1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

[L] [Olórin of Lórien][Fim da esperança... ?]

Tópico em 'Clube dos Bardos' iniciado por Olórin of Lórien, 3 Set 2004.

  1. [Olórin of Lórien][Fim da esperança... ?]

    Olá pessoas!

    Esta é a minha estréia aqui no Clube.

    Escrevi este texto totalmente inspirado na música "Wormwood", do Tristania. Espero que gostem. Se não gostarem, podem criticar à vontade, pois estou aprendendo ainda.


    Fim da esperança... ?

    Acordei. Mais um dia como os demais. Eram sete horas da manhã, e tinha que ir trabalhar.
    Vou para o banheiro, faço minhas necessidades, minhas higienes e volto para meu quarto. Abro a janela.
    Quando abro a janela, me dá a impressão de que algo está errado. O brilho do céu está estranho, diferente. Mais brilhante do que o usual.
    Aliás, o céu também não está normal.
    Apesar de o Sol já ter nascido fazia algum tempo, o céu continuava avermelhado, como se nosso astro-rei ainda estivesse no horizonte.
    Olho para o norte, e enxergo algo que não podia acreditar: eram três anjos, parados no meio do ar, logo acima do vale, numa altura um pouco abaixo do monte onde eu morava.
    Eu fui para o meu quintal para poder ver melhor o que estava acontecendo. E eu os vi com mais nitidez.
    Eram como as lendas diziam: altos, imponentes, de asas alvas como a neve, de uma beleza que claramente não poderia ser deste mundo. Um deles carregava uma trombeta dourada, e todos olhavam para o céu.
    Foi então que eu também olhei para o céu, e vi a imagem mais aterrorizante: uma grande estrela, incendiando os céus com fogo e tingindo a atmosfera de vermelho-sangue, estava caindo em nossa direção, queimando como uma imensa tocha.
    O terceiro anjo tocou a sua trombeta, e um som indescritível, mas que parecia ser audível no mundo inteiro ecoou sobre terras, rios, mares e florestas.
    Mas não foi o suficiente. O poder da trombeta só conseguiu reduzir o impacto da estrela.
    E o que era aterrorizante se tornou ainda mais: não era uma estrela, era um demônio, um imenso demônio.
    Devia ter uns duzentos metros de altura por um quilômetro de extensão. Parecia uma imensa minhoca, mas de uma forma muito mais monstruosa.
    Tinha uma boca gigantesca, e dentro dela era como se houvesse apenas vácuo. Era como se o que entrasse ali deixasse de existir.
    Ao mesmo tempo em que ele caiu, os rios próximos secaram. E o mar ao longe também estava secando.
    Por fim, uma onda de choque e calor foi devastando tudo ao redor dele, e chegou em mim.
    Senti meu corpo sendo rasgado, e uma poça de meu sangue se formando no chão.
    E quando eu vi a poça, ainda consegui ver um rosto triste, choroso e agonizante. Senti que era a face de Deus.
    Agonizante como eu estava. Sabia que não poderia mais resistir. Era o fim. O fim de tudo.
    Mas ainda podia ver o que acontecia durante meus suspiros finais. Podia ver que outras estrelas estavam caindo na Terra.
    E eu vi o Sol cair no horizonte. Nem nossa estrela-mãe podia nos ajudar mais.
    Finalmente senti a Terra parar de girar. Estava sendo arremessado para o céu, junto com tudo que restava.
    Ainda pude ver o mundo em chamas. E eu também estava em chamas. Mas estava me despedindo do mundo.
    Eis que me sinto agarrado. Era um anjo caído, voando, que me agarrou.
    A sua beleza também era como a dos outros anjos que eu vi, mas suas asas eram negras como a noite.
    E ele me disse: "Venha... Junte-se ao mundo em chamas... Deus está morto..."
    Minha dor só me permitia fechar os olhos e gritar.
    Gritava. Morri. Acho que morri.
    Abri os olhos. Estava inteiro. Vivo. Na minha cama. Na minha casa.
    E tudo estava inteiro, no seu devido lugar.
    Era um pesadelo. Não podia acreditar. Parecia tão real...
    Olho para o relógio. Sete horas da manhã. Tinha que ir trabalhar.
    Levanto da minha cama. Vou para o banheiro, faço minhas necessidades, minhas higienes e volto para meu quarto. Abro a janela.
    Quando abro a janela, o brilho do céu está estranho...


    Celso Silvério de Freitas



    E então? Ficou ruim, né? :mrgreen:
     
  2. Heruost

    Heruost Banned

    Sabe que não, sobrinho? Eu gostei 8-)
     
  3. Gwiddion Walsh

    Gwiddion Walsh Usuário

    Eu tambem gostei. Simples mas bonito. escreva mais
     
  4. §Etuerpe§

    §Etuerpe§ Usuário

    Nossa será que of im do mundo vai ser assim?cara que meda 8O ...
    Ah.....os anjos eles são encantadores sim...............
    Muito legal ,aterrorizante e ao mesmo tempo bonito........imaginar um Deus morto inspirador não? :aham:
     
  5. Melkor- o inimigo da luz

    Melkor- o inimigo da luz Senhor de todas as coisas

    Hm. Bonito, sério... Eu ADORO esses temas tipo apocalipse, anjos... Eu me interessei bastante pelo texto, só tem que tomar cuidado com a narrativa, ok?

    Quanto ao fim... Não tem mais nada decepcionante que "era só um sonho", hehehe. Foi o que minha professora de literatura disse, há um ano atrás. "Nunca termine uma redação com o personagem acordando!". Hehehe, mas até mesmo coisas comuns podem ficar muito boas se bem escritas, então não se influencie, só estou chateando. =)

    Anyway, ei, parabéns e bem vindo. Espero que você goste daqui, eu pessoalmente AMO esse cantinho... =)

    (Qualquer problema, converse com o senhor Moderador, ele é uma figura, hehe)
     

Compartilhar