• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

[L] [Rousoku] [O Senhor dos Pastéis: A Sociedade do Pastel]

Vela- o Rousoku

Sirius Black
[Rousoku] [O Senhor dos Pastéis: A Sociedade do Pastel]

Sinopse (Toque de sino para você):

O Senhor dos Pastéis - Uma Aventura Alimentícia
Parte um: A Sociedade do Pastel

"O mundo mudou. Eu sinto no prato. Eu Sinto no arroz e no feijão. Eu sinto no meu suco de laranja."
---

UMA FESTINHA MUITO ESPERADA

Todos se agitavam na vila dos hobbits. A festa de aniversário cheia de docinhos e guloseimas do velho Bilbo Brigadeiro instigava a curiosidade dos moradores locais, e o grande comentário era a festa em Brigadeirão.
Todos estavam presentes: os Bolloers, os Camdy, os Pirulitûks, Pés-De-Muleque-Soberbos, Mariola-Brigadeiros, entre outros.
Todos se encantaram com os confeitos de artifício de Feijandalf, o Cozinheiro Cinzento.
No ponto mais animado da festinha, Bilbo Brigadeiro subiu num banquinho, e anunciou:

"Meus queridos hobbits. ... MEUS QUERIDOS HOBBITS !!! CALA A BOCA, P0RRA !!!
Agora sim. Meus queridos hobbits. Onzenta e um anos é um tempo curto demais para se viver entre hobbits tão doces como vocês. CALA A BOCA PÉ-DE-MULEQUE-SOBERBO !
Conheço metade de vocês como gostaria, e gosto de menos da metade de vocês a metade do que vocês merecem ! CALEM A B... Ué ? Estão calados ?
Bom, o importante é que eu estou indo. Já estou salivando. Vou agora. Já !"

E o velho Brigadeiro sumiu. Andou sem ser visto, foi até o seu doce lar, onde sua roupa e seu doce de viagem lhe esperavam. Logo chegou Feijandalf.

Feijandalf: "Vai levar seu plano até o fim, meu caro Bilbo ?"

Bilbo: "Sim, Feijandalf. Esperei demais. O Candyado é muito doce, mas eu sinto saudade dos outros sabores."

Feijandalf: "Sim, você ofendeu quase todos os seus parentes. Você foi amargo, Bilbo. E agora ? A propósito, cadê o Pastel ?"

Bilbo: "Está num guardanapo ali do lado do fogão à lenha. ... Não, espere. Está aqui no meu bolso. Não é engraçado ? Sempre o achei tão salgado... agora que é hora de requentá-lo, Não quero me separar dele. Ele é meu ! MEU ! Meu... delicioso.. !"

Feijandalf: Humm... Ele já foi chamado assim antes, mas não por você ! Você já o saboreou demais, Bilbo. Entregue-o a mim, e eu o entregarei a seu sobrinho !"

Bilbo: "Ah ! Então é isso ! Você o quer ! Seu guloso ! Ele é meu ! Veio até mim !"

Nesse momento, Bilbo sentiu um terrível sabor amargo em sua garganta.

Feijandalf: "Não me tomes por um confeiteiro mesquinho ! Não sou um cozinheiro qualquer ! Sou FEIJANDALF, O COZINHEIRO ITALIANO, e perto de mim você é apenas um bambino ! Ninguém faz Calzones como eu !"

Bilbo começa a chorar, e abraça o cozinheiro.

Bilbo: "Desculpe-me, Feijandalf ! Você está certo, como sempre !"

Pegou a capa, o Doce de Viagem, a Bengala de Confeito, e ia saindo, quando Feijandalf o interrompeu:

Feijandalf: "Bilbo !Você ainda está com o pastel !

Bilbo: "É verdade ! Desculpe !" - disse, jogando o pastel no chão - "Sabe, Feijandalf, pensei num final para o meu livro de receitas...: E viveu sem fome para sempre !"

Bilbo tomou novamente seu rumo, e saiu cantando:
"Quéem... Quéer... Pão quem quer pão quem quer pão, que tá quentim tá quentim tá quentim, tão gostosim gostosim gostosim..."

Frodo chegou em Brigadeirão e encontrou Feijandalf, imerso em pensamentos.

Feijandalf: "Hummm... Gemadas no escuro..."

Frodo: "Feijandalf, seu azedo ! Tá todo mundo pensando que você cozinhou o Bilbo, até pelo cheiro que ficou lá ! Feijandalf ? O que o pastel está fazendo aqui na porta ? Terei de Pô-lo no microondas... FEIJANDALF !!!"

Feijandalf: "Ah ! Frodo ! Entre !"

Frodo: "Já estou dentro, seu idiota ! E a casa agora é minha, eu entro e saio quando quiser, não precisa me convidar, seu asno !"

Feijandalf: "Pois bem... estou de saída... deixei uma lazanha no forno. Teu tio lhe deixou o pastel. NÃO o coma ! Guarde-o em um lugar seguro !"

Frodo o pôs numa marmita, e o guardou. Feijandalf saiu.

UM TEMPERO DO PASSADO

Numa noite, mais de 10 anos depois, mas que num cinema parecem 5 minutos...

Frodo estava em sua casa, traçando um rocambole, quando entra alguém:

Feijandalf: "Frodo... AI ! Que m3rda, seu tio devia ter tirado essa viga do teto ! Terceira vez que bato meu avantajado encéfalo aqui... Frodo ! Cadê o pastel ?"

Frodo: "Você mandou eu guardar ! Tá na marmita !"

Feijandalf: "Pegue-o !"

Frodo o pegou, e Feijandalf o jogou no fogão a lenha.

Feijandalf: "Pegue-o. Está frio."

Frodo: "AAAAAAIIIIIII !!! TÁ QUENTE SIM !"

Feijandalf: "O pastel, sua anta ! Não a chapa !"

Frodo: "AAHH bom ! Cac3te, isso dói !"

Feijandalf: "O que você vê ?"

Frodo: "Um pastel."

Feijandalf: "No pastel, idiota !"

Frodo: "Ah ! Sim ! ... er... queijo !"

Frodo: "Ah, não, espere. Tem algo aqui.

EEEEEEEEEECCCCCCCCCAAAAAAAA !!!!!!!!! Uma mosca cagou nesse pastel !"

Feijandalf: "É a língua escura de Mordedor. Não posso pronunciar aqui, mas na língua comum, significa:

Um Pastel para todos salivar, Um Pastel para estimulá-los,
Um Pastel para a todos apetecer, e na Cozinha aprisioná-los"

Frodo: "Tá, e daí ?"

Feijandalf: "Esse é o Um Pastel, recheado nas cozinhas escuras de Mordedor !"

Frodo: "ECA ! Tem outra b0sta de mosca aqui !"

Feijandalf: "Esse pastel precisa ser levado até lá ! Não pode ficar aqui !"

Frodo: "Mas ninguém vai achá-lo aqui !"

Feijandalf: "Mas você é um MONGO mesmo ! Um fresquinho tão infantil como você não assiste a desenhos animados ? As comidas têm cheiros, Frodo. E o cheiro é uma mãozinha branca que vai flutuando no ar até os narizes, e lhes faz cócegas ! Salivaron, o Senhor de Mordedor, o encontrará, e nós estaremos Fú !"

Frodo: "Tó ! Come ele !"

Feijandalf: "Não ! Não o dê a mim ! Você sabe como sou poderoso ! Se eu comer esse pastel... IMAGINE O MEU PEIDO !"

Frodo: "É... é vero..."

Feijandalf: "CALA A BOCA SEU BAMBINO IDIOTA ! O ITALIANO AQUI SOU EU ! É... é vero..."

Frodo: "Feijandalf, seu asno ! Essa era a hora em que você tinha que perceber o Sam na janela ! SAM ! ESPIRRA DENOVO ! A ANTA DO FEIJANDALF ERROU A DEIXA !"

Sam: "ATCHIM ! ECA ! Páre de se mexer, seu merd1nha !"

Feijandalf pôe a mão pra fora da janela, e tira um ser repugnante.

Feijandalf: "Largue minha mão, escorpião nojento ! Nooooossaaaaa.... que ferrão..."

Feijandalf pôe a mão na janela de novo, e tira um almofadinha com cara de bunda de nenê (enrabada, por sinal).

Sam: "Oh ! Feijandalf ! Por favor, não me ponha numa frigideira ! Não quero virar batatinha do McDonald's ! Se bem que eu me acho um pão... ahhh..."

Feijandalf: "Não, Sam Camdy ! Tenho uma idéia melhor. Você tem panelas. Me disseram que você faz um coelho-do-mato que é uma beleza ! Você vai junto !"

TRÊS É UMA SURUBA

Frodo pegou suas tralhas e se mandou com Sam. No caminho, encontrou dois amigos: Merry Pãodehamburguer e Pippin Pirulitûk. Caminhavam de mãos dadas, cantando:
"Cho-cho-cho-cho-cho-cho-chocoláti !"

No exato momento em que cessaram suas doces e afemininadas vozes, Sam ouviu um som estranho.

Sam: "Frodo, que som é esse ?"

Frodo: "Escondam-se todos ! O último a sumir é Mulé-Du-Padre !"

Pippin: "O que é um padre ?"

Merry: "A única coisa citada até agora que não é comida. Trabalham em Igrejas, ora pedindo dinheiro, ora comendo crianças."

Pippin: "Não é comida ? Não posso comer isso ?"

Merry: "Não. Ele é que come você."

Pippin: "OBA !!!"

Alguém Desconhecido: "PUT4 QUE PARIU ! EU JÁ TÔ AQUI E VOCÊS AINDA NÃO SE ESCONDERAM ! QUE TROÇO DESORGANIZADO ! EU PRECISO FAREJAR VOCÊS, SEUS ASNOS ! SE NÃO A HISTÓRIA NÃO DÁ CERTO !"

Pippin: "Sr. Desconhecido, o que é uma Igreja ?"

Desconhecido: "Pergunta pro teu amigo Merry. Ele é o Nerd nessa b0sta !"

Pippin: "O que é um Nerd ?"

Desconhecido: "Ah ! Vai se Fud3r !"

Pippin: "O que é isso ?"

Merry: "É o Você-Sabe-O-Quê !"

Pippin: "Aaaahhh ! OBA !"

Frodo: COMO VOCÊS SÃO DESORGANIZADOS ! Ô negão Desconhecido, volta lá pra linha de fita-crepe na entrada do cenário, que nós vamos nos esconder !"

Pippin: "Merryyy... hihihi... 'Fud3r' ..."

Merry: "CALA A BOCA, PIPPIN ! Quem fala palavrão vai pro inferno depois de virar purpurina ! E essa aventura não é do Knolex, e aqui só é permitido termos alimentícios. Nós nos 'comemos', e não 'fud3mos' !"

Sam: "Frodo, eu ouvi alguma coisa... dejà vu..."

Frodo: "O último a sumir... er... há de virar purpurina !"

Sam: "AAARRGGHHH !!!"

Merry: "Oh my !"

Pippin: "AAAAAAAAAAAAAAIIIIIIIIIIIHHHHHHHHHHHH !!!!!!!!"

Frodo, Sam, Merry e Pippin se escondem, embaixo de um pau... er... árvore.
Um indivíduo todo de preto, com um quepe listrado de vermelho e branco, passa na estrada, sobre os hobbitoencéfalos. Ele pára e fareja. Frodo solta uma flatulência sabor cebola, e isso atrai o estranho homem para onde eles estavam. Pippin susurra:
"Merry... 'fud3r'... hihihihihihi !"

O home grita: "Arrá ! Peguei vocês !" e dá um tapa do outro lado da árvore, em vão. Então, como que de súbito os hobbits sentissem uma luz entumescida entrando no fim do túnel, eles ouvem uma doce canção:

"Oh cozinheiros magistrais,
que vêm de trás das ilhas,
vêm das terras imortais
trazendo maravilhas !

Bolos, tortas, confeitos enfim,
mestres dos fornos saborosos;
brigadeiros, cajuzinhos, de doçura sem fim,
sobremesas de aromas valorosos !

Coxinhas, croissants, Romeus-e-Julietas,
Rabanadas, Gemadas, Rapaduras e Quindins,
Rimar com a primeira frase não convém,
trazendo delícias de todos os confins !

Vulvas nos falos, falos nas vulvas,
viva os Valar das grandes surubas..."

Um elfo grita a outro: "Seu idiota ! Essa última estrofe é de outra música !"
e ouve-se uma resposta: "Foi mal ! É que as músicas élficas são todas iguais !"
E a canção continua:

"Oh Mel-de-abereth ! Gim-em-tonel !"

Um dos elfos interrompe: "Olhem ! Hobbits ! Acho que estão dando !"

Pippin: "Não é 'dando' ! O Merry disse que isso não é uma aventura do Knolex, e devemos dizer 'comendo' !"

Elfo: "Santa ignorância... Veja ! É Frodo-dos-nove-deditos-parmalat !"

Frodo: "Não, ainda tenho dez. E quem és tu ?"

Elfo: "Eu sou Gim-dor. E o que vocês aqui a essa hora ? Podem fazer isso em casa !"

Frodo: "Estamos viajando. E acabamos de ver um cara todo de preto, parecia até o Rousoku naquela foto Zen... mas ele tinha um quepe vermelho e branco..."

Gim-dor: "Hum... é um Pasteleiro Negro ! Vocês correm perigo !"

Pippin: "Não corremos não ! Estamos parados, quem correu foi o negão, quando vocês chegaram falando da suruba..."

Gim-dor: "Foi esse imbecil aqui, que confundiu a música !"

Frodo: "Elen síla lúmenn'omentielvo - uma estrelha brilha sobre a hora da nossa refeição !"

Gim-dor: "Lesse fair, lesse passair. Le mond voir de lui memme .- Deixai fazer, deixai passar. O mundo anda por si mesmo."

Pippin: "The book is on the table, the sky is blue."

Merry: "Das Buch ist auf den Tisch, das Himmel ist Blau."

Frodo: "FUCK YOU ! I wont do what they tell me !"

Gim-dor: "Oooohhh ! Vemos aqui um estudioso da anarquia antiga !"

Pippin: "Merry... ele disse... 'fud3r' ?"

Merry: "Sim, Pippin, mas em inglês pode."

Pippin: "FUCK FUCK FUCK FUCK FUCK FUCK FUCK !!!"

Gim-dor: "Após umas bordoadas ele aprende..."

O Grupo continuou caminhando, até que os elfos os levaram a seu acampamento.

Gim-dor: "Bem vindos ! Homos... digo, Hobbits amiguinhos-dos-elfos são sempre bem vindos, pois os elfos, apesar de hetero, são bem afemininados. Vocês são bem vindos em nossa suruba."

Pippin: "O que vocês vão fazer ?"

Gim-dor: "Uma suruba. Tão vendo aquelas elfas chegando ali ? Vão participar."

Pippin: "O que se faz numa suruba ?"

Gim-dor: "Você sabe o quê."

Pippin: "Não sei. O quê ?"

Gim-dor: "Se faz o Você-Sabe-O-Quê !"

Pippin: "E... o que é isso ?"

Gim-dor: "FUD3R, SEU BURRO !"

Pippin: "AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA !!! FUD3R !!! AHAHAHAHAHAHAHAHA !!! MERRY !!! ELE FALOU FUD3R !!!"

Merry: "Sinto muito por isso, Pippin... POF !"

Pippin desacorda. Todos se divertem (menos Pippin...), e dormem maravilhosamente, sonhando com as liscívias que praticaram.

ATALHO ATÉ COGUMELOS

Merry acorda sentindo o aroma dos seios da donzela élfica que ele... degustou. Ao levantar, percebe que os elfos se foram, frodo e sam estão acordados, e estão todos nus (exceto Pippin...).

Merry: "A noite de vocês foi tão maravilhosa como a minha ?"

Sam: "Hum... eu pensei que comia na mesa do mestre Frodo... mas foi tão bom... acho que é minha afeição pelo povo élfico..."

Frodo: "Não, Sam. Você continua comendo na minha mesa. Também gostei, mas é porque você não levou uma salsichada élfica ainda..."

Sam: "UFA ! Quase pensei que eu era hetero... !"

Frodo: "O dia em que você sair com um elfo, você vai delirar, menina !"

Merry: "Gente, acho que vou mudar de mesa... vou virar hetero..."

Frodo e Sam: "UUUIIII ! SEU NOJENTO !"

Merry: "Já que vocês falaram em salsicha, gostaria de destacar que o capítulo passado foi muito pouco alimentício. Até o título foi Knoléxico !"

Pippin, que acabara de acordar: "Mas esse capítulo não ! Vejam, os elfos nos deixaram..."

Frodo, Sam, Merry e Pippin: "COMIDA !!!"

Os Hobbits comeram. Mesmo.

Pensamento do Frodo: "Que delícia esse rocambole !"

Pensamento do Sam: "Que delícia o rocambole do Frodo !"

Pensamento do Pippin: "Que delícia esse vinho !"

Pensamento do Merry: "Elfas..."

Após comerem, partiram. Após arranharem as marmitas em vários atalhos, chegaram a uma fazenda.

Pippin: "A fazenda do velho Amargote !"

Logo todos avistaram uma casinha de chocolate, telhado de Mirabel, porta de mariola, e chaminé de Milkybar (antigo "Lolo"). De longe, avistaram um velhinho:

Amargote: "Vade retro, seus pirralhos ! Ou vou cozinhar vocês no meu caldeirão ! HAHAHAHA !"

Pippin: "Esqueci de dizer que esse doido aprendeu a fazer chá com os cogumelos que ele planta..."

Frodo: "Deixa o cara e vamo prá balsa..."

Sam, Merry e Pippin chegam à balsa, e Frodo, como é gordo pra cacete, de tanto comer rocambole, chegou atrasado.

Sam: "Frodo ! O Pasteleiro negro tá atrás de você !"

Frodo: "Uuuuiiiiii !"

P. Negro: "Nhá nhá nhá ! Eu vou te pegá !"

Frodo pula na balsa, e o Pasteleiro Negro pára. Eles atravessam o rio, e o pasteleiro fica com cara de bunda do outro lado.

CONSPIRAÇÃO DESACHOCOLATADA

Os quatro hobbits sentaram-se, e entreolharam-se.

Merry: "A gente sabe que você tá com o pastel, Frodo. E o que vai fazer com ele. Sam contou."

Frodo: "Que b0sta ! Vamo prá floresta."

A FLORESTA FANDANGOS-VELHO

Os quatro hobbits foram para a Floresta Fandangos-Velho.
Logo que entraram, sentiram uma terrível sensação de fome.

Frodo: "Hum... essa floresta me dá fome. Que fome !"

Sam: "Que fome !"

Pippin: "Que fome !"

Merry: "Elfas..."

Andaram mais um pouco, mas, encontrando um arbusto de uvas, pararam para saciar a fome.

Frodo: "Experimente essas mais velhas aqui, Sam !"

Sam: "Hum... Já estão passadas... que sabor esquisito..."

Após algum tempo, todos estavam comendo das uvas passadas...

Merry: "Hic ! ... Viva o Dionísio... Hic !"

Então, chega um indivíduo muito estranho.Usa uma jaqueta azul, botas amarelas, e vem cantando:
"Pera, uva, maçã salada mixta..."

Sam: "Ô tio ! Vem comer uúva esquisita com a gente ! Galelera, esse mané de azul aíi é meu amigoooo... ele é geeente ! O amigão, qual seeu non no... óme, nome ?"

Tom: "Meu nome é Tom Bomba-de-Creme-dil. E eu já comi dessas uvas. Tou até sequelado, por isso que sou assim, esquisitão. Já tive até que tomar glicose..."

Foram todos para a casa de Tom, feita de eucalipto. Lá conheceram Fruta d'Ouro, irmã do Pingo d'Ouro. Fruta d'Ouro lhes deu comida, e eles comeram, mesmo.

NA CASA DE TOM BOMBA-DE-CREME-DIL

Tom passou a perguntá-los sobre sua viagem. E o pastel. Para sua própria surpresa, Frodo pegou o pastel, o tirou do guardanapo, e o entregou a Tom. Tom pois o pastel na ponta da língua, e nem sinal de Tom desaparecer, ou peidar !
No dia seguinte, Tom os levou até a estrada, e disse-lhes que deveriam seguir para uma vila chamada Brioche, para uma taberna chamada "Ponche Saltitante". Se despediram trocando bom-bons, e os hobbits partiram.

NO PONCHE SALTITANTE

Após alguns problemas com o vendedor de algodão-doce na porta, os hobbits entraram em Brioche. Após uma aparição do diretor, encontraram o Ponche Saltitante. Frodo dirigiu-se ao balcão, e disse:

Frodo: "Uma fanta, por favor."

Não houve resposta.

Frodo: "UMA FANTA, POR FAVOR !"

Não houve resposta.

Frodo: "UMA FANTA, POR FAVOR !"

Não houve resposta. Indignado, deu a volta no balcão, e encontrou um hobbit, gritando:

Hobbit: "UVA OU LARANJA ? UVA OU LARANJA ?"

Frodo: "Você é o dono dessa b0sta ?"

Hobbit: "Não. É o Sr. Sanduícho. Ele está alí, ó !"

Frodo: "Sr. Sanduícho !"

Sanduicho: "Sim ?"

Frodo: "Procuro Feijandalf. Você o conhece ?"

Sand.: "Hum... o cozinheiro italiano, que faz Calzones como ninguém ? e que foi visitar o Salmão, o Branco, e tá se fudendo ? Sim, sei quem é. Não, não o vejo há meses."

Frodo: "B0sta. Vai se fuder então.

Os hobbits sentaram-se numa mesa.


--------------------------

THE YET END !

Como vcs podem ver, a história está ficando bem completa, sem muitos cortes, e quase toda baseada no livro, e não no filme. O que significa que vai dar um trabalho do diabo, então não vou esperar ficar pronto. Vou colocando os capítulos enquanto for escrevendo, e editando esse tópico pra atualizar. Ah sim, as referências feitas ao nome Knolex referem-se à sua obra, que também consta aqui no clube dos escritores.[/b]
 

Valinor 2021

Total arrecadado
R$200,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo