1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

[L] [Sr. Cachopardo] [A Misteriosa Aventura]

Tópico em 'Clube dos Bardos' iniciado por Smaug, 10 Out 2004.

  1. Smaug

    Smaug Cacho

    [Sr. Cachopardo] [A Misteriosa Aventura]

    Título: A Misteriosa Aventura
    Autor: Demétrius "Sr. Cachopardo"
    Gênero: Romance & Aventura

    I

    Sr. Cachopardo era um hobbit que estava com muita energia interior, era jovem, tinha um pouco mais de idade que os hobbits vintolentes tem. Era sábio, lia muitos livros de relatos que se passavam na terra-média. Pouca parte destes ele presenciou e pouca parte dos lugares que aconteceram ele passou.

    Gostava muito das cores verde e azul, adorava a natureza e cuidava muito bem do jardim de sua toca. Vivia nos arredores de Bolsão, perto da Vila dos Hobbits. Tinha cabelos castanhos escuros, olhos verdes fortes, não era gordo, como a maioria dos hobbits, mas também não era magrelo. Ele era um tanto diferente dos hobbits, tinha um dom de inteligência impressionante, não fumava e nem bebia: era um hobbit intectual.

    Amava viajar para fora do Condado, pelo menos uma vez ao ano. Passeava pelas terras amigas, ia até valfenda. Sempre trazia novidades para Bolsão e para a Vila, contrariava as velhas tradições e era considerado um verdadeiro aventureiro, um hobbit especial. Porém outros comentavam que ele era aventureiro e inteligente de mais para sua idade: "Ele é maluco! Não deve ser filho de hobbits normais! Alguma magia há nisso" diziam os folgados e fofoqueiros hobbits que não trabalhavam e sempre estavam no centro das reuniões e festas hobbitianas.

    Mas enfim, Cachopardo nem se importava com estas opiniões, ele queria memso é ser feliz. Diziam numa época que ele andava suspeito e misterioso, pois saia apressado na maioria das vezes para fora do Condado. Visitava Bri, diziam, e tinha reuniões com homens misteriosos de lá, um deles era chamado de "Guardião". Não demorou muito e novas viajens aconteceram: desta vez era o "Guardião" quem foi até sua toca. Chegou de noite e saiu antes do Sol nascer.

    Muitos hobbits andavam preocupados, outros até nem ligavam: "Cachopardo e seus mistérios", dizia um velho hobbit, porteiro da entrada da Vila pelo lado Sul. Ele sabia até demais, via Cachopardo passar nas mais variadas horas do dia apressado e sem falar muito.

    Com o tempo as visitas do "Guardião" foi cessando e as viajens do Sr. Cachopardo também. A paradeira durou uns cinco meses: neste príodo de tempo os hobbits estavam é preocupados porque Cachopardo não viajava mais!

    Numa tarde, no dia 9 de Sacromês, quando o Sol brilhava forte e os campos brilhavam belos e verdes em todo o Condado, Margarida, uma hobbit, de cabelos claros e olhos azuis, saltou no jardim de cachopardo e disse:

    - Olá Cachopardo! Como seu jardim esta lindo!

    - Oi! - levantou a cabeça, pois estava regando umas flores e rapidamente respondeu - Obrigado Margarida! Que honra receber-te em minha toca. Queres ou precisa de algo ?

    - Oh, que atencioso! Não, obrigado mesmo, eu ouvi você assobiando e resolvi conferir o motivo de tanta alegria demonstrada através da bela harmonia de seu assobio.

    - Nossa, belas palavra e apropriadas para uma bela hobbit! - respondeu alegremente Cachopardo - Vamos, entre, entre em minha toca. Vamos tomar um chá!

    - Oh, não. É uma pena, tenho de ir, ainda preciso pegar uns cachimbos para meu pai, encomenddos lá na loja do caro Sr. Madeira - disse Margarida - Mas, digo, o chá pode ser servido mais tarde. Passo aqui mais tarde, para conversarmos.

    Assim despediu-se Margarida, filha de Júlia gramado, e foi indo em passos de quem tem todo tempo para se aproveitar, como uma hobbit livre. Sr. Cachopardo ficou feliz com a surpresa de Margarida, mas ele perdera a chance do chá, pelo menos na sua primeira jogada.

    Então passrama-se sias assim: na gloriosa paz dos povos livres no pequeno Condado com Cachopardo e todos os hobbits. Foi então que umas cinco semanas se passaram quando o "Guardião" e mais dois anões de barbas pretas passaram secretamente entre os hobbits até chegarem na toca de Sr. Cachopardo. Era noite, muito escuro, e o porteiro dormia, caído no sono depois de uma vigilância ardua durante as horas anteriores.

    Um dos anões bateu com seu machado na porta da toca do hobbit. O som ecoou por dentro da toca do Cachopardo, não demorou muito e ele abriu a porta. Apesar do sono, disse rapidamente para eles entrarem. nem memso até hoje sabe-se o que se discutiu na toca. Mas sabe-se que uma hora depois os três viajantes saíram.

    O dia amanheceu, poucos hobbits haviam acordado. O porteiro estava tomando seu café quando Cachopardo passou calmamente, sem transparecer pressa, e disse:

    "Até logo Daniel! Vou fazer uma viajem, não se preocupe, diga para os outros que mandarei notícias."

    Assim sem dar tempo do porteiro responder, pois estava engolindo o café, cachopardo atravessou a rua e já havia cruzado a ponte, mas Daniel ainda fez um sinal com a mão.

    Estava registrado, naquele dia 15 de Cerrinverno (equivalente ao nosso Outubro), a viajem de cachopardo para, não sabe-se exatamente, valfenda ou além destas terras.

    ------------
    Continua....
     
  2. Ummm uma historia pessoal, legal isso eu pensei em postar aki a minha tambem mas ainda estou pensando sobre isso nao quero que ela exista ainda...sei lá...!

    Vamos ao meu parecer:
    Nao sei por que gostei dessa passagem eu voltei umas tres vezes para ler, por um momento me senti lendo o Hobbit, alias todo o paragrafo acima e abaixo dessa parte lembra muito mas nao de algo que forá inspirado no Hobbit mas algo novo, feito com a mesma paixao e sutileza, uma inteligencia para se fazer historias infantis a lá Tolkien(OU mas nao se alegre foi por um momento somente :D )

    Colokei esse erro por ser o primeiro e destacar esse meu comentario, obviamente surgem mesmo erros em um texto sem ediçao do proprio autor ou de outra pessoa de preferencia(ao meu modo de pensar) porem colokei esse exemplo para salientar com alguns cuidados que no caso talvez passem desapercebido dos Autores e se nesse caso passar os editores (que nao sao os criadores da historia nem irao se importar) sao essas vagas descriçoes por exemplo, e principalmente o nome que parece que talvez vc tienha tido pressa ao terminar esse texto e foi deixando Chachopardo Valfenda com letras minusculas.....estou sendo chato mas para avisar...cuidado com isso, eu tb ganhei esse conselho e acho q melhorou de forma substancial meus textos prq, ao rele-los de um modo mais ordenado a criatividade e as alterações neles crecem...
    (pelo menos para mim, se para vc for diferente releve esse comentario e apenas considere chatisse minha perceber erros por-menor) :wink:


    Foi bem hobtanesco inventar essa palavra....fiko legal, perdeu o ar de fan-fic no meio que tava ficando estranho....

    O que??
    parece mais nao é....nao me refiro aos "erros" como na parte assima para essa passagem apenas a citei prq perdi o entendimento dessa parte, nao da historia toda, ou seja me explique o que vc ia escrever nessa parte???

    Haaaáaa!!! Finalmente a melhor parte....apos elogios e criticas....tai algo que gosto em um texto esse misterio....adoro fazer isso em meus textos tb deixar a imaginaçao fluir porem diferente nao é algo subjetivo quando se cria passagens desse tipo chamaria de segredos da historia, o personagem nao sabe a gente nao sabe, porem alguem sabe, mas droga ainda é um misterio, nos faz pensar em como descobrir nos faz continuar a ler, para descobrir, diferente da subjeçao(é assim q fala?) q nos faz imaginar como seria ao nosso ponto de vista..algo q nao foi devidamente,completamente, explicado...!
    Fantastico foi o ponto alto do seu texto...!
    Quem sabe a conversa que Cachopardo teve com os Anoes se torne algo como "Asas de Balrog" :lol: :lol: :lol: :lol: :lol:

    Piadinhas infames aparte, serei cincero vc foi melhor nas aventuras do Capitao Charles, (Navegando com Charles), como autor, mas com certeza conhecendo vc, tu ira trabalhar nesse texto prq o enrredo é bom é bem Tolkeniano como pede a receita...!
    Criatividade do senhor de parabens...!
    Em fim...é isso farow ai!

    Burt Lancaster de Belforoxo out........................>
     
  3. Smaug

    Smaug Cacho

    O que eu considero legal é você dar vida ao seu nick. É curioso ver a história de seu nick ganhando forma: no meu caso eu coloco características pessoais juntas com coisas que eu poderia alcançar, o que eu desejo, às vezes num estilo mais mágico.

    Talvez seja pelo fato de O Hobbit ser minha obra favorita, e sim, eu vou fazer muitas citações indiretas com a obra do professor. Detalhes, aventuras, enfim, algumas coisas do tipo irão pintar na tela.

    E as cores que eu disse são realmente as minhas preferidas: nestes momentos eu me lembro de Tolkien, quando dizia que era um verdadeiro hobbit, só que maior em estatura :lol:
    Eu também me sinto um hobbit em partes, pelo gosto a vida.

    Oh não, não parece um erro, eu o fiz de propóstio. É para ser uma narração moderna, mas com detalhes antigos. Isso é: a narração é feita por mim, na atualidade, mas com a história se passanod lá na época da Terra-média. Pode parecer complicado, mas "hobbit intelectual" foi feito como trocadilho, de brincadeira; isso pode parecer algo como nomes camponeses para Trolls, mas é questão de evolução: com o tempo as coisas se austam.

    Pressa não seria a palavra, falta de atenção se adequaria melhor. Quando escrevo algo eu reviso, principalmente esta questão de letras maiusculas. Se ficou palavras assim, então não obervei direito. Desculpo-me.


    Na verdade foi uma parte realmente digitada erroneamente, ficaria assim:

    • Então passaram-se dias assim: na gloriosa paz dos povos livres no pequeno Condado com Cachopardo e todos os hobbits.

    8O Nossa, é verdade, eu acredito que manter um certo suspense no ar é bom. Esses dias estava lendo o RdR, quando vi uma frase que Gandalf fala a Aragorn no alto do Mindolluin, mais ou menos assim

    "Muitos gostam de saber de antemão o que vai ser servido à mesa, mas aqules que trabalham no banquete gostam de manter segredo para os elogios soarem mais altos depois"

    E, acredito, é um bom lema para muitas coisas da vida.

    Eu entendo seu ponto de vista, mas eu não falaria qual é o melhor texto, pois é difícil para um autor definir seu próprio texto como favorito entre tantos outros trabalhos.

    Como narração, o do Charles foi mais dinâmico, algo mais fácil, pois é uma narrativa de um personagem sobre a história que ele vive; já este, um conto mais tolkienizado, ganha um significado diferente e especial.

    No mais tudo bem, Obrigado! :D
     
  4. Idril

    Idril Usuário

    Dar vida ao nick é legal. Eu mesma já criei algumas histórias Tolkien-based envolvendo o meu nick.

    Bom, como eu sei que O Hobbit é o seu livro preferido, Cachô, era de se esperar uma pitada dele no mesmo. Uma pitada e não o livro inteiro. Isso é legal. :)

    SIm, por ser tolkieninao exige mais. Ficamos perdidos, algumas vezes não sabemos o que escrever, como relacionar isso e aqui, e por aí vai. Mas com um bom trabalho, o texto vai evoluir e ganhar sua forma própria.

    Continue trabalhando nele, Cachô. :wink:
     
  5. Smaug

    Smaug Cacho

    O problema é quando seu nick já tem história. Pelo menso no meu caso não é tão assim, só há apenas uma citação de "Cachopardo" nos livros do SdA. Vendo nas árvores genealógicas, aparecerá "Goivita Cachopardo", mas essa hobbit aí eu não conheço :lol:

    O problema é arranjar tempo para isso. Depois que o Cachopardo entra nestes trabalhos, é como uma bola de neve, cada vez mais e mais vai crescendo, apesar disso parece que é gostoso.

    Obrigado :obiggraz:
     
  6. §Etuerpe§

    §Etuerpe§ Usuário

    Hobbit intelectual que chique viu ..

    adorei qual será os mistérios do Sr.Cachopardo?????? :eek: :eek:
     
  7. Smaug

    Smaug Cacho

    Você se refere ao personagem ou a minha pessoa ? :lol:
     

Compartilhar