1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

[L] [Skylink] [Disritmia Lúdica]

Tópico em 'Clube dos Bardos' iniciado por Skylink, 30 Out 2004.

  1. Skylink

    Skylink Squirrle!

    [Skylink] [Disritmia Lúdica]

    Depois que o dia acaba...

    Barba cresce, como a peste
    (Vêste que não há mais chance.
    O sono puxa, o dia acaba;
    desdobra adiante outro lance)

    Barba cresce, como a peste.
    E nem um gilete lhe serve.
    (Seu doido dono já se desce,
    e esquece hoje do que deve)

    Barba cresce, como a peste
    que do leste se aproxega,
    com o cinismo em seus olhos.
    (caolhos, não há mais que se diga)

    Barba cresce, como a peste.
    Este é um dia estranho,
    afinal. Ouve-se um silvo,
    vivo dentro de outro sonho.

    (A barba cresceu, como peste.
    Celeste, já desenrolou-te
    e chegou a retocar o chão:
    "Perdão chefe, esqueci a gilete")
     
  2. Lord Meneltar

    Lord Meneltar Argerich

    Olhe para o meu nariz e ele te dirá:

    Country
    Countr
    Coun
    Cou
    Co
    C


    ABRACADABRA
    ABRACADABR
    ABRACADAB
    ABRACADA
    ABRACAD
    ABRACA
    ABRAC
    ABRA
    ABR
    AB
    A


    UMA MERDA
    UMA MERD
    UMA MER
    UMA ME
    UMA M

    UMA
    UM
    U
     
  3. Skylink

    Skylink Squirrle!

  4. Melkor- o inimigo da luz

    Melkor- o inimigo da luz Senhor de todas as coisas

    Eu achei inovador.

    Por outro lado, não tocou meu senso de humor ou eu não entendi a piada, Sky.

    Mas está bem escrito e foi uma idéia original... Só não entendi o que você quis dizer.
     
  5. Lord Meneltar

    Lord Meneltar Argerich

    Ele quer que as pessoas percam tempo lendo e se diverte rindo da nossa cara. Original, esse garoto, não? :lol:
     
  6. Forfirith

    Forfirith Usuário

    CARACA, Sky, me sinto gratificada por voltar a ler seus textos. Ele tem forte influência do dadaísmo, muito bem característica, perfeito! Quanquer um confundiria com um típico texto dadá.
    Congratulações.
     
  7. Ivan

    Ivan Vai passar do joelho

    Sky, esse texto não tem sentido nem estética. Por que diabos você o escreveu?
     
  8. Kementari

    Kementari É só marca do fogão!

    Genial. Devo confessar. Iconoclasta, foda.

    Aqui me humilho :amem:
     
  9. Skylink

    Skylink Squirrle!

    Por diversão, e um misto de curiosidade quanto a ação e reação. O menel exemplificou bem, a vcs devo um resto que eu nem esperava =)

    Muito obrigado a senhora. Senhora. Cenoura. A cenoura tapada. ^^

    Uau tia, flooders tem tendência dadaísta então?! Nossa, me sinto gratificado pela luz da razão que me apontas.

    Se preocupe não, todos logo logo serão iluminados pelos ideais do ctrlc e ctrlv, além das idéias toscas inspiradas por tosquices, aplaudidas por pessoas idem. ^^

    Bom, continuando a idéia... :think:
     
  10. Forfirith

    Forfirith Usuário

    Oi, eu não sou parente sua!
    Mas não, o seu texto exemplifica, personifica o dadaísmo. Os flooders, embora não leiam muita coisa pra postar, ao menos escrevem algo relacionado ao título do tópico, então, não têm aleatoriedade.
     
  11. Lord Meneltar

    Lord Meneltar Argerich

    weird things happening... :eek:
     
  12. Skylink

    Skylink Squirrle!

    Vc não entendeu a relevância do tia. Fora isso, eu não entendi factualmente o que vc falou. :think:

    Leia o fórum, por favor. ^^

    This is the idea... =)
     
  13. Skylink

    Skylink Squirrle!

    Bola doida

    Bola rola,
    embola e capota.
    Segue enrolando,
    esticando a poliglota.

    Bola bate
    num debate, e tomba.
    Segue empurrando,
    levando uma bomba

    Explode, bola
    tola, que acabou...
    Tudo reperdido?
    O tempo chegou...

    Bola redonda,
    onda, mares azuis...
    Outra esperança,
    criança; dias de niilis...
     
  14. Skylink

    Skylink Squirrle!

    Noite cheia

    Alguma coisa fala,
    se cala...
    E já olha de avesso,
    meio tensa.

    Relança olhos afundados,
    engarrafados.
    Sorri meio ciníco, difuso...
    Apenas confuso.

    Coça a barba, o peito peludo
    (feito de veludo).
    E já arreganha seus dentes, pontudos
    de agudos caninos.

    Salta sobre a presa em dois intantes,
    dois momentos distantes...
    E sorri, satisfeito:
    -Perfeito!
     
  15. Skylink

    Skylink Squirrle!

    É assim!

    Sim, porque eu já tive a idéia;
    E não me ia desfazer da coisa
    que se torna esse pensamento...
    Ou intento, de gente pretensiosa.

    O estranho é que estou testando,
    tentando de uma forma ou outra
    resgatar um pouco da essência
    e da antiga ciência de outrora

    Mas é complicado se livrar das amarras
    que surgem como garras, a desmestificar
    o pensamento de um outro qualquer
    (mais um ser com o mundo a desejar)

    Ou em outras palavras, já mais feitas
    e refeitas, estou puto com a matéria.
    Aproveitando o agora pra desmaforizar
    e transformar o que antes era etérea idéia

    Misturando, pensando ou não
    Escrevendo sem rima nenhuma
    Representando um pouco os movimentos
    As tendências das artes, por diversão

    Ou talvez alusão a tudo isso...
    Que o dadaísmo ta jogado por aqui,
    surrealismo logo ali, e o cubo misturismo...
    Tece esse troço todo feito de palavras
    em poucos minutos; viagens de turismo...
     
  16. Skylink

    Skylink Squirrle!

    Anões

    Isso que é a doida arte
    de instante, minha filha.
    Mas é bom que permanece,
    quando entretece uma ilha.

    Afinal tu me da formas!
    Dogmas e doces paixões.
    Paixão pelo riso, poética,
    sintética como as visões

    Ah, visões tão antigas,
    não cantigas, mas sim...
    Não sei dizer, é futuro;
    obscuro, talvez, mas assim...

    Assim que te ver ou rever,
    assim que saber o que dizer.
    Ah, as rimas ficarão repetidas
    nessas vidas de doce saber.

    E restará apenas um toque,
    distante, angustiante; longen...
    Pois direi que te amo ainda,
    finda a vida na nova viagem
     
  17. Skylink

    Skylink Squirrle!

    Passáros, passáros, paaaasáros!

    Galinha do campo,
    ave do encanto.
    Perdeu-se no tempo
    de um único lamento;

    Pomba desgraçada,
    só caga na calçada
    Avoa cheia de graça
    e é mais uma desgraça

    Pavão, meu amigo
    meu irmão. To contigo.
    - Seu miserável capitalista,
    porco de penas elitista!

    Dino, seu filho da puta,
    por que você faz isso comigo?
    Em pleno mundo onde tudo está a parte
    você fica que nem uma puta
    cortando arvore
     
  18. Skylink

    Skylink Squirrle!

    Ah!

    Boiando apenas, continuo eu e...
    Veio, véio! Chuvarada, Véio!
    Mas, não! Nada sei não, cara!
    Juro te assim como? perjuro!

    Sei não, futuro... digo, nem, anão
    Mas, em.. agora ação é então? tio - Sam!

    Águas as distantes eram. Inconstante
    a passado? Advérbio ou pronome era diletante...

    !Arre não; não arre em... não erra!
     
  19. Skylink

    Skylink Squirrle!

    Desfecho

    Bem, fecho sem os olhos dos outros.
    Uso os meus pra dormir, letreiros.
    Espero que se use deles para algo,
    e cate nisso um reflexo do que digo.

    No mais, é trigo mesmo, brincadeira
    sem eira nem beira, para alguns...
    E no fim é istio, axim, ou não.
    Enfim, é o que é, para uns!
     

Compartilhar