1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

[L] [Theonan][Míhan - A terra perdida]

Tópico em 'Clube dos Bardos' iniciado por Mithrandir- o Branco, 26 Jan 2004.

  1. [Theonan][Míhan - A terra perdida]

    [Míhan - a Terra esquecida]

    [Introdução - Deondor]

    Depos de longos anos que se passaram na Quarta era, um novo povoado foi criado em Gondor e Rohan foi tido como uma cidade estratégica que possuia uma imensa torre de guarda no centro e duas pouco menores em suas laterais, todos tomavam muita spreocupações mais não havima ataques e nem saques a muito tempo. Havia uma Alta casa em Deondor, e seu rei era de uma linhagem, seu nome era Theonan e era neto de Éomer e filho de Theoduin. Defendia sua terra com o comércio e o lugar era muito conhecido por suas Estalagens e sua alta compania de Guarda. Eram como Guardiões da estrada por onde passavam viajentes vindos do norte e indo a leste todos os dias. Mas um dia de calma rondava naqueles campos e o rei decidiu sair do seu Palácio de Prata e ir a Gondor, chamou 2 dos melhores arqueiros da compania de guarda e avançou rumo a estrada. Cerca de 2 horas se passaram e lá estavam os 3 homens invadino o Pelennor e do alto das muralhas as Trombetas tocavam anunciando, ¨Theonan, filho Theoduin, Rei de Deondor¨ e assim entrara no primeiro circulo em grande velocidade. Avançavam e ao mesmo tempo espiavam as casas de pedra e um silêncio maestral pairava sobre Gondor, dúvidas vinha à cabeça de Theonan e com isso a vontade de chegar a cidadela e saber o que houvera era inusitadamente desejo mais profundo do rei naquele momento. Assim chegou com seus homens a cidadela, os deixou com seu cavalo na entrada e pediu que fossem aos celeiros e alimentassem Renian, seu cavalo e que seu cuidassem pois pretendia voltar ainda hoje a Deondor. Entrou pelo portão principal e um grande conselho era formado naquele momento e uma discussão interminável, parando de súbito enfrente a mesa viu que ali estavam as pessoas mais importantes da Terra-Média, eram 6, Aragorn - Rei de Gondor, Imrahil - Dol Amroth, Gandalf - O branco, Arwen - Rainha de Gondor, Faramir - Linhagem dos regentes e Galadriel. Uma surpresa Brangia nos olhos de Theonan, pois nunca em toda sua vida pensaria em encontrar tamanho conselho reunido.
     
  2. [Capítulo 1 - Grande decisão]

    logo foi lhe direcionado o assunto, de uma forma rápida:

    - bem vindo Theonan, filho de Theoduin - disse Gandalf - que notícias traz das fronteiras?
    - Tudo muito calmo desde que assumi o trono, Mithrandir - disse Theonan - Mas a Senhora Galadriel e o Senhor Corvo da tempestade não viajaram por esses mares até a terra imortal? - Perguntou Theonan.
    - Sim, Alto rei mais questões importantes me trazem aqui, e por isso formamos esse conselho que também será de seu interesse - disse Gandalf
    - Então contem-me o que há - respondeu Theonan

    E com isso Aragorn se levantou e avriu o grande mapa da terra-média apontando pro Sul e com isso foi lhe contado que a força dos Haradrim almentava a cada dia e que eles deixaram de saquear nossas terras e começam a atacar terras menores como o condado, e um outro assunto estava assombrando o sul uma praga estava sendo feita para destruir as plantações e também a indicios da formação de uma Frente de ataque dos Corsários de Umbar. Assim o conselho conversou, discutiu e proclamou por horas até que Galadriel citou que eles não poderima ter forças suficientes para conseguir tamanho poder em tão pouco tempo existiam boatos de grandes caravanas de 20 à 30 Olifantes rodando as terras do Sul, se eles decidissem atacar o reino do homens estariam ameaçados assim Aragorn levantou:

    - Senhora Galadriel, suas fontes de sabedoria saberiam daonde vem tamaho pode? - perguntou Aragorn
    - Claro, vi em minha água de sabedoria tudo que se passava no Sul e por isso vim comunica-los junto com o Peregrino branco - respondeu Galadriel - Uma pedra chamada Darmina e ela se encontra nas terras Perdidas de Míhan, onde os grandes contos nos revelam que ela cede o poder que quem deseja precisar, mais ela exige muito entroca, como a alma dos mortos assumirem os corpos dos vivos, por isso não duvido que grandes nomes dos mortos estejam assumindo os corpos dos Haradrim e seu desejo somente é o derramamento de sangue. Um pensamento irreal e comparavel a de certos imingos da sombra que deseja ver o mundo dos homens tombar, e é preciso que decisões e justiça sejam feitas antes que tudo esteja a nossas portas por isso peço que o rei pedra élfica resolva sozinho o futuro de sua terra e de todos que abrangem seus terrtórios além das montanhas.

    Logo depois que Galadriel saiu do salão junto com Gandalf, Arwen saiu junto porque ia cuidar de seu filho e os 4 homens ficaram ali sentados, pensando calados. Até o momento em quem theonan resolveu quebrar o silêncio com palavras sábias:

    - nunca desembanhei minhas espada em grandes guerras, por isso minha mente é aberta e vejo um grande conflito, e os Haradrim teriam que dar uma volta inteira pela terra-média pra exercer seu plano.
    - não, sua tática é bem simples e ao meu ver podemos ganhar se começarmos a unir forças e a erguer forças contr ao inimigo. O condado é fraco por isso eles vão atacar lá pra ter aonde se estabelecer primeiro em nosso campo e depois começaram a devastação, irão descer pelas terras Pardas e seguir atacando Rohan, Deondor, Osgiliath e logo por ultimo Minas Tirith - disse Aragorn - Faramir preciso que fosse leve todos os arqueiros possiveis e fique plantado nos Portos cinzentos porque os corsários atacaram por lá.
    - Num estalo todos perguntaram ao mesmo tmepo como ele sabia disso.
    - Sei porque me foi enviada uma Carta Por Samwise Gamgi, Prefeito de Bolsão e foram visto corsários navegando cerca de 3 milhas dos portos - disse Aragorn - Por isso Faramir, você deve partir ainda hoje com uma tropa que você mesmo deve formar, eu irei espalahar formas de defesa por toda a terra-média e ficarei pra defender Osgiliathe e Minas Titith a cada um defenda o respectivo ponto que eu ordenar, serão batalhas duras espero que mais uma o reino dos homens prevaleça.
    - Mas Elessar, Também precisamos destruir a Pedra de Darmina - disse Gandalf imrrompendo do Portão - temos que destruíla por isso uma compania deve ser enviada para localizar as terras de Míhan e destruir a Pedra, terás que formar 4 proteções. Uma nos portos cinzentos uma logo atras se essa falhar e depois uma forte em Rohan e outra em Deondor e com isso todos devem ir recuando até formarem mais uam vez a batalha dos Pelennor onde Gondor teria muito mais vantagem. Se ganharmos tal batalha deveremos formar outra Sociedade e ao invés de carregar um fardo iremos atras dele, caçando até destruirmos Darmina.

    Os homens Levantaram e apertaram as mãos em sinal que todos os reinos dos homens estavam juntos e então ali começaram a nova resistência, que foi nomeada por gandalf de A Frente do Pelennor. Ia aoitecendo aos poucos e grandes corujas voavam o céu, todos agora se encaminhavam por grnades salões aonde o jantar seria servido, foram postas Mesas De Límpido pros senhores das terras dos homens e assim foi agradável a noite com Vinho, música e alegria diante de tal momento seria um dos poucos momentos que o riso seria estampado, pois a seriedade seria prioridade a frente dos dias.
     
  3. karenina

    karenina Usuário

    Aeeee
    Acho interessante imaginar os anos depois da Guerra do Anel... Sõ vc ajeitar mais a pontuação, alguns erros de gramática e ortografia, mas a idéia da boa!!!Beijosss
    ps - tirou Galadriel de Valinor =P
     

Compartilhar