1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Legend of Black Heaven (Kacho-Oji, 1999)

Tópico em 'Anime & Mangá' iniciado por Faramir Estel, 16 Jan 2006.

  1. Faramir Estel

    Faramir Estel By Demons Be Driven

    Legend of Black Heaven trata de história de Oji Tanaka, um típico assalariado japônes. Mas o cara já teve um passado de sucesso quando era guitarrista da banda Black Heaven, que fez um enorme sucesso no Japão, infelizmente, ele teve que largar tudo isso para ter um emprego decente e sustentar sua mulher e filhos.
    Quando, de repente, sua vida muda quando ele descobre que quando está tocando sua guitarra, um super canhão estelar de combate a alienigenas começa a funcionar, e os "controladores" do canhão logo mostram interesse nele.

    O anime em si é muito bom, especialmente pra quem é fã de rock setentista em geral. O titulo dos capitulos sempre é referente a alguma musica (These Are THe Days of Our Lives, Stairway to Heaven, All Night Long, Space Child), além das referencias ao guitarrista Michael Schenker (UFO, Scorpions, etc).
    É muito engraçado ver Tanaka com sua idade já um pouco avançada tentando usar calça de couro, cabelo loiro, etc.
    Falando em Tanaka, ele é um protagonista e tanto. Mesmo com o passar dos anos ele nunca desistiu do sonho de ser rockstar, mas embora as vezes ele tenha tentado parar, mas sempre seguindo seu sonho em frente.

    O erro do anime foi ter incluindo toda essa história de espaço e tals. A animação das batalhas espaciais é ridicula, e a parte que envolve isso não gera tantas risadas. Se tivessem dado o foco a Oji ainda tentando ser aquele cara de muitos tempos atrás, seria uma série ótima.
    Ah, a abertura fica por conta de "Cautionary Warning" do John Sykes (ex-guitarrista do Whitesnake), e a ending é ridicula, com uma musica nada a ver com a proposta do anime.
     

Compartilhar