1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

[L] [Liteeliniel][Liteeliniel cap 1 ]

Tópico em 'Clube dos Bardos' iniciado por liteeliniel, 13 Jun 2002.

  1. liteeliniel

    liteeliniel Usuário

    [Liteeliniel][Liteeliniel cap 1 ]

    Oi pessoal, bom essa eh uma história que eu ainda naum acabei de escrever, mas estou adiantada. Bom queria seber o que vcs acharam e se vcs querem q eu continue colocando os outros capítulos aki no forum.

    Bjosssss Jú! :roll:


    Júlia Nogueira Souto
    São Paulo, sábado,
    13 de abril de 2002
    00:15:10

    Liteeliniel
    Capítulo 1 - Introdução

    Liteeliniel Undomiel nasceu em 387 da Terceira Era do Sol em Lindon. Sua família era composta por Elrond, seu pai, Celebrian, sua mãe, Arwen, Luinlammenwen a mais nova, Elladan e Elrohir eram seus irmãos. Seu melhor amigo em sua casa acabou sendo seu cavalo Hasufel, que a amava mais do que sua própria vida, não deixando nenhum cavaleiro, além da princesa o montar.
    Hasufel, ao contrario dos outros cavalos e tinha pelagem castanha e não era um cavalo grande e robusto. Quando galopava, uma luz reluzia de dentro dele e passava a ser o animal mais bonito de todos os estábulos élficos.
    Liteeliniel tinha diversos apelidos, como Glînnin (brilho branco). Entre suas irmãs, se destacava como a mais gentil e delicada, porem uma dádiva lhe foi concedida, ela tinha o poder de entender os sentimentos dos bichos. As vezes era boa conselheira.
    Raramente deixava seus pais e seus irmãos, sendo era muito ligada a seus irmãos, mas tinha um amor especial por Elladan. Ambos era muito ligados. Outra pessoa por quem a garota tinha muita afeição era sua ultima irmã.
    Decidiu, que era hora de partir e conhecer novos lugares, traçando seu próprio caminho. Então, bolou um plano para sair sem avisar a ninguém. Numa deserta noite, ela pegou Hasufel, o arreou silenciosamente, nem que alguém passasse a alguns metros de onde estava, poderia escutar qualquer ruído. Pos-se em cima do cavalo, mas quando ia sair, um barulho de um galho se quebrando surge em meio a escuridão. O animal estava mais calmo do que qualquer um estaria nessas horas. A elfa tentou enxergar algo, nada se mexeu. Uma voz súbita disse:
    - Onde pensa que vai?
    - Quem está aí? - respondeu ela.
    - Será que a princesa não reconhece voz de seu próprio irmão? - responde Elladan que surge em frente a porteira. E de seu outro lado Luinlammenwen.
    - Não sabia que estavam aí. O que estão fazendo?
    - Essa pergunta deveria ser dirigida à você e não a nós. Glînnin, sempre fomos unidos, por que não nos contar o que ia fazer? Não sinto vontade de me separar de você.
    - Irmão, não posso me desfazer de meus desejos por um capricho. Amo muito você e o mesmo, à minha irmã. Sinto que devo ir, como uma planta sente a falta de água. Tome, um grão de Athelas, folha de rei. Quero que a plante em um vaso e coloque-a em seu quarto quando ela tiver o tamanho de sua mão, estarei de volta.
    - Serás a elfa mais sabia de todas. Esperarei anciosamente pelo dia de sua chegada, mesmo sabendo que logo partirás novamente. Faça boa viagem e tome muito cuidado com a estrada. Orcs as rondam.
    - Só prometa-me uma coisa.
    - Qual?
    - Não contarás nada para o senhor meu pai, até que eu chegue a salvo em Lórien.
    - Seu segredo estará a salvo conosco, irmã! - Respondeu Luinlammenwen.

    Partiram rapidamente. E seu segredo foi selado. Até que ela chegasse a salvo ao seu destino e isso aconteceu em pouco tempo. Só então, sua familia foi notificada de sua viajem.
     
  2. Primula

    Primula Moda, mediana, média...

    A parte boa é que não tem muitos erros de português... mas acho que você foi um pouco abrupta no final...

    Não achei boa idéia um irmão vir ter com ela, pois o natural seria ele insistir em uma escolta a todo custo. Provavelmente ela teria de enganá-lo para conseguir partir sozinha.

    Ficou meio estranho que eles guardassem segredo e ao mesmo tempo notificassem a família. Que tal descrever melhor, já que nessa época eles já tomavam muito cuidado com suas donzelas.

    Se ela simplesmente for sozinha, não vai fazer muito sentido que Celebrian mais tarde viajar com comitiva tão pequena a ponto de ser capturada e torturada por orcs. (tipo Elrond sem notícias da filha colocaria duas vezes mais escoltas quando a esposa viajasse... o que tornaria muito mais difícil o ataque dos orcs à sua comitiva)

    (Estou considerando que esta elfa tenha beeem menos de 200 anos de idade por um simples motivo: o cavalo)
     
  3. liteeliniel

    liteeliniel Usuário

    Obrigada! Agradeço a sua opinião! :D

    Bjos
     

Compartilhar