1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

[L] [Melkor, o inimigo da luz] [Renascer]

Tópico em 'Clube dos Bardos' iniciado por Melkor- o inimigo da luz, 8 Fev 2004.

  1. Melkor- o inimigo da luz

    Melkor- o inimigo da luz Senhor de todas as coisas

    [Melkor, o inimigo da luz] [Renascer]

    Esse texto não teria sentido, não fosse a ocasião e o que tive que enfrentar. Não entendam, leiam. =0

    ----------------------------------------------------------------------------


    Estou caído, meus braços parecem desfalecidos. Vejo a vida azul saindo de mim e não posso – nem quero – impedi-la. Vejo cada pedra que atirei e temo que elas voltem pra mim. Mas não vou mais estar vivo, eu sei.

    De olhos fechados, arrependo-me de cada erro e choro. Choro quando penso em mim, choro quando me vejo no espelho, choro quando penso em tudo que eu queria simplesmente não pensar.

    Minhas asas já não brilham, se eu era uma fênix agora sou um monte de tristeza e decadência sem orgulho nem sanidade. Não sei qual é a minha cor, não mais. Ninguém me vê, sou ignorado aqui no meu poleiro, meu palco.

    Levanto, inflado, e clamo por vingança. Vingança a não sei quem, a não sei o que e não sei porque; porém, quero me vingar! Meu orgulho há de derrubar o peso insustentável que ameaça o meu ser.

    Começo a voar, vôo em direção ao sol, e sinto um calor indescritível. Conto às nuvens as minhas aflições e elas me ouvem. E se afastam. Então caio, de lá de cima até lá embaixo.

    Afundo no chão, feito chumbo. Se era fênix, já não sou. Fênix renascem, eu estou praticamente morto e não vejo luz. Estendo meu braço, minha asa – tentáculo – e tento apanhar o que for possível. Algo me levanta. Penso. Morro.

    É o fim. Mas renasço. Renasço e provo que sou ave de fogo, que sei voltar e sei esquecer a minha própria morte. Sem delongas, corro em direção ao ponto mais alto e ergo-me, fitando as nuvens que se escondem atrás do sol. Elas começam a vir em minha direção. Tenho medo.

    Elas me acariciam. Eu sorrio. Nasci de novo. Não sei o que era, mas sei o que sou. Renasço mais forte, minhas asas mais ousadas e meu bico mais afiado. Venho ao mundo de novo pra fazer com que a minha morte seja esquecida e minha história possa ser reescrita. Com fogo.


    -------------------------------------------------------------------------------
     
  2. Skylink

    Skylink Squirrle!

    Re: [Melkor, o inimigo da luz] [Renascer]

    Melkor, eu te adoro. Assim como adorei demais esse texto. Puts, vc não tem noção... (ou melhor, tem a plena noção)

    Mesm sendo algo talvez já dito. É algo que reflete a sua alma e até a de seus amigos. É possível se enxergar em seu texto. E isso me deixa muito feliz. Pq consigo encontrar aquilo que sou e tento nos reflexos dos outros.

    É maravilhoso. :wink:
     
  3. Melkor- o inimigo da luz

    Melkor- o inimigo da luz Senhor de todas as coisas

    Obrigado, Sky. =)

    Mas não exagera... Me deixa constrangido :roll:

    São só metáforas e mais metáforas para uma situação desesperadora. =)
     
  4. Litzhel

    Litzhel Delirium

    Muito bom, faz tempo que não paro pra ler algo, ficou legal esse texto Melkor.


    A única coisa que queria falar é sobre esta frase:
    Meu orgulho há de derrubar o peso insustentável que ameaça o meu ser.

    Se é insustentável, quer dizer que não se sustenta, que não é firme. Como se poderia derrubar algo que não é sustentável?
    Bom, não sei se você quis fazer algum tipo de ironia, ou se este "insustentável" teria algum sentido diferente.

    Mas sério, gostei. Essas coisas que ficam mei "em aberto" me atraem mais. Faz com que eu possa deixar meu sentimento e imaginação rolar, não é algo simplesmente dado "olha, toma, está aí todas as coisas que sinto". Gosto desse tipo de escrita. E o melhor de tudo, é que um texto pequeno seu, vale mais do que alguns grandes que leio por aí. Claro que tem gente que consegue usar bem a linguagem escrita, e não deixar com que fique cansativo. Mas são poucos o que o fazem. Mas um texto curto também pode não dizer nada, ser vazio.
    O seu foi curto, mas bem legal :)
     
  5. Lord Meneltar

    Lord Meneltar Argerich

    Hmmm...isso tem a ver com o que aconteceu?
     
  6. Melkor- o inimigo da luz

    Melkor- o inimigo da luz Senhor de todas as coisas

    Muito obrigado, Litzly! Um comentário vindo de você é sempre magnífico! =)

    Essa parte do insustentável é uma piada comigo mesmo. Quer dizer, porque não tem graça nem sentido. É que eu sempre achei engraçado "A Insustentável Leveza do Ser"... u.u

    Ok, isso é doentio! =)
     

Compartilhar