1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

[L] [NaVegaDor] [Uma visita]

Tópico em 'Clube dos Bardos' iniciado por NaVegaDor, 10 Jul 2003.

  1. NaVegaDor

    NaVegaDor Usuário

    [NaVegaDor] [Uma visita]

    Uma visita


    A Jovem Mãe chega sonolenta até a cama do filho, quando este já tomava novo fôlego para um grito pior.

    - Que foi meu filho? Espere. Não me diga que foi o tal bicho papão de novo...

    No relógio em formato de gato já passavam das três da manhã.

    - E então?
    - A senhora disse pra não dizer...

    E como nas últimas noites a mãe abraça o amedrontado filho. Um pouco recuperado o pequeno diz:

    - Não é bicho papão... A senhora nunca acredita!

    A mãe respira fundo.

    - Não é isso. Você já está grandinho e deveria saber diferenciar pesadelo e realidade. E estou cansada e...
    - Mas é real ! Ele é grande, tem olhos enooormes e uns dentes deste tamanho!

    Disse a criança estendendo os braços sob o olhar incrédulo da mãe. E como das outras vezes a noite termina com o filho na cama dos pais, com a diferença que desta vez planos são elaborados, "Eles vão ver. Eu vou provar!".

    Na noite seguinte ele estava preparado. Debaixo do travesseiro estava a garantia de que desta vez sua mãe não iria fazer pouco caso de suas palavras. Uma "máquina fotogafia"! O desejo de provar estar certo superou até o medo que sentia quando foi pra cama, sua mãe até estranhou quando foi lhe dar o sagrado beijo de boa noite:

    - Bons sonhos meu filho.
    - Hoje eu quero Bons pesadelos Mãe...
    - Tá doido menino? Explica isso!
    - A senhora vai ver... Vai embora vai! Ou ele não aparece.

    Ela saiu do quarto confusa, certa que voltaria ali em algumas poucas horas e dormiu pensando em custos com terapeutas. Para a armadilha funcionar era necessária uma isca, ele sabia disso graças às reportagens sobre o mundo animal que gostava tanto. Neste caso a isca era ele mesmo e para parecer realmente indefeso devia fingir estar dormindo. E foi o que fez. Talvez, bem até demais...

    O Jovem filho abre os olhos sonolentos e vê a mãe ao pé da cama, quando esta já tomava novo fôlego para um grito pior.

    - Uaaahh... Que foi Mãe?
    - Bonito, hein? Que bagunça é essa no seu quarto?

    Quando ele abriu os olhos e a visão se acostumou com a claridade do dia viu que estava deitado no sentido inverso do que se deitara e no chão do quarto estavam seus cobertores e brinquedos espalhados. A mãe indignada insiste, "E então, o que houve aqui?". O pequeno olha para ela e diz decepcionado, "Não lembro". Ele pula da cama e começa a procurar no meio da bagunça por algo.

    - Achei! Ah não! O Papel está branco! Não saiu a “fotogafia”!

    A mãe segura a tal máquina, "Isso aqui é uma máquina fotográfica?", "É sim. Fui eu que fiz!", responde o pequeno orgulhoso. A mãe o abraça aos risos.

    ***

    É Noite. Na casa o silêncio é total e diferente das outras noites não haverá gritos. Os dois seres estão no quarto da criança procurando algo enquanto conversam aos sussurros:

    - O trabalho chato Ele deixa com a gente...
    - Procura ali no criado mudo.
    - Hm-hum. Ei, é verdade que este pequeno aqui vai ser um dos grandes? Nessas coisas de... Como chamam aqui? fotos?
    - É sim. Por que você acha que foi visitado?
    - Claro. A Realeza sabe das coisas...
    - Achei! Veja, me admira ele não saber revelar...
    - Ah, deixa comigo.

    Num leve passe com as mãos do ser etéreo a imagem se revela:

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    - É... Nem Ele fica bem numa 3x4. Hehe.

    Fanfic de "Sandman" (de Neil Gaiman).
     
  2. Lembas

    Lembas Usuário

    hehehe...
    o tipo de história que eu mais curto. Essa aqui tem ritmo de quadrinhos mesmo. Adorei o lance de primeiro o filho gritar, depois a mãe :mrgreen:
    Esse daí da foto é o Sandman? (do Gaiman só conheço o "deuses americanos")
     
  3. NaVegaDor

    NaVegaDor Usuário

    É o Sandman sim. A imagem me lembra muita a descrição de Sonho que diz, "Seus olhos eram poços da noite onde estrelas longínquas piscavam e queimavam." A história que fiz foi em torno dela e é bem diferente do que vinha colocando aqui, tentei ser leve e divertido. Fico feliz que alguém tenha gostado. :D
     

Compartilhar