1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

[L] [Idril Nénmacil] Tardes Em Imladris

Tópico em 'Clube dos Bardos' iniciado por Idril, 28 Out 2004.

  1. Idril

    Idril Usuário

    [Idril Nénmacil] Tardes Em Imladris

    Um breve comentário antes: comecei essa história após postar um tópico sobre lembas em outro fórum e publiquei no ato no mesmo fórum. A Idril que surge na história é a Idril do meu nick, ou seja, eu (Doh!).


    Autor: Idril Nénmacil
    Gênero:
    Título: Tardes em Imladris


    Tarde I


    A mesa estava repleta de utensílios culinários e diversos tipos de alimetos que ele, Elrond, usaria em seus experimentos naquela tarde primaveril de Imladris. O pai de Arwen, sogro de Aragorn e tio de Idril Nénmacil possuia um hobbie secreto, que de longe parecia ser o seu hobbie: cozinhar.

    Dizem as línguas de Imladris que o senhor deles chega a passar horas se deliciando de suas novas, digamos, criações. Ele mesmo costuma devorar o que faz, não deixando sequer uma mísera migalha para os outros - diz ele que a experiência é para ser provada pelo criador primeiro, mas acontece que ele mesmo exagera e acaba devorando a experiência inteira. Se não bastasse, Elrond também é ciumento quando se trata de sua cozinha e tudo o que está dentro dela, deixando que sua sobrinha Idril e sua filha Arwen usem-na pouquíssimas vezes. " Não pretendo me aposentar do cargo tão cedo" é asua desculpa para evitar ao máximo que ambas elfas se aproximem do território masi agradável de Valfenda, quando se trata de comida.

    Agora, Elrond experimentava uma mistura de amoras com uma delicada massa de outras frutas vermelhas e trigo; um novo bolo surgiria, ou até mesmo uma nova cópia de alguma receita perdida no tempo ressurgiria com outro nome. Com cuidado extremo, com a minúcia de um artesão, o senhor de Imladris testava a textura da geléia de amoras que ele estava fazendo para colocar como cobertura do bolo - estava ótima! Cautelosamente, sem encostar em nada , novamente igual a um artesão, ele estuda algumas boas nozes, devidamente raladas, que seriam o recheio juntamente com uma pasta mais do que cremosa e grudenta, feita de leite, açúcar e mel.

    Um artesão. Assim é Elrond na cozinha. O bolo de frutas vermelhas e nozes que ele estava fazendo ia ficando cada vez maior, cheiroso, apetitoso e repleto de detalhes que só as espadas élficas possuem. Algumas amoras inteiras foram colocadas como decoração no bolo, que já estava devidamente assado (o forno a lenha que Elrond havia importado de Rohan era o melhor da região). Só mai suns detalhes e pronto, o bolo já estaria perfeito.

    - Uma obra prima de dar inveja na Galadriel. - gabava-se e orgulhava-se o "artesão de cozinhas" Elrond. - Só acho que não irei prová-lo como sempre faço, sozinho. Vejamos, meus filhos e alguns parentes podem provar essa nova belezura do papai aqui também.

    Cuidadosamente, ele pegou o bolo, inteiro, sem estar em pedaços, e levou diretamente para a majestosa mesa que se encontrava naquilo que nós chamariamos de sala de jantar. Lá ficou o bolo, esperando que bocas famintas o devorassem, enquanto Elrond fez o favor de não ser guloso e ir chamar os entes queridos com quem ele gostaria de partilhar tal momento.
     
  2. Idril

    Idril Usuário

    Continuação:

    Tarde I - Parte 2

    Arwen atendeu aos berros do pai, assim como seus irmãos e uma pequena multidão de cinco pessoas também. Todos correram agitados e esbaforidos até a casa de Elrond, direto para a tal sala de jantar. Era um prazer único provar as receitas que ele fazia e criava.

    Cada um foi ocupando uma das rústicas, mas belas, cadeiras que se encontravam entorno da mesa. Todos teriam se sentado calmamente e tudo teria sido perfeito se não fosse pelo tropeço de Elladan em Lindir, que quase derrubou Arwen no chão, graças a ansia que todos escondiam perante aquela maravilha de bolo.

    - Elladan, fique calmo que o bolo não tem pernas e não fugirá dessa mesa tão cedo. - protestou Lindir, aparentemente irritado com o esbarrão nada sutil que Elladan dera nele. - Até onde sei, Elrond ainda não conseguiu descobrir ingredientes que dêem vida a seus bolos.

    - Está bem, está bem! Desculpe, foi apenas um esbarrão de leve!

    - Foi tão de leve que quase me jogou no chão. - dizia Arwen, olhando para os dois elfos em questão.

    - Certo, a discussão está uma maravilha, vocês são muito simpáticos, graças a Eru ninguém caiu em cima do bolo! Vamos, comportem-se como bons elfos na mesa! - assim falava Idril, apaziguando aquilo que poderia virar uma grande briga, equivalente as de um grupo de Trolls.

    Certamente seria pior se alguém caísse em cima do bolo, como Idril disse, e Elrond se irritaria tão profundamente que não faria mais tal convite - sim, foi um descuido deixar o bolo logo de cara na mesa, quando era para o mesmo ter sido trazido após todos se acomodarem. Após todos se aquietarem, Elrond surgiu com louças e mais louças para os convidados apareciarem aquele lindo, majestoso e apetitoso bolo que os esperava. Ele não pensara em alguma bebida que caísse bem para acompanhar o bolo, mas Idril resolveu lembrar o sábio elfo de uma maneira petulante, o que o irritava de certa forma.

    - Meu querido tio, não será feito nada para tomarmos também? Um chá ou até mesmo um singelo copo de leite cai bem nessas horas.

    - Acalme-se e terás uma vasilha cheia de um dos dois do qual você fez questão de lembrar. - acrescentou o sábio, laconicamente. - Tinha pensado em vos servir vinho... - na verdade, como eu já disse, ele não tinha pensado em nada, apenas estava disfarçando sua falta de atenção para um detalhe importante.

    - Então nos traga vinho, oras! - interrompeu Lindir.

    - Olha, eu acho que café cairia melhor, pois geralmente se come bolo com leite, café, chá.... - pensava Arwen, em voz bem alta.

    - E eu acho que vocês estão pedindo demais. Aguardem e terão copos de água na frente de vocês em breve. - irritou-se Elrond, quase que amavelmente.

    - Água? - indignou-se Idril. - Mas por que tem que ser água?

    - Chega, chega! Ninguém chega num consenso, ninguém aceita o que é proposto, então ninguém vai tomar nada! - Assim, Elrond encerrara a discussão, tomando seu lugar costumeiro na mesa, pegando seu prato e pegando o primeiro pedaço do bolo. - Agora, sirvam-se a vontade, mas façam o favor de não estragar o bolo.

    - Ué, mas ao tirar um pedaço dele, é inevitável que se estrague o mesmo. - disse Lindir.

    - Eu disse pra tirar um pedaço com cuidado, sem desmontar e derrubar toda a estrutura dessa coisa linda que fiz.

    - Você está com dó do bolo?

    - Sim...quero dizer, não. Ah, que importa!

    Discussão aparentemente encerrada, talheres cortando cada pedaço do bolo, bocas muito ocupadas naquele momento para permitirem alguma disavença ou um papo agradável. Elrond apreciou dois majestosos pedaços, sendo que todos fizeram o mesmo, não deixando sequer uma resquício do bolo, para a tristeza de Elrond.
     
  3. §Etuerpe§

    §Etuerpe§ Usuário

    adorei
    so tenho a dizer isso querida Idril!
    Primeiramente pq adoro framboesa

    E adorei o fato de Elrond ser um gourmet,que chique,combina com ele

    Agora em relação aos elfos,pelos deuses!,ningum-em chega a um acordo,e credo que falta de educação todo mundo correndo para chegar a mesa se empurrando ,bem educado o senhor Elladan não :roll: :lol:

    Mas enfim adorei ,achei criativa e orginal
    nem pediria para postar la na minha humilde historinha ,mas se vc quiser se chama Holocausto dos Anjos ,se não for te encomodar...agora marketing a parte adorei sua historia,continua?
     
  4. :lol:
    Adorei! Muito engraçado imaginar o Elrond cozinhando e os elfos se matando p/ chegar antes na mesa... Muito bom! :D
     
  5. Idril

    Idril Usuário

    Obrigada! :dente:

    Eu gosto de brincar um pouco com essas características dos seres de Arda, como a seriedade dos elfos (embora eles parecessem uns hippies em O Hobbit) o jeitão do Gandalf, etc.

    Existe mais uma história dentro dessa série, mas falta eu dar uns ajustes nela para publicar aqui.
     

Compartilhar