1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

[L] [Halanor Erundulë][Fantasias Inacabadas2]

Tópico em 'Clube dos Bardos' iniciado por Halanor Erundulë, 4 Jun 2002.

  1. [Halanor Erundulë][Fantasias Inacabadas2]

    Bem, aqui estão os outros capitulos de fantasias /inacabadas, não reparem nos erros de pontuação ou ortográficos, e nem de ter algumas palavras juntas pq isso foi por causa do meu teclado.... :roll:



    FANTASIAS INACABADAS

    4°Capitulo: Água, Terra e Ar


    Após a cura repentina de Nárë tudo voltou ao normal. O senhor de Vandora não havia ainda retornado e todos do castelo já estavam com sentindo muita falta de seu senhor. Pórem no canto mais escuro e profundo do belo palácio de Eldalië se escondia um ser estranho... e desconhecido a toda e qualquer pessoa que habitava Vandora. Ninquém poderia ouvir seus gemidos e seus gritos, nem a criatura mais profana saberia escutar aquele som...não eram gritos de dor, e nem portanto gemidos de agunia e sim uma canção. Talvez a mais bizarra e horrenda já escutada, mas tal ser se criava e se mantinha lá escondido, até estar totalmente pronto para se mostrar perante todos.

    Da voz que Nárë ouvira ela nunca mais falou, e tentou esqueçer...mas sabia que no fundo mais secreto de sua alma e mente reconhecia aquela voz, ficou entrigada, mas não tinha a menor idéia de que voz era aquela.
    -I amar prestar aen...(o mundo esta mudado)-Disse Nárë, enquanto olhava da janela do palácio para as águas e as árvores da floresta- han mathon ne nen...(eu sinto isso na água)han mathon ne chae...(eu sinto isso na terra)a han noston ned gwilith.(eu sinto o cheiro disso na ar)
    -Muito do que antes estava perdido.-respondeu Elanor-Para ninquém que agora vive, pode se lembrar disso.
    -Muitas vezes pensamos que saberiamos dezer que o perigo se aproxima-entristeceu-se Nárë-...mas agora vejo o quanto nós somos cegos para este perigo...o quanto não sabemos sobre ele,..., e o quanto tememos ele!
    -O perigo não podemos controlar.-Interrompeu Isil-Ele nunca está, esteve ou estará em nossas mãos.Nós o criamos e nós o destruimos.
    -Como somos tolos perante a vida, criamos uma coisa que não podemos nem controlar.Estamos completamente despreparados para isso...e nem assim paramos de criar.-Respondeu sériamente Nárë.
    -Não estamos completamente despreparados...só não sabemos lidar com ele agora, mas na hora saberemos- Dizendo isso Elanor saiu dos aposentos.
    -I amar prestar aen!(o mundo esta mudado)-Disse Isil se surpreendendo.
    -han mathon ne nen, ne chae.(eu sinto isso no ar, na terra.)-Disse isso fitando Isil por alguns segundos-a han noston ned gwilith!(eu sinto o cheiro disso na ar)

    Naquela noite a água ficou mais forte, destruindo qualquer coisa em seu caminho. A terra ficou mais seca, a grama havia morrido e as árvores apodreciam. O ar ficou forte e esalava um cheiro insuportável. Mas ninguém viu isso...ninguém se preocupou nem ao menos acordou com o barrulho da água, da terra ou do ar. O ser que habitava o castelo já estava pronto para sair, e não poderia mais esperar, pois essa era a melhor oportunidade.
    Nárë porém, ouviu os barrulhos vindos da rua...e percebeu que algo de muito terrivel se aproximava. Mas não chegou a notar que estava mais perto do que ela imaginava...


    --------------------------------------------



    5°Capitulo:Das montanhas ao sul e dos parentes jamais perdidos


    Ao sul de Vandora, perto das montanhas Raud, conhecidas por fornecer uma grande quantidade de metais fortes e resistentes, e dos rios Laug e Ostrad que se encontram na floresta de Athelas estão os parentes da familia Ninquë, em Gwaeron. Uma viagem não muito longa, mas perigosa se for feita pelo lado direito do vau Taur. Lá o povo dos Elfos Sindar e uma parte dos Elfos Calaquendi moram, entre as florestas de prata e ouro de Loth Maew. O senhor de Gwaeron, conhecido pelos Sindar de Erin Erundulë e pelos elfos Calaquendi de Erin Mithren, que acabou adotando os dois nomes ficando assim Erin Mithren Erundulë, se casou com a única irmã de Eldalië Ninque, a bela e frágil Idhrin Ninquë, como é conhecida pelos elfos Calaquendi e Idhrin Fein pelos elfos Sindar, que juntamente com o seu marido adotou o nome de Idhrin Fein Ninquë. Os dois tiveram quatro filhos, Edhel Mithren, um elfo forte, que ficou com o sobrenome do meio do pai, Naur Ninquë, o corajoso, que herdou o último nome da mãe, Ithil Fein, a branca, herdou o nome do meio de sua mãe e Halanor Erundulë, a mais jovem e bela, que ficou com o último nome do paterno.
    Edhel Mithren, o primeiro filho, é o mais forte e mais habilidoso nas batalhas que seu irmão Naur Ninquë que herdou a coragem e a sabedoria da mãe. Ithil Fein, a filha mais velha, é frágil e delicada, mas nem por isso se tornou uma elfa triste e solitária, pelo contrário ela e sua irmã vivem viajando sozinhas para Vandora, enfrentando todos os perigos. Halanor Erundulë, a filha mais nova e mais bela, é corajosa, igual a mãe, e orgulhosa, igual ao pai, adora aventuras, mas não corre atrás delas. Só se aventurando quando necessário, como para ir até Vandora visitar suas primas, seus longos cabelos ondulados e dourados reliusem a luz do sol e parecem fios de ouro. Delgada, como os seus demais irmãos e familiares, também herdou a estátura mediana, tradicional das elfas da familia Ninquë.

    Os palácios dourados de Gwaeron, são confortáveis e agradáveis, muito magnifica a visão dos palácios ao sol relusentes. Gwaeron possui dois palácios, diferentes de Vandora, eles estão distribuidos em lugares opostos, um ao sul de Gwaeron e outro ao norte. A familia Mithren mora no palácio do sul, e o mais perto da entrada de Gwaeron, o palácio do sul é chamado de Anarórë, pois o sol sempre ilumina à ele mais do que à tudo nesse povoado. No palácio ao norte ficam hospedados as armas, é lá que todo o conselho do povoado se reune para tomar alguma decisão. Lá os guerreiros, arqueiros e feiticeiros de Gwaeron vivem, juntamente com alguns criados a serviço de seu senhor. Esse palácio é chamado de Andúnë, pois o sol desse povoado nasce ao norte, bem em cima deste palácio, e lá fica a iluminar o Anarórë ao sul. A rainha de Gwaeron, é muito poderosa nas magias de cura e proteção, por isso ela criou uma barreira em volta de suas províncias, para que somente fosse vista a cidade de Gwaeron, por quem tem o coração puro e que não pretende trazer o mal para aquele povoado. A proteção foi chamada de Barreira de Laurëa, ou mais conhecida como "Proteção Dourada".


    -------------------------------------------------------



    Cap.6: Do arranjo para Nárë


    Sobre as colinas mais ao Norte fica situada Valaquenta, uma cidade com vários elfos Quendi,
    os Reis Élficos da mais pura linhagem sairam e nasceram lá. É lá que o senhor das terras de
    Vandora foi. Durante o caminho Eldalië teve alguns peguenos problemas aoatravesar o vale do
    Simionor, um ataque de Orcs repentino que custou a vida de vários de seus homens. Com esse
    ataque Eldalië e sua comitiva tiveram que parar em um outro reinado para repor suas energias
    e seus mantimentos, parando em Dóriel, a comitiva teve que enfrentar outros problemas, pois
    o Senhor daquele reino não era muito familiarisado ou se quer amigavel com elfos da linhagem
    dos Calaquendi. Retidos por dois dias em Dóriel, eles finalmente partiram para Valaquenta, passando pelos vales de Mithriel, pelo rio Tórien-ne-ëin, mais conhecidos como rio da lua negra,
    por conter vários feitiços em seu interior. Após essa travecia tiveram que ficar por uns tempos
    nos Ermos Dúlien, já tendo gastado seis semanas de viagem (mais do que haviam previsto).
    Finalmente quando chegaram a Valaquenta, depois de uma longa noite de descanso, foram tratar de
    negócios e de uma coisa um pouco diferente...
    -Bom meu caro amigo!-disse o senhor de Valaquenta-Se dispões de apenas alguns minutos para falarmos...
    -Claro que disponho!-respondeu Eldalië.
    -Como vieram me contar, e você agora confirma, fiquei sabendo que sua à filha mais nova, da qual dispõe de grande beleza, você pretende arranjar marido!
    -Pois claro que pretendo,-Disse Eldalië meio apriencivo- mas claro se isso for do agrado de minha filha! Seu filho Nindë Teren tem um bom coração e é muito corajoso e vigoroso...seria um marido de confiança para minha filha...mas saibas meu amigo, que não pretendo casar minha filha a força, e nem de que ela se afaste de mim enquanto eu estiver vivo!

    O senhor de Valaquenta, Únien Teren, se deteve por alguns instantes antes de voltar a falar, Únien era muito ganancioso e tinha o poder de uma enorme fortuna, porém sua ganancia era a beleza do povo de Eldalië. Seu desejo mais intimo era ter como esposa para ele mesmo e para seu filho uma das decendentes do trono real de Vandora, mas como já era demasiado velho para poder se casar novamente (sendo que sua esposa ainda não havia morrido).
    -Então vejamos, leve meu filho com sua escolta até Vandora, se ele à sua filha for de agrado e se à ele ela agradar; realizaremos o noivado e depois quem sabe casamento!
    -Está feito então o nosso acordo.- sorriu Eldalië-Mas já venho a lhe avisar, minha filha jamais de mim vai se afastar, e nunca darei minha filha para força alguma em toda Arda!Pois sendo ela meu maior e mais brilhante tesouro, nunca irei me desfazer!Se seu filho quer levar meu tesouro... deverá se mostrar digno dele.


    -------------------------------------------------------





    Cap.7:O encontro do sol e da lua



    Durante a primavera, enquanto seu pai não retornava, Nárë aproveitou para passar os dias cantando, dançando e se divertindo sozinha na floresta. O solbrilhava forte, e as flores estavam em sua mais pura beleza, Nárë trajava suas vestes mais bonitas e alegres, com um vestido longo e roxo claro, com várias jóias que reluziam ao sol. Com os cabelos a brilhar sem perceber, alguém estava a observar, espantado de tamanha beleza que via o homem ficou paralizado admirando
    os belos versos da canção e a bela dança em que Nárë se encontrava. Derepente Nárë avistou alguma coisa a observa-la.
    -Quem vens ao meu encontro?-perguntou.
    O elfo ficou parado, mudo admirando a curiosidade de Nárë, enquanto ela se movia para avista-lo, então como se ele já não estivesse controlando os próprios movimentos, e como se já tivesse
    visto ou dito ou até conhecido tal beleza alguma vez ele finalmente respondeu ao seu chamado.
    -Por favor...não se esconda de mim!-repetiu Nárë.
    -Jamais me esconderia, estava apenas a observar!-Respondeu então o homem.
    -Quem é você?Por favor me diga...mal algum posso lhe causar!-Implorou Nárë.
    -Sou Silma Nieninquë, e você?
    -Nárë Ninquë, filha do senhor dessas terras!
    -Sou apenas um viajante que não tem para onde ir...
    Ficando frente-a-frente com o elfo, Nárë se sentiu estranha, como se já o conhecesse, ficou
    levimente corada e disse:
    -Você...-por um momento esitou- não gostaria de se hospedar...no palácio?
    -Não...me incomoda a sensação de estar preso a um local!-respondeu Silma.
    -Você não tem....fa..familia?
    -Tenho, mas a abandonei...
    Nárë sentiu uma pontada no peito quando Silma lhe disse essas palavras. Mas o silêncio foi quebrado.
    -Essa pedra...-disse ele olhando fixamente para o colar no pescoço de Nárë.
    -Ah!É chamada de Wendë Laurëa...minha falecida mãe me deu.-entristeceu-se Nárë.
    -Me desculpe...volte a sorrir, sua face foi feita para isso!-acariciando então o rosto de Nárë ele sorriu.
    Nárë ficou muito sem jeito e não falou nada, o elfo esta a admira-la com um sorriso muito cativante. Nárë sempre teve o coração generoso e faria de tudo para ajudar aquele elfo, mas naquele momento ela não conseguia dizer mais nada.
    -Por que se calou tão repentinamente?Te assusto?
    Ela ficou quieta, apenas olhando para ele e fazendo um gesto de "não". Nárë segurou a mão dele,
    e disse algumas palavras em élfico que o homem não pode escutar direito, e depois ela correu, o elfo gritou seu nome...mas ela não voltou.




    ----------
    Por enquanto foi isso, Até mais!
     
  2. Ah-oi

    eba fantasia inacabadas aqui^_^..........vc é a kchan né ?_?
     
  3. ;_;'er...¬¬droga....me revelaram.....fujam todos.....meus planos falharam.....*alarme de incendio*PIPIPIPIPIPIPIIPIPIPIPIPI...fujammm;_;'

    T_T E vc é quem....Misauchan?!
     
  4. Ah-oi

    vc descobriu nnnnnnnnnnnaaaaaaaaaaoooooooooo;_;*correndo se jogando pela janela * minha identidade secreta foi descoberta*se joga pela janela* ;_;'
     
  5. ;_;estamos quites....¬¬'mas....eu deixei vc escapar e vc matou meu tiu;_; e depois fujiu com o caro dele*andou vendo Homem-aranha* >=) eu vou te matarrrrrr.....^^Vou na cabine telefonica vestir minha roupa de bailarina^^';_;ops!¬¬er...aham!cof!cof!T_Ta minha roupa de homem...¬¬'er...Mulher...;_;'er...GAROTA-ARANHA>=)
     
  6. Ah-oi

    eu vou me vestir de duende verde^^..er que dizer filha da duende verde ¬¬'.....e vou roubar todos os cofres dos bancos do mundo e ficar milionária ^^
     
  7. Ah-oi

    agora que eu percebi ¬¬'...ninguém leu fantasias inacabadas ou é impressão minha ¬¬' se leu posta a opinião né ¬¬'
     
  8. ;_;é né....ninguém parece ler-__-' e eu pensando que postando aqui iria poder saber o que os outros achavam....;_; :cry:
     
  9. Knolex

    Knolex Well-Known Member In Memoriam

    Não pensem que só porque ninguém postou ninguem tenha lido. Muita gente lê e acaba não comentando... Eu devo admitir que ainda não li, mas assim que tiver um pouco mais de tempo eu vou ler...
     
  10. Northern Lad

    Northern Lad Usuário

    er.... eu li sim^^ qndo vc postou do mazela:p Lá lá lá, quem descobrirá minha identidade secreta O_O'heheh^^
     
  11. Ah-oi


    vc é o yukun...yukun...yukun....né ?¬¬'
     
  12. Northern Lad

    Northern Lad Usuário

    Aceerrtouu^^*pega uma faca e começa a se esfaquear e...* NAAUUM;_; Eu naum posso me matar¬¬'...Eu tenho que estar vivo¬¬' ATÉ a data prometida em 1999... Their destiny was foreordained T_T' *viciado em X* eskece mchan^^
     
  13. Ah-oi

    vc é um espirito ;_;....eu falo com pessoas mortas ..isso é assustador ;_;''
     
  14. ¬¬'aiai...é por isso que as vezes eu penso:"^^To com fome!"
    ;_;'ops!Pensamento errado¬¬'
     

Compartilhar