1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

[L] Prosas poéticas e poemas curtos [ NON-TOLKIEN ]

Tópico em 'Clube dos Bardos' iniciado por Amiguinha Wood, 12 Abr 2002.

  1. Béla van Tesma

    Béla van Tesma Usuário

    -- Pai, tem um monstro babando
    Embaixo da minha cama...
    -- Ó meu filhinho, até quando
    Você fará esse drama?

    E o pai saiu em seguida,
    Foi dormir no próprio quarto.
    E o filho perdeu a vida
    Não pro monstro, mas de infarto.

     
  2. Giuseppe

    Giuseppe Eternamente humano.

    :o:o:o:o:o
    Plot twist, hein?
     
    • LOL LOL x 1
  3. Giuseppe

    Giuseppe Eternamente humano.

    Or L'Simcha
    Tree of Life
    I cried for you
    When in the early Shabat morning
    You withered
    And faded into the light
    And here I remained
    Mourning for you

    I hope one day
    I'll be able to say
    "Shabat Shalom" once more
    In an early Shabat morning
    And see you shine again
    As the sun in golden tears that fall
    From the sweet skies of Yerushalayim
     
  4. Béla van Tesma

    Béla van Tesma Usuário

    Subi nos píncaros do arranha-céu
    e espichei o olho no escuro da noite
    sobre as coisas ao redor no horizonte
    e vi lá de cima o quão ínfimo

    é o homem na escala do cosmo infindo
    e o quão indiferente ao formigueiro
    humano seria perder um membro
    ou dois ou três ou dez ou cêntuplos.

    Se eu pulasse e as asas de par em par
    abrisse num voo rasante e inútil
    quem haveria de saber senão

    a moça da faxina e os burocratas
    a empilhar papéis em gavetas velhas
    para me adir às estatísticas?
     

Compartilhar