1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

LINHA DURA - Marcelo Rezende e Battlefield

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Siker, 9 Mar 2015.

  1. Siker

    Siker Artista Comercial / Projetista Gráfico

    Em uma jogada de marketing genial, a EA produziu um trailer de Battlefield Hardline exclusivamente para o Brasil. A graça mesmo (e genialidade) fica por conta da presença de Marcelo Rezende, apresentador do programa Cidade Alerta. Aqui, Marcelo apresenta o quadro “Linha Dura”, fazendo alusão ao título do jogo.

    Fora isso, bem… não há muito a ser dito. Apenas assistam:

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    -------------------------------------

    Fica de exemplo pra Always como se faz publicidade. E vocês, o que acharam?
     
  2. Turgon

    Turgon 孫 悟空

    Uma porcaria!

    Primeiro que esse trailer não chega a passar a emoção do jogo. Apresenta algumas explosões e quase nada da visão do player. Outro fato é esse tal Marcelo Rezende apresentando. Parece sem vontade alguma ao falar do jogo, em um tom totalmente forçado e sem interatividade com as imagens. Sem contar o fato de ser uma pessoa que já falo tão mal dos vídeos jogos em seu programa, que qualquer apoio parece uma jogada de marketing forçada.

    Aliás, deveriam aprender a fazer trailer ao estilo de Call of Duty. Aquilo ali sim foi um trailer de verdade.
     
  3. Siker

    Siker Artista Comercial / Projetista Gráfico

    O que eu achei de genial, e vi que outros também gostaram e estão comentando, é justamente essa hipocrisia exposta, onde todo aquele discurso imbecil propagado pela Record foi derrubado por uma quantia em dinheiro, ou seja, Marcelo não tem mais nada o que falar contra jogos de violência.

    Realmente o trailer não foca muito no jogo em si, mas isso porque o objetivo dessa campanha foi de simplesmente limpar o preconceito. Li em algum lugar que a ideia era fazer algo divertido para atrair o público jovem, mas a ironia aqui é tão grande que não acredito ser apenas isso.
     
  4. Turgon

    Turgon 孫 悟空

    Eu entendi a ironia na propaganda, só que eu acho que não vale apena. Acho que é mais do que óbvio que ele falaria bem de qualquer jogo caso o pagassem para tal. É isso com ele e com a maioria que ali apresentam programa nesse estilo. Só não acho que valha o investimento e tempo para tal.

    Deveriam investir e fazer um trailer mais nesse estilo. Aposto que chamaria muito mais atenção dos players (pessoas que realmente vão comprar o jogo).

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  5. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Se alguém esperava um trailer puramente técnico contando em detalhes todas as características do jogo, não foi esse o objetivo. Focaram muito na presença do Marcelo Rezende pelo seu estilo irreverente de apresentação cheio de bordões e indo na contramão que não é jovem e nem tampouco um expert de jogos o garoto-propaganda, o que achei uma aposta arriscada, mas ao mesmo tempo bem ousada da parte da EA.

    O elemento extra que está desequilibrando e provocando discussão é o fato do Marcelo já ter criticado esse tipo de jogo, mas mesmo na época que a declaração dele aconteceu eu já tinha lido em alguns sites que ele teria se retratado alguns dias depois, ao levar para opinar ao vivo no seu programa profissionais que analisaram e apresentaram várias estatísticas e concluindo que não se pode culpar totalmente o jogo pela morte do garoto.

    Então uma vez tendo essa atitude, isso foi algo digno e creio que a EA o contratou pensando nisso também, não apenas no dinheiro ofertado.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  6. Siker

    Siker Artista Comercial / Projetista Gráfico

    Tem que pensar também que a campanha foi focada no Brasil, foi para nós, e gostando ou não esse é um tema que ainda cerca alguns jogos.

    Na polônia por exemplo rolou uma campanha diferente:

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  7. Nօssa tʀaɨʟɛʀ ʄɨċօʊ ótɨʍօ kkk
     

Compartilhar