1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Linux: como começar?

Tópico em 'Ciência & Tecnologia' iniciado por FURIA Da Rossa, 3 Out 2005.

  1. FURIA Da Rossa

    FURIA Da Rossa Rank Configurável??

    Eh, eu tenho um feeling de que o linux é realmente sistema operacional de gente. Mas nada sei dele. Sei nem como fazer a migração, e porque faze-la. Gostaria de saber, apesar de algumas serem evidentes, as vantagens.
    Primeiro, digam-me se é verdade ou lenda:
    1- Ele é imune a 99% dos virus?
    2- Preciso ficar usando antispywares?
    3- Ele apresenta quedas de desempenho com as horas de uso?
    4- Tem que formatar de tempos em tempos?
    5- É possivel instalar qualquer periférico nele?
    6- 99% dos programas para win têm mesmo a versão correspondente pra linux?
    7- é realmente mais leve?
    8- o tempo de boot é realmente menor?

    Por hora, tá bom, e agradeço!
     
  2. Arnostalion ¥

    Arnostalion ¥ Usuário

    Vamos ver. Se quiser aprender a mecher no Linux comece com as versões mais simples como Kurumim ou até a Mandrake, mas recomendo o primeiro, não sei se tem outra mais simples.

    1 - Não, ele não é imune a 99% dos vírus.

    2 - Eu nunca usei anti-spyware em linux porque usei por pouco tempo, mas se tiver programas anti-spyware pra ele sempre é aconselhável usar.

    3 - Todo sistema sofre queda de desempenho com o uso prolongado devido ao maior uso da memória.

    4 - Se você fizer muitas alterações ou besteiras com ele tem que formatar, eu uso o meu com Win XP professional e formato uma vez por ano, ou a cada 6 meses e não sofro grandes problemas.

    5 - Até onde eu sei sim.

    6 - Não, nem todos. Muitos aplicativos para windows não rodam em Linux.

    7 - Depende da versão, mas em geral sim, visto que a Interface é mais simples.

    8 - Nunca notei diferença.

    Eu aconselho você usar um mix entre windows e Linux. O Linux para sistemas de Banco de Dados e redes é infinitamente mais estável que o windows, mas para uso pessoal, o windows ao meu ver ainda é anos luz à frente do Linux.

    Se você for utilizar só o Linux vai sofrer um pouco até se acostumar, visto que a nomeclatura de drives, modo de acesso e coisas do tipo é totalmente diferente da do windows.
     
  3. Erulasto

    Erulasto Equipe Valinor

    Vamos por partes, como diria o estripador :)

    1- Ele é imune a 99% dos virus?

    Eu diria a 100% dos vírus desenvolvidos para Windows. Existem raríssimos vírus para Linux, e um número um pouco maior de worms. De qualquer forma, Linux é menos vulnerável por suas características de segurança (permissões de arquivos), diversidade de distribuições (worm feito para atacar a distro X, com a biblioteca Y, na versão Z). É fácil desenvolver pragas para Windows pela existência de um ambiente homogêneo. De qualquer forma, nunca navegar usando a conta de administrador (root) é sempre a medida mais prudente. Mesmo em Windows.

    2- Preciso ficar usando antispywares?

    Eu particularmente não uso. Como não abro qualquer anexo não solicitado nem navego em páginas de cracks (em Linux não precisa-se disso). Mas rodo o clamav (anti-vírus) em junção com meu cliente de e-mail (Evolution) para filtrar as pragas para uma pasta, até que eu tenha tempo de isolar o que está atacando minha rede.

    3- Ele apresenta quedas de desempenho com as horas de uso?

    Se você abrir um monte de programas, sim. Mas o gerenciamento de memória dele é excelente e basta fechar por algum tempo aplicações não usadas para voltar ao patamar normal.

    4- Tem que formatar de tempos em tempos?

    A não ser que você tenha feito uma besteira incomensurável, que não seja capaz de voltar atrás, a resposta é não. A não ser que vá instalar uma nova versão, o que faria com que a partição raiz seja reformatada (mas é possível, dependendo da distribuição, fazer uma atualização geral sem ter que usar sequer os CDs de instalação, como o Fedora e o Debian).

    5- É possivel instalar qualquer periférico nele?

    Para ser realista, não todos. Até um tempo atrás, as pragas dos Winmodems eram um problema. Hoje, algumas câmeras digitais (principalmente as que também são webcams) ainda dão algum problema. Alguns scanners paralelos e uma ou outra impressora feita para Windows sim. Em geral, o suporte a hardware tem melhorado, não devido ao sistema em si, mas ao reconhecimento e auxílio que muitos fabricantes passaram a dar.

    6- 99% dos programas para win têm mesmo a versão correspondente pra linux?

    Minha bola de cristal está na assistência técnica, então não sei a que tipo de programas para Windows se refere. Existem equivalentes para as principais funções de um usuário comum: navegadores, clientes de e-mail, OpenOffice.org, GIMP (Photoshop), Scribus (PageMaker), etc. Linux executa aplicações inicialmente escritas para Unix com relativa facilidade (e boa parte já foi portada para Linux). Unix é muito mais antigo que o Windows e, portanto, a oferta de aplicações é muito maior do que possa parecer.

    7- é realmente mais leve?

    Programa não tem peso: exige recursos computacionais. Interfaces gráficas, obviamente, exigem mais recursos (memória, placa de vídeo, espaço em disco, etc.). As interfaces mais intuitivas para um usuário comum são o GNOME e o KDE. Recomendo o GNOME (que não é o padrão do Kurumim, infelizmente). Para trazer mais facilidades para o usuário (e algumas frescuras visuais), eles consomem mais recursos. Com o tempo, você poderá testar outros ambientes gráficos e selecionar o que melhor se adequar às suas necessidades e possibilidades (hardware).

    Linux pode rodar até mesmo em máquinas antigas (386, 486, etc.). Isso deve responder sua pergunta, parcialmente. Para obter esse nível de otimização, é necessário um conhecimento muito grande do sistema e de seus componentes, permitindo uma seleção quase cirúrgica. Não será o seu caso no início, mas não se preocupe.

    8- o tempo de boot é realmente menor?

    Depende da quantidade de serviços que você adicionar para a inicialização. Mas em geral, o tempo é bem menor e mais informativo (você sabe o que acontece a cada instante, o processo não fica oculto atrás de uma tela gráfica impedindo-o de saber o que está em execução no momento).
     
  4. FURIA Da Rossa

    FURIA Da Rossa Rank Configurável??

    É incrível a grandiosa boa vontade e paciencia do Erulasto, tenho muito a agradecer. Também levarei em conta as dicas do sr. Amostalion, mas não do Bowser, visto que tenho que aprender é linux mesmo para familiarizar-me com os ambientes da minha universidade. De qualquer forma, muito obrigado.

    Outras coisas:
    Perguntei algumas das coisas acima porque meu professor tem 2 computadores, de configuração boa (P4 2.0GHz, 1GB Ram, HD espaçoso, etc, e outro 3.6 HT, também 1GB de RAM, ....) e disse-me: "o windows é um bug. Sabe quando foi a ultima vez que este computador foi reiniciado? dia ?? de junho, só reinicio quando cai a energia. Deixo-os ininterruptamente para construir gráficos que vão nos meus trabalhos. E o desempenho dele nunca cai com o tempo, também porque o linux usa 100% da sua CPU, da sua memória e da sua memória virtual a todo momento, por isso, ele não disperdiça recursos."

    Está tudo certo o que ele disse? Ou ele teve que fazer uma artimanha pra ficar desse jeito? Isso independe da distribuição que ele usa, né?

    Valeu!
     
  5. Beriadar

    Beriadar And I will see it all before

    Isso é verdade. Há algumas estatísticas que indicam que, EM GERAL, o Linux gerencia melhor os recursos.

    Ontem mesmo eu assisti um video sobre a origem do GNU/Linux, e entendi diversas coisas que ainda eram obscuras pra mim, como o "Copyleft" :-D
    Genial!

    O bom de vc usar um SO free é que é tranquilo de vc fazer essas "artimanhas" (desde que saiba o que vc está fazendo). Em geral são arquivos textos com parametrizações bem intuitivas (bom, desculpem, eu uso Slack, geralmente é assim que eu faço :mrgreen:).
    Se a configuração e o gerenciamento não é o ideal pra vc, vá lá e o torne ideal.
     
  6. Marco

    Marco may the force be with... wait

    Tá, eu sei que é uma pergunta idiota, mas o Flash MX roda em linux???
    E editores de imagem qual eu posso usar pra substituir o photoshop??
     
  7. Beriadar

    Beriadar And I will see it all before

    Existe o Gimp, Eleandir, um bom editor de imagens. Mas não sei se ele tem tantos recursos quanto os Photoshops mais recentes.

    Quanto aos programas da Macromedia, eu não sei ... Acho que não, pois são softwares proprietários, e não sei onde vc poderia encontrá-los pra Linux.
     
  8. Marco

    Marco may the force be with... wait

    Já experimentei o Kurumin e gostei! Achei leve não fica dando aqueles pau do windows, muito melhor... mas por enquanto não posso usar...

    A não ser que eu trabalhe com os dois sistemas operacionais ao mesmo tempo... :think:

    Valeu!!!
     
  9. Erulasto

    Erulasto Equipe Valinor

    :abraco:
    Meu papel na comunidade de software livre é educacional e tirar dúvidas, não há o que agradecer.

    Isso é independente da distribuição. Alocação de recursos é tarefa do kernel e ele vai tentar fazer da melhor forma possível. Quanto menos memória virtual utilizar, mais rápido será o processamento. Para processamento em lote, em máquina que o usuário não interage, usar muita memória virtual e 100% do processador não será problema. Mas em uma máquina em que o usuário vá interagir, isso pode deixá-la um pouco lenta para o gosto do usuário. Depende do tipo de uso que você quer para o equipamento :)

    Quanto ao seu comentário sobre a sugestão de Bowser, a idéia dele não é inválida. Eu sugeriria usar um LiveCD (Kurumin, Ubuntu, etc.). Muitos usuários possuem medo de instalar o Linux na máquina e a idéia de rodar em um ambiente de emulação ou via LiveCD é uma estratégia muito comum para vencer esse tipo de barreira.

    Revolution OS? Se for, tem razão, o filme é demais... Eu sempre imaginava o Bruce Perens mais parecido com o Stallman, sei lá o motivo :lol:

    Sim, tem razão, para qualquer personalização são necessários alguns conhecimentos extras, muito negligenciados pelo Windows (ou pelo menos, mascarados). Quanto à configuração, tudo em Linux é arquivo texto, não há aquelas chaves escabrosas do Registry do Windows :) Eu não uso qualquer ferramenta gráfica para configurar uma máquina Linux, só edito arquivos, não importa a distro (particularmente, uso o Fedora Core). A única ressalva que faço aqui é com relação ao SuSe, que não usa os arquivos padrão e a ferramenta Yast2 criou uma estrutura muito ruim para se editar arquivos, :blah:

    Quanto à primeira pergunta, não que eu saiba. Mas há muito tempo não tenho procurado esse tipo de ferramenta (só me contento com o plugin flash para o navegador). Havia um projeto no SourceForge (
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    ) mas ainda era muito incipiente, mas sugiro que faça uma pesquisa por lá.

    Quanto à segunda, conheço muitos usuários de Photoshop migrando para GIMP, mesmo em Windows. Depois que se pega o jeito, ela é fácil de usar. Como Varatar disse, não sei também se tem todos os recursos do Photoshop, mas existem vários plugins que podem ser baixados para o GIMP.
     
  10. Beriadar

    Beriadar And I will see it all before

    Essa é a melhor coisa a se fazer. Reserve uma partiçãozinha para o Kurumin e aprenda a fazer as coisas: gerenciar/administrar o sistema, instalar/atualizar novos pacotes, instalar interfaces gráficas e periféricos. Depois vc aprende as coisas mais complikadas.

    Eu acho que foi esse sim ...
    Na verdade eu assisti em meio a uma palestra.

    O Perens é um barbudo, que foi um dos desenvolvedores do GNU?
     
    Última edição: 4 Out 2005
  11. Erulasto

    Erulasto Equipe Valinor

    Se não assistiu o filme todo, recomendo. É muito interessante. Junto com "Piratas do Vale do Silício", dá para entender muita coisa do mundo do software (livre e proprietário).

    Não, esse barbudo é Stallman :)
    Perens é esse aqui:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  12. Beriadar

    Beriadar And I will see it all before

    Foi este filme mesmo então, Erulasto.
    Eu não o vi todo. Tinha uma bosta d'uma aula de Física justo na hora que eles falavam do Apache ... :(
     
  13. Erulasto

    Erulasto Equipe Valinor

    Sacanagem, uma das melhores partes :lol:
     
  14. Beriadar

    Beriadar And I will see it all before

    Po, mas obrigado, Erulasto, por me lembrar o nome do filme. Vou ver se consigo pra assistí-lo em casa.
    Aliás, ele é uma boa pedida para esse tópico.
    "Linux. Como começar?" .. Assistir RevolutionOS pode ser uma boa ..
     
  15. Eö Calmcacil

    Eö Calmcacil Tirem as crianças da sala!

    Ué, se tiver algum programa indispensável que não tenha versão para linux e/ou equivalente, é só emular via Wine(x), não é?
     
  16. Erulasto

    Erulasto Equipe Valinor

    Vamos por partes. Wine não é emulador (nunca diga isso para alguém do projeto, eles vão lhe recomendar aquele robô cirurgião do tópico do GoogleOS :lol:). Wine é, a rigor, uma API compatível com a API do Windows. De um modo geral, boa parte das aplicações deveria rodar sem problemas, mas não é assim. Em alguns casos, você precisa de uma determinada DLL, em outras, nem por decreto a aplicação levanta, para um ou outro jogo você tem que configurar um monte de coisas. Não é tão trivial assim. Dizem que a melhor performance do Wine seria você indicar uma partição com o Windows instalado para ele pegar as DLLs, nesse caso, já que tem dual boot (eu não tenho), o indivíduo pode reiniciar em Windows, ou usar um emulador de boot, como o Boch (ou Bochs? :think:) para "dar um boot no Windows dentro do próprio Linux".
     
  17. Beriadar

    Beriadar And I will see it all before

    Emulações não garantem o mesmo desempenho.
    Ao invés de ficar emulando programas, melhor usar o sistema adequado.
     
  18. FURIA Da Rossa

    FURIA Da Rossa Rank Configurável??

    MAs...... mudando de pau pra kct, como começar :D ?
    Tenho 5 partições de 24GB cada, adianta eu pegar o norton partition magic, fazer 1 partzinha pro linux... e? Devo adquirir um CD com alguma distribuição ae? O tal do linux brasileiro presta mesmo? Depois de ter o espaço e o CD, é só futucar?

    Pra futucar o SO é necessario conhecimentos de linguagem C (cujo linux eh escrito), e que mais?

    Thanks! :D
     
  19. Arnostalion ¥

    Arnostalion ¥ Usuário

    Lá na faculdade os pcs rodam no Conectiva Linux e ele é razoável a meu ver, só que é mais lento que o win98se que está instalado junto na máquina, mas comparando com o win xp, sem comentários, ele é bem mais leve, só que é bem mais feio também :dente:
     
  20. FURIA Da Rossa

    FURIA Da Rossa Rank Configurável??

    Pra quem tem familiaridade com Linux, a feiura tem solução? (Suponha que vc não suporte a aparencia da interface).
     

Compartilhar