como foi apelidado, integrou o mitológico ataque da seleção que conquistou o tricampeonato mundial em 1970, transferiu-se do Cruzeiro para o Vasco em abril de 1972, na maior transação envolvendo clubes brasileiros até aquela época. Como jogador do Vasco, naquele mesmo ano, sagrou-se campeão da Minicopa pelo Brasil. A contratação de Tostão foi o simbolo do início de uma nova fase no Vasco, que passava por uma crise, e empolgou a torcida. Infelizmente, os vascaínos não puderam contar por muito tempo com seu futebol brilhante e inteligente. Depois de um ano, Tostão voltou a sentir os problemas na vista, conseqüência de um descolamento na retina que sofrera em 69 ao levar uma bolada do zagueiro Ditão, do Corinthians. Depois de passar vários meses fora do time, acabou abandonando o futebol no início de 1974, aos vinte e sete anos.

    Nos anos seguintes, Tostão dedicou-se à medicina, tendo mais tarde se formado como médico.

    Após mais de uma década afastado do futebol, Tostão retornou como cronista esportivo. Escreve para diversos jornais no Brasil e é comentarista da Rádio Jovem Pan.

    Fonte: Wikipédia.

    Tem uma seção muito boa sobre o Tostão na Gazeta Esportiva,
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    .

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Curiosidades:
    * Tostão tem a maior média de gols do Mineirão;
    * Nos oito anos que defendeu o Cruzeiro na "Era Mineirão" marcou um total de 143 gols no gigante da Pampulha;
    * Tem a média de 17,875 gols por ano enquanto Reinaldo, o segundo da lista, tem uma média de 11,692 gols por ano nos 12 anos em que defendeu o Galo.
    * Apesar de ser a aposta ofensiva da Seleção Brasileira na Copa de 1970, acabou fazendo apenas 2 gols, 5 a menos que Jairzinho, 3 a menos que Pelé e 1 a menos que Rivellino.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


     

    Arquivos Anexados:

  17. Nandes

    Nandes Usuário

    Re: [Lista] Maiores Heróis do Esporte

    Nome: Paulo Roberto Falcão

    Esporte: Futebol

    Por que merece estar na lista: "Maradona foi o craque individual. Falcão, o tático, aquele que desenha o jogo para o time" - Carlos Bilardo, tecnico da seleção argentina de 1986

    Falcão começou a carreira no Internacional em 1973, com apenas 19 anos, e logo sagrou-se como um dos maiores jogadores que ja haviam passado por lá. Volante com qualidade de meia, dotado de incrível noção tática ajudou o time a continuar a série de títulos gaúchos que vinha desde 1969, ele foi parte fundamental de um dos melhores times de futebol do Brasil, ao lado de outros eternos ídolos colorados como Valdomiro e Figueroa, Falcão ajudou o Internacional a conquistar o Octacampeonato Gaúcho e ao bicampeonato brasileiro em 1975/76.

    Em 1978 houve uma das maiores injustiças da história da seleção brasileira, Falcão, que vinha conquistando seu lugar ano após ano como o melhor volante do Brasil, não foi convocado para a Copa da Argentina, sendo Chicão levado em seu lugar.

    Após essa decepção, em 1979 Falcão consagraria seu nome como um dos melhores jogadores da história do futebol nacional. Jogando com a eterna camisa 5, ele foi o capitão do Colorado na conquista do Tricampeonato nacional, título que foi conquistado de forma invicta, feito não igualado até hoje. Nesse ano Falcão recebeu outro título, o de melhor jogador do país, um título que se alguem ainda tivesse dúvidas de que era merecido, se convenceu depois da semi final contra o palmeiras, na qual Falcão fez uma das melhores atuações de toda a sua carreira.

    Após uma década de conquistas no Brasil, Falcão começava a ficar conhecido internacionalmente. Com o prestígio de melhor jogado do Brasil, o camisa 5 foi vendido a Roma por uma quantia de 1 milhão de dólares (valor muito significativo para os padrões da época).

    Como maestro do time, Falcão conquistou a Copa da Itália em 81 e em 84, levou o time a final da Copa Européia (antiga Champions League) também em 84, mas principalmente em 83, após 42 anos de espera, leva a Roma a conquista de mais um Scudetto, sendo coroado pela torcida romana como seu Rei.

    Falcão também participou das copas de 1982 e 1986 ao lado de Zico, Sócrates, Éder, Júnior e companhia num dos melhores esquadrões brasileiros de todos os tempos, mas infelizmente o Brasil não teve a honra de ver esses craques levantando a taça.

    Após a copa de 1986, já com 33 anos e com o joelho danificado por uma lesão de menisco, Falcão se aposenta como jogador do São Paulo FC, daonde claro, não saiu sem um título, foi campeão paulista em 1985 pelo time da capital.

    Após uma breve carreira de técnico, Falcão se aposentou de vez e passou a ser comentarista. Um jogador brilhante de raça e habilidade como poucos, que encantou o mundo inteiro por mais de uma década. Com uma imensa galeria de títulos por onde passou, até hoje deixa saudades em quem pôde e (como eu) não pôde ter a honra de acompanha-lo.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Time pentacampeão gaucho em 1974. Em pé: Pontes, Manga, Claudio, Figueroa, Vacaria e Falcão
    Agachados: Valdomiro, Escurinho, Sérgio Lima, Carpegiani e Lula.
     

    Arquivos Anexados:

    Última edição: 2 Abr 2008
  18. Tapio

    Tapio Usuário

    Re: [Lista] Maiores Heróis do Esporte

    E agora, José? Quem completa a lista? Quem pula fora?
     
  19. Nandes

    Nandes Usuário

    Re: [Lista] Maiores Heróis do Esporte

    Era pra fechar a lista, é? Nem sabia, devia ter postado o Falcão antes do Marcio Resende.
     
  20. Ecthelion

    Ecthelion Mad

    Re: [Lista] Maiores Heróis do Esporte

    Tem gente aí MUITO FRACA e que não vai dar nem pro cheiro.
     
Situação do Tópico:
Fechado para novas mensagens.

Compartilhar