1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

[L] [Vinci] [Storn, Cristopher e Familiares]

Tópico em 'Clube dos Bardos' iniciado por Vinci, 12 Jan 2003.

  1. Vinci

    Vinci Usuário

    [Vinci] [Storn, Cristopher e Familiares]

    -Spavogell. – disse Storn
    - Ah, o Spavogell. Vi ele acho na guilda de necromantes, parecia... ocupado. – disse Cristopher.
    - OCUPADO? ESTÁS PENSANDO TÃO INGENUAMENTE! Não devias ter meu sangue, sabia?
    - O que foi? Spavogell está tão intricado em coisas que te incomodam? – disse Cristopher.
    -Coisas? Ele quer se tornar um lich! Um lich! Se não fosse pelo fato de você as vezes me convencer ao contrário, eu o teria feito antes.
    - PUTZ! Um lich?
    - Não, o que eu disse, idiota? – disse Storn
    - Ok.
    Cristopher notava que Storn parecia um tanto nervoso com aquilo. Certa hora, ficara tão irritado que uma fumaça azul-cinzento subia de sua mão. Seus cabelos se esvoaçavam parecendo também impacientes perante ao fato.
    Cristopher e Storn embora gêmeos eram diferentes. Nem seus cabelos tinham a mesma cor, mesmo que fossem de pais ruivos. Storn tinha mudado de cor o cabelo pois após vários experimentos alquímicos ele simplesmente mudou.
    Certa vez um velho mago dera a cada um um curinga de um jogo de cartas. O curinga da personalidade, que em versos dizia como era a pessoa.
    Cristopher teve este verso:
    “Bom e alegre como um hobbit vindo de uma terra de eterna primavera”
    Storn teve este:
    ”Esperas o outono com frieza e o inverno com impaciência. És alegre assim como as folhas que caem das copas de árvores.”
    - A guerra vai começar. Vejo pelas folhas que caem mais alertas, entrando para mais dentro de casa, Cristopher. – disse Storn friamente.
    - Sinto também isso, Storn... Sinto mesmo. – disse Cristopher
    - Chama a teus familiares, Cristopher! Quero algum tempo alegre por enquanto. Vamos dormir no sótão, que é acolchoado e tem ótimas camas. Fica com teus familiares numas que eu ficarei também numa das 12 camas. – Storn parou subitamente e respirou – O outono me fará escolher aquela mais afastada, mais escura. Talvez por que o cobertor seja todo estampado com folhas quase reais ao olhar despercebido.
    - Eles devem estar na cozinha. – disse Cristopher. – Quanto a mim, com certeza ficarei com aquela de dois cobertores.
     
  2. Vinci

    Vinci Usuário

    Conversas No Sótão
    Chegara a noite. Cada um dos quatro familiares escolhera uma cama, enquanto Storn ficava afastado.
    - Lembro-me no outono quando estavas viajando Storn. Dormimos eu e alguns familiares no sótão. Eu pensava que seria agradável o resto de nossos anos. – disse Cristopher.
    - Ilude-se com fantasias. Patético. – disse Storn
    Kagero, a águia (LEIA OUTONO!!!) disse:
    - Spavogell sinistro nome este. Nunca ouvi falar nele.... – disse Don Kagero a águia
    - Eu já! Ele é... Sinistro, realmente. – disse Linne, a coruja
    - Também nunca ouvi falar. – concordou Sigmond, o pequeno dragão
    - Troquemos de assunto. Detesto o nome e o Spavogell em si. TROQUEMOS AGORA, OUVIRAM? – disse Storn
    Um silêncio reinou.
    Breve Linne dormira. Kagero adormecera meio que rapidamente também.
    - Cristopher. – disse Storn
    - O que? – disse Cristopher
    - Os Kharfhad são nossa família inimiga. –disse Storn
    - E daí? – disse Cristopher
    - Você sabe o que uma pessoa tem de fazer pra se tornar um lich completo?
    - O que?
    - Destruir duas pessoas fortes em todos sentidos da família inimiga. – desse Storn
    - E...
    - Somos nós. Spavogell Kharfaad.
    - Putz!
    - Sim.
    - Então...
    - Tenho razão em estar tenso – diz Storn fechando a conversa.
    O tempo passa. A única coisa que se ouve é um relógio que agora contava os segundos como séculos. Cada tic-tac um rangido na noite.
     
  3. Vinci

    Vinci Usuário

    Tio Mágico Ralphetikalfee
    Eles acordaram..
    Storn sentia uma presença de longe. Talvez um velho amigo. Mas ele sentia uma presença boa, que lhe dava um pouco de esperança.
    Logo após um farto desjejum, Cristopher e seus familiares liam – O jornal do dia e livros – enquanto Storn ficava esperando a presença que chegava cada vez mais perto.
    Toc...Toc...Toc...
    Storn levantou e subitamente abriu a porta.
    - Ralpheti! Meu caro! Tio Mágico...Hehe! – disse Storn contido pela felicidade ao ver o tio mágico
    - Ora meu caro! Eu apareceria aqui uma hora ou outra, mas agora o assunto é sério... Todos os leprechauns de minha terra já comentam que Spavogell quer se tornar um lich.
    - Sério? Eu conduzi a notícia aqui em casa. Conduzir ela até a infinidade do mundo afora é muito perigoso. Ainda mais pois sou quase vizinho do perigo. – disse Storn – Eu estou em perigo, cara...
    - É, eu sei.
    Os familiares após ouvirem a voz do leprechaun correram para o saguão principal e começaram a falar continuamente:
    - Tio mágico, tio mágico! – diziam, pelo menos o que era entendível, pois falavam rápido e todos ao mesmo tempo.
    Cristopher então decidiu ver quem era. Não ouvia muito bem os “tio mágico” que os familiares falavam, pois como já disse, eram quase inintendíveis (escreve assim?).
    - Velho Ralpheti! Tio mágico! – disse Cristopher também.
    - Venho aqui pois sou também mago. Preciso proteger vocês já que são de minha família... .
    - Ahn... Como o tio mágico é da nossa família se ele é um leprechaun? – perguntou Sigmond
    - Conhece o nome do rei dos Anões de Gharbaht? – disse Storn
    - Não. – disse Sigmond
    - Gharth Bhouldash – Kodvar... Existem muitos, mas muitos Kodvar. – disse Storn
    - Com certeza... Meus caros, trouxe a alquimia pura até vocês! Tenho aqui algumas coisas que preciso terminar e alguns projetos. Alguns venenos para combates, caso eles existam e apenas isso.
    - Interessante. – disse Storn – Acho que não existirão. Spavogell ainda é indefeso enquanto não tem poderes de Lich. Temos apenas que pega-lo num ataque furtivo.
    - Uma coisa tenho a avisar: esta semana alguns Gabriel Rachets virão aqui... Informação dita a mim por um valioso espião. – disse o Tio Mágico – Então centrem os bens no sótão. Tudo mesmo. Sorte que lá no segundo andar fica também o laboratório. Eu explico tudo com mais calma a noite, durmiremos em algum lugar.
    - Sótão. – disse Linne
    - É, sótão! – disse Kagero
    - Ok... Sótão. – disse o Tio Mágico
     

Compartilhar