• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

[L] Prosas poéticas e poemas curtos [ NON-TOLKIEN ]

(rsrs) :lol:
Seria irônico... Amiguinha.

O sentimento q me moveu a escrever essa poesia não apresentou nada de muito positivo, a não ser o fato de querer ser posto pra fora.

É claro (como tudo na vida) esse sentimento pode mudar. Mas tenho minhas dúvidas.

Se eu me apaixonar por essa pessoa, podem dizer q "o destino é inexorável" e a minha vida uma grande ironia. :lol:
 
Primula disse:
Bessie, sua poesia é forte e cadenciada. Mais que isso, saiu do lugar comum, onde o inquietamento é apenas um coração romântico. Tudo bem fazer coisas românticas se quiser... apenas que é bom sinal que sua primeira inquietação não seja o amor romântico.

Boa idéia usar a cadência como prisão... me lembrou marcha militar.

Obrigada Primula, é muito legal receber esse tipo de analise pq é muito mais construtivo do q o tradicional "nossa q legal o q vc escreve do tipo é muito lindo"...Claro naum vou ser chata ao ponto de reclamar do fato do poema causar agrado rsrsrsr


Falar de forma romantica pra mim é estranho pq o amor, a paixao, e relacionamentos em geral se tornaram superficiais no nosso contexto em relação ao q se convencionou a classica-los como tal. Porém num paradoxo podemos dizer q assim como mutamos esses sentimentos podem ter mutado de maneira semelhante e apenas seguir o fluxo do pensar e sentir de nossa geração, mas naum claramente admitido pq procuramos preservar os padroes ao menos no quesito trasncrever poeticamente percepções.


Bem, isso naum quer dizer q eu naum escreva sobre eles claro, mas vou admitir aqui que me sao constrangedores. Mas ae vai transgressão a linha poética, escutem sobre o amor!!! Ou será sobre a paixao??? Ou ainda sobre obcessão??? Naum sei alguem ae decide.

RUBRICA

Não quero amar
Porque a dor é constante e idéia é fixa
Ela me paralisa o dia todo
Voltando o movimento ao cair da tarde
Quando a causa da minha moléstia se manifesta
Diante dos meus olhos e invade a minha vida
Então toda dor contida pela respiração modulada e a meditação
É agora distribuída de maneira desigual pela derme
Alastrando-se pelos ossos, tomando todo o corpo...
Os braços são os que mais doem
As mãos chegam a perder o movimento
Novamente estou paralisada
Pela negação do abraço, do aperto, do toque
Eles doem tanto que até os olhos sensíveis se tornam
Aliás, estes até se desesperam
Por não poderem fitar o objeto de desejo
Que na sua mira escondem os mais belos
Caninos, incisivos e molares já esculpidos
Até a mente perde sua vitalidade
Porque não só a idéia, mas também a imagem é fixa
Por isso nada mais permanece no ambiente.
Então me desculpe
Mas não farei agora poesia tola
Frases meigas e meladas
Com o adocicado gosto da paixão
Que me perdoem os apaixonados
Mas são tolas as suas abdicações
Em função do sentimento ardente
Aquele tipo que consome o tempo
A disponibilidade e o contato social
Por mais que não se enxergue, há que se sobreviver
Pois as tolices passam
Mas os versos de registros ficam na posteridade
Para ensinar os ignorantes
A serem tolos também.
Tolice válida e necessária
Indispensável à vida.
 
Bem, como uma breve introdução posso dizer que a dor é o elemento intangivel mais presente mais presente me minha vida. O q me faz semprefalar dela mesmo no amor, em meio as gargalhadas ou mesmo nos momentos de felicidade ela é onipresente.

Vertigens

Quando ele entra por aquela porta
Tudo fica escuro, negro e denso
Não consigo ver nada além de contornos
São apenas vultos, trêmulas formas
Acompanhados de um grande berreiro
Sons este intragáveis, intermináveis.

Vejo-me então, flagro-me, absorta
Com movimentos constantes e intensos
Cacoetes de repetitivos estornos
Procuro então psicótica, ao redor
Em meio a homens belos, fortes e esbeltos
Guerreiros temíveis, invencíveis...

Caminhando, lá está ele
Calmo, gracioso, plácido
Sorridente, excitado, amedrontado
Escondendo raiva, ódio, ira
Fugindo de um sentimento arrebatador
Desejos insaciáveis, incuráveis

O que o olhar denunciou a mente conteve
Tentando livrá-lo de um fado
Que não se decide com um dado
Mas com a intensidade com que guia
O toque, o olhar, o tom, o frescor
Sensações inabaláveis, intangíveis...

Quando revelaram que os brutos também amam
Queriam dizer que os também heróis precisam de colo
Que são abatidos única e aterradoramente pelos seus próprios desejos
Quando estes surgem incontroláveis
Perdem a direção, a certeza, a bravura
Para heróis, questões imperdoáveis, impensáveis

O erro da heroína foi não perceber de antemão
Que bailasse como donzela, com frágeis modos
A enganar heróis, e enfeitiçá-los com gracejos
Encorajando-os a vencerem seus medos insuportáveis
Para dela ganhar todo amor, mergulhado em doçura, em loucura
Momentos memoriáveis, invejáveis..

Aos poucos se dissipa o surto
E já se pode diferenciar cores
Tudo realmente começa a ficar claro
Quando ele está diante de mim
Com aquele sorriso, também olhar e beijo
Mais quente que já senti
Singularmente inigualável, impagável.
 
Quando revelaram que os brutos também amam
Queriam dizer que os também heróis precisam de colo
Que são abatidos única e aterradoramente pelos seus próprios desejos
Quando estes surgem incontroláveis
Perdem a direção, a certeza, a bravura
Para heróis, questões imperdoáveis, impensáveis

Vc enxergou um fato do universo masculino q muitas mulheres não entendem. :disgusti:
Parabenizo vc por sua perspicácia.
 
Para meu amor

Sempre interessante, ela que a cada instante
renova o que sente, ao meu olhar que se prende.
E com um distante toque minha mente se supreende
Pois somente em minha alma ele se fez presente.

E há o amor, que por tudo fala, que por ela clama.
O sonho que percorre vastidões do mundo inteiro
e se pausa por instantes, na busca de janeiro.
É o olhar d'alma, que sobre gestos se declama.

É a vida que pulsa por todo o meu corpo,
que ultrapassa os limites do bem ou mal.
É o motivo pelo qual por aqui ainda sofro.

E choro e me desespero nas noites sem luar,
lágrimas de felicidade guardadas como singelos frutos.
Frutos de um eu te amo que vai eternarmente brilhar.
 
oceanos

Pensei que estava tão a frente nessa estrada
Mas ainda não aprendi a guiar o que eu sinto
Eu não sou meu
Pensei que pensava tão facilmente
Mas ainda não aprendi a não ser sincero
Somos inocentes

Aonde está a sua chegada?
Eu quero ir longe demais
E as terras do norte são tão ao norte
Que nem devem existir,
Ou jamais irei alcançar

Pensei que fosse voar como uma pena
Mas as coisas são tão difíceis de mudar
Fora do lugar
E eu começo a gostar do inverno
Pra me esconder
De lá

Depois tentei achar
Alguém em que pudesse afogar
Tudo isso

Mas se nada é o bastante,
(nem mesmo eu)
Quem será?

Não há mais lágrimas
Quando você chora oceanos
Não há mais lágrimas
Quando você chora oceanos
Então algo tem que mudar
Algo, sempre tem que mudar

Não há mais lágrimas
Quando você chora oceanos
Mas por eles vou navegar
Sob todas as tempestades
Porque eu quero viver
E sempre ser verdadeiro
Porque eu posso brilhar
E sei que um dia,
Estaremos em alguma praia
Estaremos em casa
 
O PREÇO DO AMOR

Não quero ficar sozinho
Cego pelo destino
A mercê do acaso
Pagando um preço injusto
Por mim
Por você
E a você
Dediquei os melhores anos da minha vida
As melhores intenções do meu coração
Dei o melhor de mim, e pra que?
Chorar no final?
Sofrer por querer ser feliz?
* * *
Da tormenta da minha vida
Deixando ser banhado pelas águas do destino
Tropeçando nas pedras q você colocou
No meu caminho
No meu rumo
Seguindo através do ponteiro de um relógio
Parado no tempo
Vivendo hora após hora
Dia após dia
Deixando uma mentira se tornar minha verdade
Enganando meu coração
Dando uma utópica paz a minha alma
Mergulhado em minhas mentiras
Vivendo minhas mentiras
Sendo minhas mentiras
Eu segui
Mas mentiras duram pouco
E essas vão durar
Até eu acordar
Ate o dia em q meu coração acordar
E fazer você dormir na minha vida
Dormir no meu passado
* * *
Passado em q você existiu
Em q você foi minha felicidade
E hoje em dia você apenas é
Um pensamento
Uma lagrima
Uma pagina virada
Do livro do destino
Mas em todos esses anos eu soube o que era amar
E sinto por não mais viver esse amor
Mas não trocaria por nada a chance de amar
Nada é o ser humano que não ama
E para o nada vai a alma de quem nunca amou
E eu tive essa chance
Morreria por mil vidas
Para amá-la um segundo novamente
Mas a vida segue
E com ela eu vou
Até q ela me derrube
E eu desabe no seu mar de derrotados
Ou até q eu morra
Desistindo do viver
Desistindo do sentir...
 
Ahn... são duas pequenas, e são tentativas... então vai no mesm post

Primeiro, uma poesia de origem japonesa, denominada Haicai.

Mais um Haicai...
E a minha vidinha
se esvaí por aí...

E... uma Trova...

Olho sua face com meu rosto em lágrimas.
Elas, que não caem, se tornam só lástimas
de um dia imaginário com você ao meu lado.
E param um tempo ordinário, ainda enterrado.

:|
 
Bem, Sky, aí vai o que eu acho: sempre gostei muito dos seus textos, sempre muito lindos, mas no soneto e nessas duas aí há mais melancolia e tristeza, me lembro q outros textos seus possuiam mais esperança. :)
 
Lutar para viver


A decisão de fortalecer ou enfraquecer
nas horas dificeis é nossa
Quando vencemos uma fraqueza
nos fortalecemos
As mudanças são inevitaveis na vida
Uma pessoa que sofreu muito
foge da realidade e tenta encontrar
a felicidade no mundo iusório
em vez de mudar a realidade
Em vez de ficar apenas evitando o mal
é preciso enfrentá-lo de frente
Quando desistimos de lutar por nossos objetivos
desistimos de viver
A vida pode ter sofrimento
e ao mesmo tempo beleza
Podemos desistir de viver
por causa do sofrimento
ou escolher viver
por causa da beleza
Apesar de tudo
muitos acreditam que a vida é bela
porque podemos acabar com o sofrimento
e embelezar a vida
não se esquecendo que nenhuma beleza é perfeita
e que não há vitória sem luta
 
Muito interessante sua poesia, Amiguinha!
O mais interessante é q ela realmente tem a ver com a vida. Estamos sempre tentando superar nossos limites, sempre tendo q lidar com o sofrimento e outros sentimentos negativos. E com certeza a vida é uma oportunidade única de se aperfeiçoar o mundo, torná-lo mais belo.

[Esqueça minha sugestão]
 
Mensagem Subliminar
Fale alto
Olhe para cima
Do céu até o além
Aprecie a natureza

Seja apenas um com o mundo
E respeite a todos
 
Gostei muito das poesias... são muiiito belas.......^^x
Em especial a da Amiguinha Wood - Lutar para viver

e a do Lestat -O PREÇO DO AMOR
:mrgreen:
 
Conflito e Sedução

Já te disse pra me esquecer...
Garota, eu não mereço você!
Sempre a alerto:
Do meu peito, saia de perto!

Te ameaço, mostro que vou te machucar
Você brinca com o perigo.
Quer me fazer apaixonar...

Corra, garota, vou estraçalhar seu coração!
Aí você me dá um olhar doce de menina
E me faz prender a respiração.

Mostro os dentes e as garras!
Sou um monstro e vou acabar com sua raça!
Você só sorri e diz que já sabia,
Que de qualquer forma se apaixonaria.

Fui criado para a dor!
Fui treinado pra viver e vivo pra lutar!
Sempre zombando do amor!

Não, menina, não me olhe assim...
Não fale tão baixo perto do meu ouvido...
Com seus lábios me dizendo: ...sim...

Vou destruir o seu peito, sua alma e seu coração!
Você me diz q não adianta viver sem o risco da paixão...
Com seu cheiro doce vem me seduzindo...
Como uma fera enjaulada só resta-me ficar rugindo!

Com o suave cheiro de sua pele vou me perdendo.
E mais uma cicatriz sei que vou ganhar!
Sei que é um jogo, você só está se entrentendo...

Mas ainda assim vou me entregar.
Não somos crianças! E assim como me arrisco
Você também corre perigo de se machucar...

Então... vamos parar de falar e aproveitar!
Nos beijar... deixar o tempo correr e vagar.
Os dados serão lançados e o jogo começará.
Veremos quem irá se perder e quem retornará...
 
LIBERDADE

Sou bela! Sou mágica!
Hoje posso tudo!
Posso rir, chorar, amparar e gritar,
Posso dizer que finalmente me afirmei como pessoa.

Já não tenho medo;
Tudo passou, como uma nuvem escura
Que nos assalta o ser
Mas que quando parte parece mais pequena.

Não digo que fui parva.
Nem sequer ingénua.
Digo pois que fui jovem,
Desprovida de experiência,
Mas que hoje consegui finalmente perceber o sentido da vida.

A vida é para ser vivida
Não importa de que forma
Quero aproveitar ao máximo o dia de hoje
Como se amanha todas as minhas acções estivessem limitadas
Quero voar, ser livre, viver sem rumo
Á deriva na minha liberdade

Quero ser feliz!
E essa disposição tem de começar hoje.
Pensar que no futuro vou ser feliz por qualquer motivo não me faz querer viver;
Quero saber que a minha felicidade só depende de mim e daqueles a quem dou a autoridade de me fazerem feliz
E por isso começo hoje.
Hoje afirmo-me como pessoa,
Como pessoa capaz de ser feliz e de dar felicidade,
De rir, chorar, amparar e gritar ao mundo

SOU LIVRE!
 
Por que?

Por que,
pergunto a ti,
por que?

Por que teves que crescer,
e ao crescer desaparecer,
e ao desaparecer me quebrar,
triturar,
deixando aparecer
que sempre amei você.

Por que não me disse,
que sempre que te visse
poderia até morrer?

Por que não falaste,
antes que tudo quebrasse,
que me amaste?

Porque essa vida é injusta,
e eu pensando que era segura.
Sempre lembrem dessas palavras,
de uma criança que parece obtusa.
 
Soneto da melancolia exasperada

Minha antiga fé adornada com a singela esperança,
hoje morta como um rastro de fuligem asfixiante.
Se joga aos ventos que gemem neste instante,
enquanto ouvem o choro da inebriante criança.

O pó cinza se alastra aos zunidos com o vento...
E redemoinhos se formam pelas galerias do céu.
Frutos de uma alma condenada pelo própio réu,
que retrata gritos de sonhos perdidos no tempo

Que ainda sobra na penumbra dos itinerantes?
Uma obra, dez ou mais, de sonhos e desejos?
Ou uma trilha inexeqüível, de tons irreverentes?!

Que exista para sempre o vazio da morte, se assim for...
Pouco me importa o desejo ineloqüente dos outros,
pois tenho o mundo, neste instante, ao meu dispor.

--------------------------------------------------------------------------------------
edit :mrgreen:

Stanzi Bessie disse:
Bem, isso naum quer dizer q eu naum escreva sobre eles claro, mas vou admitir aqui que me sao constrangedores. Mas ae vai transgressão a linha poética, escutem sobre o amor!!! Ou será sobre a paixao??? Ou ainda sobre obcessão??? Naum sei alguem ae decide.

RUBRICA

Nossa... eu li agora, e adorei demais! cada vez mais me culpo por não dedicar mais tempo ao fórum... Gostei imensamente da última parte, embora a descrição quanto a ansia de ver a pessoa amada seja extremamente boa, e exatamente o que eu sinto no momento.^^
 

Valinor 2023

Total arrecadado
R$2.494,79
Termina em:
Back
Topo