1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

[L] [Vinci] [Cena do Crime]

Tópico em 'Clube dos Bardos' iniciado por Vinci, 26 Mai 2003.

  1. Vinci

    Vinci Usuário

    [Vinci] [Cena do Crime]

    Cena Do Crime

    O corpo estava lá, morto, frio. Marcas de sapatos cobertos de sangue estavam no chão, e iam ficando mais secas e escassas quanto mais se afastavam do cadáver.
    De repente, o mau agouro, o melancólico canto da coruja. A madeira estala com o frio. O ar fúnebre do local é incômodo, e cada um desses estalos faria um homem morrer, de susto.
    Vento, o ranger de portas. As janelas batem, misteriosamente. Só pode ser o vento. As portas batem, rangem. É o vento.
    A expressão de terror na face da vítima a tornava ainda mais macabra do que o normal. Um exemplar de “A Morte” cai. A torneira. A torneira começa a pingar, como se estivesse programada para tal coisa.
    De repente, ouve-se um trovão. A chuva começa a cair. Ela e a torneira estavam conspirando.
    Se o mau agouro da melancolia, do canto da coruja, já parecia demasiamente assustador, macabro, fúnebre, o bater de asas do corvo. Outro trovão, quase concomitante.
    Ar frio. O morto parece ganhar vida. Ou o espectro dele nos assombrando. A face parece mudar, os olhos parecem piscar.
    Face do morto, porém, continua lá. Parada.
    Ouvem-se passos apressados. É o frio, o ranger, o vento. Ou não.
     
  2. Saranel Ishtar

    Saranel Ishtar Usuário

    Q legal!^^
    Amei, amei, amei!!!!
    Show!!!!!!
     
  3. Vinci

    Vinci Usuário

    Muito obrigado!
    Estou tentando fazer textos menores, para mais pessoas lerem... :mrgreen:
     
  4. V

    V Saloon Keeper

    Seria interessante se vc desenvolvesse eles.

    Quando a coisa parece que vai chegar em algum lugar... acaba. :tsc:

    Mas vc evoluiu muito desde a primeira vez que postou aqui. Não deixe que a preguiça alheia te desanime a escrever histórias maiores.
     
  5. Vinci

    Vinci Usuário

    Valeu, V! Faz tempo que não comenta algo meu. Esse texto foi feito para ser assim mesmo, rápido.
    Mas é interessante imaginar a cena...
    Eu continuo com meu clássico Autumn Leaf, com quase 60 páginas de Word...
    E, tem razão, eu postei muito clichê aqui, já. Mas eu tinha 9, 10 anos na época. (eu tenho 11 :mrgreen: )
     
  6. Ogden

    Ogden Usuário

    hmm..
    como descrição ficou mto bom mesmo...
    mas faltou alguma coisa...
    talvez um desfecho mais...
    sei lá, mais "finalizante" ou coisa do tipo

    mas eu gostei
     
  7. V

    V Saloon Keeper

    Faz tempo que eu não comento nada de ninguém. :mrgreen:

    Mas não pensem que o fato de eu não ler os textos significa que eu não leio os tópicos. :evil:

    Anyway, eu entendi sua idéia, mas esse trechinho seria interessante como o início de uma trama policial. But then again, talvez eu só tenha lido por ele ser tão curto. :mrgreen:
     
  8. Vinci

    Vinci Usuário

    Eu só leio coisas que apertando SPACE duas vezes acabe. :lol: :lol:
     
  9. V

    V Saloon Keeper

    Seu texto precisou de um Page Down. 8-)

    Mas falando sério, textos curtos podem ser bons, mas raramente são brilhantes. Precisa escrever muito bem pra fazer um texto curto realmente notável.
     
  10. Liurom

    Liurom Usuário

    Parabéns Vinci.
    Seu texto é muito inteligente. :clap: :clap:
    Gostei bastante mesmo. Acho que não precisaria ser um início para uma outra história. O mini-conto vale por si mesmo. Muitos grandes autores escrevem contos desse tamanho (como o Dalton Trevisan).

    Acho que o caráter bem aberto do texto é um qualidade. Você insinua alguma coisa e depois nega o que insinuou. Isso surpreende o leitor, o que pode criar até um certo efeito cômico, como no último parágrafo:

    Se fosse uma história mais longa, a insistência nessa espécie de abordagem poderia ser um problema, já que o leitor não ia ter como entender muito bem o que estava acontecendo. Num texto curto, ela é um instrumento útil muito bem explorado por você.

    Parabéns.
     
  11. Vinci

    Vinci Usuário

    Valewz!!! Estou tentando escrever cada vez melhor. Mas eu quero escrever uma saga... O único problema é que a "idéia" ainda não surgiu...
     
  12. concordo vinci....o texto ficou muito bom.....e bem facil de ler.....

    o final tb gostei muito, ate achei q vc iria colocar algo comico...mas como jah disse o liurom fico interessante,.... :mrgreen:
     

Compartilhar