1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

[L] [Laurelin Vox][Cego Para o Mundo]

Tópico em 'Clube dos Bardos' iniciado por Northern Lad, 17 Jul 2003.

  1. Northern Lad

    Northern Lad Usuário

    [Laurelin Vox][Cego Para o Mundo]

    Bem, eu espero que as pessoas entendam o que eu quis passar com esse texto...

    Cego Para o Mundo
    Ele anda pelas ruas, cheias de gente por todos os lados. Mas para ele, são tão vazias. Desde pequeno, tudo para ele era tão sem sentido. Era como se nada, nem mesmo ele existisse.

    As ruas são frias mesmo no verão. Faltava-lhe algo. Ele não conseguia ver o brilho nas coisas. Tudo era opaco.

    Até que um dia um fantasma, como todos os outros humanos, lhe apresentou uma flor branca cujo cheiro o elevava às alturas.
    Uma flor, uma pedra, uma droga.

    E então ele caminhava pelas ruas com seus olhos vermelhos de sangue, e nas ruas está o sonho que ele sempre sonhou. Então as pessoas passam a ter cor, e tudo passar a ser belo. E o mundo ganha um sentido, que é o prazer.

    Ele estava alto nas nuvens, mas não conseguiria descer. Alto nas nuvens, ele era tudo o que sempre quis ser, mas nunca pôde. E as pedras brancas, como pérolas roubadas do mar, passaram a ser o seu único e primeiro amor, tudo o que ele não podia abandonar. Os dias e meses se passavam e as pedras se tornavam mais generosas com ele, pois ele as roubava das ruas, em um número cada vez maior. E ele subia.
    Até o dia em subiu de mais.


    Então ele desceu das nuvens, porque foi apunhalado pelo seu próprio amor.

    Desceu das nuvens para uma cama de hospital, e se tornou tão espectral quanto as coisas à sua volta, antes de usar as drogas.

    - Por que fizeram isso comigo? Estávamos juntos, e não havia nada pra temer, nem pra duvidar.
    - Dizem que tudo tem seu preço.
    - Eu só queria continuar sentindo.
    - O que você sentia?
    - O mundo. Pela primeira vez eu senti as coisas, eu tive emoção.
    - Bem, você deveria saber que não pode sentir se estiver morto.

    Talvez ele só estivesse fugindo do mundo, sentido algo que realmente não poderia ser sentido no caos em que tudo se encontrava. Talvez ele não conseguisse enxergar o que restava de bom aqui, ou mesmo enxergando, não tinha esperanças de que isso poderia ter valor para ele.

    Ele sai do leito aonde jazia; mas não procura prazer na vida. Procura em suas companheiras pedras brancas. Mas também não procura a morte, ainda.


    E assim como enjoou dos prazeres da vida, enjoou dos prazeres das drogas, que já eram muito fracas para ele. Vieram outras, que pentraram em suas veias, tomando conta do seu corpo, totalmente. Ele queria sentir o máximo, e sentiu a morte, a doce morte levando sua vida embora. Que talvez, seja o sentimento máximo que possa ser sentido. Bem, todos procuramos por algo. Talvez isso era o que ele queria.
    Talvez ele realmente tenha nascido para morrer.

    Infelizmente, nem sempre se encontra alguém que possa tocar seu coração. Em seu tempo de vida, ele não achou ninguém nesse mundo egoísta que pudesse o acordar.
    Bem, alguém sempre morre.
     
  2. NeoDeSampa

    NeoDeSampa Usuário

    um menino de rua?

    uam pessoa solitária?

    podem ser várias pessoas ...

    acho que vc podia tirar essa aprte aki ó


    só o que tá em negrito. isso no meu ver empobreceuas metáforas....
     
  3. Inho

    Inho Usuário

    Só achei meio confusa a parte de depois que ele vai pro hospital...

    E pouco interessa quem era, ou qual seu papel na sociedade: essa história acontece com qualquer um, independente de classe social.
     
  4. :clap: :clap: :clap: :clap: Parabens, vc soube usar muito bem as metaforas... :D conseguiu transimitir a mensagem perfeitamente. parabens!
     
  5. Northern Lad

    Northern Lad Usuário

    Sim, podem ser várias pessoas. Mas realmente não importa quem é... a intenção era que o personagem fosse qualquer um... poderia ser até você.

    Pra não ficar muito complicado eu coloquei logo no início do texto a palavra "drogas" pros desavisados não lerem o texto ao pé da letra e não entenderem nada... De qq forma, que bom que voces gostaram. :)
     

Compartilhar