1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

[L] [Washu=chan][Estrelas do Ontem]

Tópico em 'Clube dos Bardos' iniciado por Washu_Hakubi, 2 Dez 2002.

  1. Washu_Hakubi

    Washu_Hakubi Usuário

    [Washu=chan][Estrelas do Ontem]

    Estrelas do Ontem

    As primeiras pedras que Fëanor criou eram brancas e sem cor, mas quando expostas à luz das estrelas, brilhavam com raios azuis e prateados.
    *****
    Sim, era isso mesmo.Sem exagero algum, elas continuavam brilhando com a mesma intensidade da primeira noite em que contemplaram as estrelas de Ilúvatar.
    Seria tudo isso resultado do talento e trabalho dele, ou a força vital inabalável das Terras Imortais é a conservadora desse brilho eterno?Bem, há algum tempo chegara à conclusão de que toda obra proveniente dele e de todo elfo só era possível graças ao viço reinante em Aman.Até mesmo...
    - Aquelas malditas pedras!
    Novamente, as lembranças a conduziam ao mesmo pensamento.Se não fosse aquela idéia...Quem sabe...
    Desviou os olhos da janela aonde as duas gemas brilhavam, indiferentes aos seus devaneios.Procurou desviar-se de recordações dolorosas.
    *****
    Já passa da hora da ceia. A comida esfria, diferente de seu cérebro.
    - Está preocupada comigo?
    - Não quero comentários de que na casa de Mahtan os hóspedes são tratados com descaso.
    - Eu jamais diria uma palavra contra seu pai ou sua casa, você sabe disso.
    - A única coisa que sei é que está empenhado nestes metais com maior paixão do que o costume.Algum motivo especial?
    - Então, chegamos ao ponto. Não é comigo ou com comentários que está preocupada, mas morre de curiosidade sobre o que faço. Não é?
    - O aguardamos para a ceia, ferreiro.

    *****
    Tanto tempo se fazia desde aqueles dias que até pareceria um sonho de infância, não fossem as marcas deixadas.Tão profundas e tão presentes quanto a luz das gemas na janela.
    - Eles se foram! Todos se foram!
    Aquilo também parecia um sonho...Mas a parte assustadora.A escuridão, o pânico, a sensação de impotência...
    Não havia mais estrelas para alimentar o brilho das primeiras pedras de Fëanor...E não haveria mais espaço para os dias felizes de antes, quando ainda era possível falar de amor.
    *****
    - As estrelas hoje parecem mais vivas do que nunca.
    - As estrelas são sempre iguais. Percebe-las ou não, depende dos olhos que as contemplam.
    - Gostaria de ter uma estrela, Nerdanel?
    - Ter uma estrela? Ora, isso não é possível nem mesmo para você, Fëanor.
    - Feche os olhos.
    - Em que está pensando, ferreiro?
    - Não estou pensando em coisa alguma. Não confia em mim?
    - Muito bem. Dê-me motivos para isso.

    Foram apenas alguns segundos de espera.
    - Abra-os agora.
    Era encantador.Nas mãos do elfo, duas gemas translúcidas faiscavam em matizes brilhantes, como se houvessem sido colhidas do próprio firmamento.Incrédulo, o olhar de Nerdanel encontrou o de Fëanor, que sorria em triunfo.
    - Gostaria de ter uma estrela?
    Ela sorriu.
    - Estrelas fabricadas em seus fornos, Fëanor?
    - Uma estrela é sempre uma estrela.Mas não foi me inspirando naquelas, tão distantes, que eu poderia criar estas aqui.

    Ele aproximou-se mais da jovem, fitando-a.
    - Estes olhos foram a minha inspiração, Nerdanel.As estrelas de Aman moram neles e todos contemplam sua beleza, exceto a possuidora de tamanho tesouro.
    O sorriso dela aumentou, permitindo que ele fosse até o fim.
    - Por isso estas gemas existem.Você merece saber a luz que emana através desse olhar.Por favor, aceite-as como prova de minha admiração, carinho e..amor.Dizem que os olhos são o espelho da alma, Nerdanel.E eu me apaixonei pelos teus.
    - Tem noção de quão jovens somos, Fëanor?
    - Estamos em Aman.Isso realmente conta?

    Sem dizer mais nada, ela uniu suas mãos às dele, segurando as suas estrelas. Mesmo escondidas, o fulgor de ambas parecia atravessar a carne sem perder um pingo se sua força.Eram realmente encantadoras, as primeiras pedras de Fëanor.Encantadoras como a inspiração para sua concepção, os olhos de Nerdanel, a Sábia.
    FIM.
     
  2. Washu_Hakubi

    Washu_Hakubi Usuário

    Ficou meio curto...mas finalmente eu consegui escrever alguma coisa com a Nerdanel. Pretendo fazer mais contos curtos sobre ela e o Fëanor, quando as idéias aparecerem... Essa hjistorinha surgiu no meio de uma aula chata de nem-lembro-mais-o-que, e eu não queria encompridar muito...espero ter conseguido passar o que queria :lily:
     

Compartilhar