1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Líbia poupa tesouros arqueológicos e espera por turistas

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Morfindel Werwulf Rúnarmo, 14 Set 2011.

  1. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Os arqueólogos líbios começam a inspecionar os tesouros arqueológicos do país --alguns deles bem perto de locais marcados por combates entre os rebeldes e as tropas do coronel Muammar Gaddafi, agora foragido.

    comentou Fadel Ali Mohammed, 62, que acaba de ser nomeado ministro das Antiguidades do novo governo líbio. Ele falou diretamente de Sabratha, um desses locais mais famosos, a oeste de Trípoli.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Vista do Mausoléu Púnico, em Sabratha, enquanto arqueólogos líbios inspecionam sítios históricos do país

    Gasta-se menos de 90 minutos para seguir da capital a esta localidade, e este professor de arqueologia e de filolofia grega não escondia a preocupação.

    Na medida em que o carro se aproximava de Sabratha, no entanto, os primeiros sinais não eram desencorajantes.

    Um conjunto residencial na entrada do sítio, incluído no patrimônio mundial pela Unesco, foi alvo de tiros de artilharia. Depois, pouco a pouco, começam a aparecer colunas coríntias e, em seguida, a cúpula do famoso teatro antigo, construído entre o segundo e o terceiro séculos d.C.; perto, colunatas destacam-se bem junto ao litoral, numa paisagem que tem como fundo um mar muito azul.

    Uma equipe de segurança permaneceu no local durante os combates e as primeiras informações não são más. Apenas os combates com armas leves chegaram perto das ruínas.

    Fadel Ali Mohammed, que passou um ano nos cárceres de Gaddafi há cerca de 40 anos, fugindo, depois, para a Grécia, percorreu a parte ocidental do teatro descobrindo três impactos de bala que poderão ser facilmente reparados.

    As primeiras informações dizem respeito a outros sítios famosos como Leptis Magna e Cyrene, também positivas. Com três dos cinco sítios inscritos no Patrimônio da Humanidade preservados dos combates, as novas autoridades líbias esperam poder usá-las como atração para o desenvolvimento do turismo, como acontece nos vizinhos Egito e na Tunísia.

    DIFICULDADE TURÍSTICA


    recordou-se Hadi Mafuz, um funcionário da agência de turismo de Sabratha.
    contou ele.

    Se estes sítios foram poupados, o fato deve-se, principalmente, à dedicação de seus guardiães. Por exemplo, Ibrahim Hamad Saleh El-Zintani, 46, ficou dia e noite durante 13 dias, por ocasião do Ramadã, o mês de jejum muçulmano, no "Castelo Vermelho" de Trípoli para defendê-lo das pilhagens. Ergueu barricadas feitas de andaimes e rochas contra as portas, construídas pelos romanos e usadas, depois, pelos Cavaleiros de Malta.

    afirmou ele.

    contou este pai de seis filhos. Um vizinho levou dinheiro para sua família para que ela pudesse participar das comemorações do Ramadã.

    Antes mesmo da queda do regime de Gaddafi, as mais belas peças do museu foram escondidas atrás de uma falsa parede, numa das alas da construção, na esperança de enganar eventuais saqueadores.
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  2. Auditore

    Auditore Usuário

    É ótimo saber que "tesouros" como estes não se destruíram por completo. Tava acompanhando essa série de rebeliões desde o começo, e fiquei sabendo delas aqui mesmo pelo Fórum Valinor.
     
  3. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Fica a imensa torcida pra que a Libia tenha futuramente um governo mais justo eleito pelo povo e em tempos de paz seja uma rota turística interessante, pois o norte da África um dia já fez parte do Império Romano e com certeza lá há muitas construções interessantes.
     
  4. Almáriel

    Almáriel Die Sonne

    Como pessoa e estudante de História é um alívio ver que estes monumentos terão alguma proteção.

    É triste ver o que aconteceu com os sítios arqueológicos do Iraque, berço da civilização. Foram saqueados e destruídos pela guerra. Perdeu-se muito da bela arte mesopotâmica.
     
  5. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Nem me fale. Isso pra história é tão lamentável quanto a destruição da biblioteca de Alexandria.
     

Compartilhar