1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

[LEITURA DIRIGIDA *beta*] Akallabêth: A queda de Númenor [discussões encerradas]

Tópico em 'J.R.R. Tolkien e suas Obras (Diga Amigo e Entre!)' iniciado por Shantideva, 9 Jul 2008.

  1. Shantideva

    Shantideva Adoro elfos ruivos!


    Olá! Você está no tópico da Leitura Dirigida. ​

    Esse projeto tem como objetivo levar os usuários a se aprofundarem nos assuntos tratados nas obras e dessa forma, enriquecerem as discussões no forum. ​

    Esperamos fazer isso através da abordagem de temas e/ou textos pouco conhecidos ou discutidos pelos usuários. Sendo assim, um texto relacionado às obras será disponibilizado e levado à discussão por um Orientador através de perguntas/comentários que gerem respostas a partir de fatos apresentados no texto, ou de conjecturas feitas a partir da análise do texto. ​

    Abaixo segue o nosso beta do Projeto. Para começar a participar das discussões, responda a pergunta no final do próximo post. Porém, antes, sugerimos a leitura do texto principal para que você possa se inteirar do assunto. Caso já o conheça, não deixe de visitar os links dos textos complementares.
    Não há uma ordem na leitura, isso fica à critério do seu conhecimento da obra. E não há regras de postagem, sinta-se à vontade para comentar a qualquer momento.​

    Seja Bem-Vindo!​

    Equipe Valinor's The Bird & Baby Club​

     
    Última edição: 9 Jul 2008
    • Ótimo Ótimo x 1
  2. Shantideva

    Shantideva Adoro elfos ruivos!

    Re: [LEITURA DIRIGIDA *beta*] Akallabêth: A queda de Númenor


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Akallabêth​


    Orientador: Shantideva


    “...Não pode haver ‘história’ sem queda - todas as histórias, no fim, são sobre a queda - ...”
    Carta 131, à Milton Waldman.​



    Os Númenorianos
    O reino Númenoriano se localizava na Ilha de Elena, que ficava no caminho entre a Terra-Média e Valinor. A ilha foi um presente dos Valar aos homens que se mantiveram fiéis ao longo da batalhas contra Morgoth na primeira era. Notadamente, esses homens pertenciam às três casas dos Amigos-dos-Elfos e seu primeiro rei, Tar-Minyatur (Elros) possuía sangue Humano, Élfico e Maiar.
    Aos homens de Númenor, chamados de Dúnedain, foi dada uma vida muitas vezes mais longeva que a dos homens comuns e tornaram-se na aparência, e mesmo nos poderes da mente, dificilmente distinguíveis dos elfos. Com uma longevidade maior, os homens de Númenor tornaram-se excelentes artífices, mas se especializaram na construção de barcos, sendo considerados os maiores navegadores do seu tempo.
    O Akallabêth narra a história da ascensão e queda desse Reino e de seu povo.

    Texto Principal:
    TOLKIEN, J.R.R. Tolkien. Akallabêth in O Silmarillion. Pag. 327-359. São Paulo: Martins Fontes, 1999.


    Leitura Complementar:
    TOLKIEN, J.R.R. Tolkien. Carta 131: para Milton Waldman in As Cartas de J.R.R Tokien. Pag. 140-156. Curitiba: Arte e Letra Editora, 2006.
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    - The History of Middle- Earth 10
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    – The History of Middle- Earth 12

    Baseado no texto principal, opine: De que forma a recompensa dada pelos Valar aos homens se tornou sua ruína?
     

    Arquivos Anexados:

  3. Re: [LEITURA DIRIGIDA *beta*] Akallabêth: A queda de Númenor

    opa ! que bom que o projeto foi posto em prática.

    Akallabêth é um dos meus textos favoritos , a dádiva dada aos homens foi sua ruína devido a ganância dos homens. Vejo relação entre a queda de númenor com a fuga dos Noldor de Valinor. Ambos os fatos estão relacionados com a cobiça dos filhos de Iluvatar.

    Não acredito que Sauron foi o responsável pela queda , ele foi sim o estopim para tudo. Aprendi que ninguem motiva ninguem , a motivação e o sentimento são coisas internas.

    A cobiça pertençe a todos filhos de Iluvatar.
     
  4. Duilin

    Duilin Eruhín Alcarohtar

    Re: [LEITURA DIRIGIDA *beta*] Akallabêth: A queda de Númenor

    Toda a parte sobre Númenor tanto no Silmarillion, quanto nos contos e em tantos outros textos sempre me pareceram cansativos, talvez por serem menos fantasiosos que os primeiros contos.

    Mas com esse projeto de leitura vou reler, inclusive imprimi os textos sugeridos daqui da Valinor para poder acompanhar melhor...
     
  5. Calenardhon

    Calenardhon Cavalariço de Rohan

    Re: [LEITURA DIRIGIDA *beta*] Akallabêth: A queda de Númenor

    Muito antes de Sauron chegar os reis de Númenor começaram a se tornar gananciosos. Sauron só colocou tudo que eles tinham vontade de fazer em prática
     
  6. Shantideva

    Shantideva Adoro elfos ruivos!

    Re: [LEITURA DIRIGIDA *beta*] Akallabêth: A queda de Númenor

    Como dito, a ganancia é um traço não só dos homens, mas dos filhos de um modo geral. Sauron ter aproveitado isso foi "natural".
    Mas será que os valar não tiveram nenhuma participação nisso? O fato deles isolarem os homens em uma ilha (assim como os elfos em Aman) não contribuiu pra nada?
     
  7. Calenardhon

    Calenardhon Cavalariço de Rohan

    Re: [LEITURA DIRIGIDA *beta*] Akallabêth: A queda de Númenor

    E ainda por cima perto de Valinor, e em contato constante com elfos, porque de vez em quando eles velejavam até lá. E ainda tinha a Interdição, com aquela velha regra do "Tudo que não pode é mais gostoso"...
    Por isso eu disse algumas Eras atrás que a criação de Númenor foi um teste para os homens.
     
  8. Lord Treville

    Lord Treville Ciências Sociais do Boteco

    Re: [LEITURA DIRIGIDA *beta*] Akallabêth: A queda de Númenor

    Pela distância muito curta entre Númenor e Valinor, e pelas constantes visitas dos elfos, instigou no coração dos homens, com o tempo, a inveja por não terem a vida imortal.. mas reações semelhantes podem, com tranquilidade, ser observadas em todas as criações de Eru, a tirar por Melkor, um Valar..
    Seria imprudente ligar a ruína de Númenor única e exclusivamente à Sauron..

    Sauron é um grande gênio.. teve um grande mestre que o ensinou tudo q precisava saber sobre a malícia, maldades e afins..
    Muito ardiloso, via em seres bondosos e de corações puros o que poderiam vir a se tornar se lhes fosse mostrado a chance de conseguir poder..
    É tao astuto que se deixou ser feito prisioneiro, sem resistência, com o único proposito de acelerar algo que já havia começado em Númenor.. Era um cretino mesmo..
     
    Última edição: 9 Jul 2008
  9. Shantideva

    Shantideva Adoro elfos ruivos!

    Re: [LEITURA DIRIGIDA *beta*] Akallabêth: A queda de Númenor

    O desejo dos homens pela vida imortal, veio não somente porque eles avistavam toda bem-aventurança de Valinor, mas principalmente, pq eles agora tinham uma vida mais longeva, sem doenças, dores ou guerras. E, assim como os elfos, eles passaram à ter muito apego às coisas feitas com suas habilidades. A pergunta que fica é se o erro dos Valar foi tê-los isolado na ilha, tê-los dado uma vida mais longeva (alterando de certa forma aquilo que eles são?) ou as duas coisas juntas.
     
  10. Re: [LEITURA DIRIGIDA *beta*] Akallabêth: A queda de Númenor

    acredito que os dois fatores influenciaram, mas com certeza o fato da vida mais longeva foi mais relevante.

    o esplendor do reino de Numenor , não estava localizado na ilha abençoada e sim nos seus valores. a ilha de elena apenas servio de morada para sua ascensão.

    Agora uma vida mais longa e sem doneças, acentua a inveja da imortalidade. é uma questão simples de qualidade vida, quanto mais se vive em boas condições mais é a vontade de viver.
     
  11. Duilin

    Duilin Eruhín Alcarohtar

    Re: [LEITURA DIRIGIDA *beta*] Akallabêth: A queda de Númenor

    Que raiva, escrevi mó postzão e cadê ele?! :think:
    Agora eu vou ter que repensar toda a linha de raciocínio que segui...

    Então só devo voltar a postar aqui nesse tópico amanhã... =/
     
  12. Almirante Ackbar

    Almirante Ackbar Usuário

    Re: [LEITURA DIRIGIDA *beta*] Akallabêth: A queda de Númenor

    Eu responderia com apenas uma palavra, o medo.

    O medo de perder conduz à perda. Aliás, o medo costuma conduzir mesmo ao seu objetivo.

    É muito fácil colocar a culpa no outro, se os Valar erraram foi por pura inocência. Eles não são seres perfeitos, Tolkien deixou claro que todas as criaturas, salvo Eru, estavam sujeitas ao fracasso.

    Carta 156:
    "Mas nesta "mitologia" todos os poderes "angélicos" concernentes a este mundo eram capazes de muitos graus de erro e fracasso entre a completa rebelião satânica e malignidade de Morgoth e seu satélite Sauron, e a indolência de alguns dos outros poderes mais altos ou "deuses"

    Era natural que os homens partissem designado por Eru, prolongar suas vidas pode gerar conflitos na "razão humana".
     
  13. Morgomir

    Morgomir Ou não.

    Re: [LEITURA DIRIGIDA *beta*] Akallabêth: A queda de Númenor

    Sim, concordo. Medo e cobiça são as causas óbvias dos atos mais extremos dos seres humanos dos seres humanos. Você dá uma mão e logo eles querem um braço, uma Terra Imortal etc.
     
  14. Éomer

    Éomer Well-Known Member

    Re: [LEITURA DIRIGIDA *beta*] Akallabêth: A queda de Númenor

    Na verdade talvez o grande erro tenha sido a criação de um reino de seres mortais tão próximo à terra Imortais. As vezes eu acho os Valar seres de uma ingenuidade atroz. Pois não perceberam as conseqüências que conceder uma longevidade tão grande a um povo que está destinado a ser mortal, no começo tudo seria novidade, havia um reino a construir, um povo a ser formado e coisas novas a descobrir. Mas chegaria um dia que aquelas terras se tornariam pequenas, haveria a necessidade de se expandir, essa expansão se faria através do mar, o que era natural a um povo insular. E é claro que ganhando o mar a tentação de se chegar a terras imortais se tornaria muito grande. Junte-se a isso reis megalomanicos, um povo que abandonou o caminho correto e um mau conselheiro como Sauron e a coisa não poderia ter sido diferente.


    P.S. Faz algum tempo eu criei um tópico chamado
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    , onde levantava essa questão de a criação de um reino separado da terra média ter sido a causa da ruína de Numenor. Tem umas respostas bem interessantes do pessoal. Seria um bom complemento para esse tópico.
     
    Última edição: 10 Jul 2008
  15. Morgomir

    Morgomir Ou não.

    Re: [LEITURA DIRIGIDA *beta*] Akallabêth: A queda de Númenor

    Talvez, Tiberius, não fosse nem a proximidade mas a negligência quanto a dar informações aos Homens. Pessoas ignorantes ou desamparadas comumente seguem líderes, no caso Sauron que os enganou com promessas de coisas que, simplesmente, eles nunca poderiam ter.
     
  16. Almirante Ackbar

    Almirante Ackbar Usuário

    Re: [LEITURA DIRIGIDA *beta*] Akallabêth: A queda de Númenor

    O engraçado é que lendas, contos ou tradições como o Athrabeth Finrod ah Andreth eram conhecido pelos númenorianos.
     
  17. Shantideva

    Shantideva Adoro elfos ruivos!

    Re: [LEITURA DIRIGIDA *beta*] Akallabêth: A queda de Númenor

    É verdade, mas a vida dos homens foi alongada, não necessariamente sua memória. E provavelmente na época em que as coisas começaram a desandar, essa lenda e outras poderiam ter sido "esquecidas". Os Númenorianos tinha conhecimento da natureza deles próprios e da natureza dos elfos, e que esta tinha sido designada por Eru, e não poderia ser modificada. O que acho que eles queriam na verdade não era ser como os elfos, era ter mais vida na carne, numa tentativa de adiar seu proprio destino. E isso, os Valar poderiam fazer, mas não imagino até que grau.
     
  18. Calenardhon

    Calenardhon Cavalariço de Rohan

    Re: [LEITURA DIRIGIDA *beta*] Akallabêth: A queda de Númenor

    Os númenorianos foram um império que cresceu e caiu, como qualquer outro. Eles não estavam presos à ilha, apenas não podiam ir às Terras Imortais. Tanto que navegaram para muitos lugares por toda a Terra-Média e estabeleceram colônias lá. Mas sua vida alongada e próspera gerou o medo da morte, e eles passaram a considerar a dádiva da morte de Ilúvatar como um castigo, e invejaram os elfos. Foi sua própria glória que trouxe sua ruína.
     
  19. Duilin

    Duilin Eruhín Alcarohtar

    Re: [LEITURA DIRIGIDA *beta*] Akallabêth: A queda de Númenor

    Respondendo à essa pergunta inicial, eu diria o seguinte:

    Desde o princípio, os homens encaram a morte como algo ruim e não como uma dádiva de Eru como contam os Eldar e os Ainur. Como podemos ver em Athrabeth Finrod Ah Andreth.

    Nesse texto Andreth sugere que a existência dos homens tenha sido corrompida, por isso a morte. Talvez essa crença fosse superada se os Valar tivessem tido mais cuidados com os Edain.

    Os homens por longos anos viram a morte como algo ruim, como um castigo.
    E por não entenderem que se tratava de uma dádiva e por não compreender o que de fato lhe era reservado, temeram à morte. E por medo de morrer, invejaram os Quendi.

    Viveram por muitas gerações, sendo amigos dos elfos, mostrando alegria, felicidade e convivendo e lutabdo lado-a-lado com os primogênitos, porém, uma sombra - talvez herança da suposta corrupção causada por Melkor em sua essência - ainda estava com eles, ofuscando os mistérios de Arda.

    E assim foram seus dias, até o perdão doa Valar, o fim da Guerra da Ira e a escolha de Elros.

    Parece que Elros e os primeiros Dénedain (e alguns outros poucos como Aragorn) foram os poucos de todos os homens que conseguiram perceber sua verdadeira dádiva e por isso, depois de terem completados seus dias aqui, trabalhando em benefício de Arda, se permitiam levar de seu corpo, separando enfim seu Fëa que não estava tão ligado à terra quanto os espíritos dos elfos.

    Porém esse conhecimento se perdeu por muito tempo, por muitas gerações, e a sombra voltou a atormentá-los. Sua história foi perdida aos poucos. Um exemplo interessante podemos ver no trecho a respeito de Tal-Elmar. Os homens há muito deixaram de dar valor ao que não era lógico ou que não tinha uma explicação racional (isso se reflete hoje entre nós tbm).

    Enfim, com influência de Sauron esse reconhecimento da dádiva foi eliminado da cultura dos homens do oeste, a sombra que estava em seu íntimo foi retomada, e todo o medo e inveja que tinham dos imortais passou a tomar conta de sua consciência e interferir em sua razão, até que passaram a odiar aqueles que eram de natureza diferente.

    Com o crescimento de seu poder, acreditaram que poderiam mudar sua essência e alterar o plano original de Eru, julgando novamente a morte como maldição, como castigo e assim, encontraram de vez sua ruína. E não pela proximidade ou pelo presente dos Valar, e sim pelo medo, pela inveja, pela disórdia que criaram em seus corações influenciados pela sombra do mal.
     
    • Ótimo Ótimo x 1
  20. Almirante Ackbar

    Almirante Ackbar Usuário

    Re: [LEITURA DIRIGIDA *beta*] Akallabêth: A queda de Númenor

    Mas que natureza esquisita essa nossa hein!!!
     

Compartilhar