1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Liminar suspende lei que autoriza BH a vender ruas à igreja evangélica

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Morfindel Werwulf Rúnarmo, 27 Set 2012.

  1. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Vereador João Oscar é autor do projeto que beneficia a sua igreja​

    O TJ (Tribunal de Justiça) de Minas Gerais expediu liminar suspendendo a tramitação do projeto de lei 1802/2011 da Câmara Municipal de Belo Horizonte que autoriza a prefeitura a vender trechos de três ruas à Igreja Batista de Lagoinha. A decisão foi publicada no Diário Oficial do dia 20.

    O projeto de lei já foi aprovado em segunda discussão e agora está à espera de sanção do prefeito Marcio Lacerda (PSB). O vereador Léo Burguês, presidente da Câmara, disse que, diante da decisão judicial, o projeto poderá voltar ao Legislativo. Até ontem ele não tinha recebido a notificação da decisão judicial.

    A liminar foi pedida pelo vereador Iran Barbosa (PMDB), que afirma haver “vícios” no projeto porque diz que as ruas
    o que é mentira. Na área existem três casas de famílias que estão ali há muito tempo.

    A igreja tem plano de construir no local um templo para 30 mil pessoas. Até já teria contratado arquitetos.

    A autoria do projeto de lei é do vereador do PRP João Oscar (foto), que é fiel da Igreja Batista e amigo do líder da denominação, o pastor Márcio Valadão.

    O projeto estabelece condições privilegiadas de pagamento da compra das ruas: parcelamento e juros de 1% ao mês, além da correção de praxe pelo IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo).

    A Igreja também poderá pagar a dívida com um terreno de sua propriedade de menor valor, sendo que a diferença terá de saldada em dinheiro.

    Dependendo da justificativa que a Câmara terá de apresentar à Justiça, a suspensão do projeto de lei poderá se tornar definitiva.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    • Ótimo Ótimo x 1
    • Gostei! Gostei! x 1
  2. Éomer

    Éomer Well-Known Member

    Mas que caras de pau.
     
  3. Pearl

    Pearl Usuário

    Ai ai é por essas e outras que eu estou na campanha para não reeleger nenhum vereador de BH.

    Fora todo mundo!
     
  4. Excluído045

    Excluído045 Banned

    :rofl:

    Não sei mesmo o que é pior nesse país tosco. Esse laicismo maldito ou esses pseudo-cristãos de bolsos sem fundo e sem vergonha na cara.
     
  5. Fernanda

    Fernanda Andarilho de Eriador e

    Felizmente o judiciário agiu contra essa maracutaia. Tomara que consigam barrar isso totalmente.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  6. Ilmarinen

    Ilmarinen Usuário

    Deus é Pai!! Vcs já viram o vídeo das partes anteriores dessa notícia!!??? Obra-prima!!

    Não achei vídeo ainda, mas
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    . Vcs precisavam ver a humildade das pessoas que estavam sendo sumariamente expropriadas pra que essa sanha nojenta pudesse acontecer e a rua que nem asfalto tinha ( se eu não me engano)...
     
    Última edição: 28 Set 2012
    • Gostei! Gostei! x 2

Compartilhar