1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

[L] Prosas poéticas e poemas curtos [ NON-TOLKIEN ]

Tópico em 'Clube dos Bardos' iniciado por Amiguinha Wood, 12 Abr 2002.

  1. Giuseppe

    Giuseppe Eternamente humano.

    :o:o:o:o:o
    Plot twist, hein?
     
    • LOL LOL x 2
  2. G. Asaph

    G. Asaph O Fenrir

    Vás vida

    Veias em minha mão
    Aparecendo elas estão
    Sangue velho e temeroso
    Rugas em meu rosto
    O cansaço me ataca
    Mas a felicidade ainda é vasta
    E ela não me desgasta

    Mesmo se me agarrar tentarem
    Sou leve como uma nuvem
    Liso como uma penugem
    Me sinto de novo jovem

    Ah vida bela
    A vida é a coisa feia mais bela que eu já vi
    Ah bela vida
     
    Última edição: 1 Fev 2019
    • Ótimo Ótimo x 2
    • Gostei! Gostei! x 1
  3. G. Asaph

    G. Asaph O Fenrir

    Indra humana


    Estou envelhecendo
    Inocência perco a cada momento
    Daqui a pouco estarei em um túmulo

    Minhas pernas cederão a gravidade
    Que chamamos de morte
    E caído eu ficarei

    Não sei o que está acontecendo
    Minha mente,meu corpo...
    Mas estou tranquilo com isso
    Creio que no final tudo estará bem

    O frívolo mundo é o que há mas ninguém parece vê-lo...
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  4. Bruce Torres

    Bruce Torres Let's be alone together.

    A ave do quadro há muito já voou
    A pedra que o menino segurou hoje é aço de tanque no Oriente Médio
    O estanque instante já passou
    A brisa da primavera agora retorna

    E acha o mormaço na alma,
    compartilhado em cada vila e beco

    Mas o nadador não ensina o filho
    a nadar como os patos

    Há um trânsito em choque - e sem alardes! -
    Cada chocado está só
    Intimista
    Por conta

    Tanto a ave como o artista,
    encerrado seu legado, faz sua (p)arte
    E às vezes deixa plateia
    T
    O
    N
    T
    A

    E ainda assim é arte
     
    • Gostei! Gostei! x 2
  5. Giuseppe

    Giuseppe Eternamente humano.

    Jim Morrison me perguntou:
    onde estaremos quando o verão acabar?
    Eu não soube responder
    Pois não sei onde estamos agora
    E o verão não pode me esperar
     
    • Gostei! Gostei! x 2
  6. 4Jmarcioj40

    4Jmarcioj40 Usuário

    Olá, no meu blog tem muitas poesias, se quiser pode visitá-lo, é o Página do Marcio.
     
    • Fail Fail x 1
  7. Nírasolmo

    Nírasolmo Usuário

    Hj eu tô num nível da famosa carência que olha, fiz esse poeminha em inglês...

    Se alguém achar um erro, avise :mrgreen:
    Edit: correções devidamente feitas pelo @Giuseppe


    ********

    When I close my eyes and see you so clearly
    And I listen to your heavenly voice that takes me to paradise
    I feel your look gazing into my soul

    When I see your mesmerizing smile
    Shining in my life more than a million suns would do
    When I think about any aspect of you
    I am sure that I would give my life for you

    When I realize that, more than liking, desiring or even loving
    I need you, above all and everything

    And each second far from you
    Looks worse than if thousands of knifes would stab my heart and soul
    And slowly destroy my flesh inside
     
    Última edição: 2 Jul 2019
    • Gostei! Gostei! x 3
  8. G. Asaph

    G. Asaph O Fenrir

    Astro

    Aqui será o lugar de fala
    Escapei da senzala
    Não sou mais Chandala

    Eu quero dizer basta,chega
    Mas ela é poderosa
    Todos são capitães do mato
    O mundo é um capitão do mato

    Amargo e nefasto
    Mas belo e vasto
    Ainda há de ser entendido
    Assim eu espero
    Pois o tempo logo acaba
     
    Última edição: 2 Ago 2019
    • Ótimo Ótimo x 1
  9. G. Asaph

    G. Asaph O Fenrir

    Para as cachimônias

    Vede como Zara falava
    Essa caligem não está passando
    Me falaram que passaria
    Canalha
    Se empantufam de meu pão
    Se enchem de meu vinho
    E ainda reclamam
    De algum modo ainda reclamam

    Basta,mas já não bastou?
    Não somos camelos como Zara dizia?
    Acho que sim,todos com tristezas e histórias
    Tristezas e histórias...
    Somos apenas isto?
     

Compartilhar