• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

[L] {Etuerpe} Holocausto dos Anjos

Evestar

Usuário
ola para todos, mil descupas por ter esquecido seu aniversario Etuerpe, ando muito desligada, seu texto esta maravilhoso muito bom mesmo, ainda mais que adoro historias com arcanjos e com todo esse misterio, muito intrigante, espero que continue logo, :kiss: :clap:
 

§Etuerpe§

Usuário
obrigada hoje não estou muito com espírito pq estou voltando para o hospital onde fiquei internada semana passada ,acho que é so pra consulta assim espero...mas se eu conseguir coloco a continuação muito obrigada a todos pelas as críticas e pelos os elogios vcs moram no meu coração ! :wink: me desejem sorte
 

§Etuerpe§

Usuário
parte 5

Algo Conhecido...


Independente da crença de cada um,todos respeitavam aquele lugar tão imponente .

Acomodaram-se nos grandes bancos de madeira escura ,para ouvir de um dos clérigos um palestra sobre a construção e arquitetura gótica da Catedral.Sofia se sentou em uma das extremidades perto do corredor ,como sempre estava sozinha ,mas prefiria assim,podia ver cada detalhe da arquitetura grandiosa e todos detalhes perto do altar principal.Olhando a sua volta encontrou André sentado na outra fileria de bancos ,o observou com atenção estava impressionada com sua beleza e como um rapaz como ele poderia escolher uma vida reclusa como a de um padre.

O silêncio foi quebrado por um dos alunos que estava sentado perto de Sofia ,ele se chamava Tiago e disse ,como para todos ouvirem:

-Olha a Sofia quer arrumar esquema com o padre!

Todos riram,Sofia não sabia onde esconder a cara mas mesmo assim viu que André a olhava e sorria ,sem que ela esperasse ele se levantou e foi em sua direção e perguntou:

-Não se incomode com isso...Posso me sentar?-diante da resposta positiva se sentou ao lado dela -Não se importe com isso ,eu não me importo...


Sofia o olhou de soslaio estava muito tímida diante do comentário maldoso de Tiago ,e olhando para o chão não pode deixar de reparar nas mãos de André uma moeda dourada com a flor de lis ,não conseguindo conter a admiração disse:

-Eu tinha uma dessas ,eu comprei veio junto com uma revista ,mas ela sumiu faz tres dias ,me dava muita sorte!

-Eu a achei aqui nesses dias a noite...-comentou o padre-

-Mas é óbvio que não é a minha moeda da sorte -retrucou Sofia-

-É lógico-encerrou o padre--

-Ou voce é muito santo -olhando fixamente nbos olhos-

André sentiu um arrepio congelante subir pela a espinha...


continua

me perdoem se tiver alguns erros é que eu estou de saida para o hospital :osigh:
 

Masei®

Usuário
Hmmmm... Lá vai hein...
Li a história até aqui e estou achando legal ela... É um assunto realmente interessante... Mas acho que ela está um pouco mal escrita... Tá muito corrida, as idéias estão jogadas, há muitos erros de pontuação. Mas vejo por algumas combinações de palaras que você tem futuro... Eu recomendaria que você lesse MUUUUITOS livros, lêsse pra caramba mesmo...

A história em si é bastante intrigante como já foi dito, e eu quero saber o que vem depois hehe... E isso também é importante... Mas apresentar um texto com muitos erros, às vezes até sem concordância tira a vontade do leitor de continuar lendo... OK? É só minha opinião...

Ah, outra coisa... Comenta no meu texto? hahahaha... Bjus... E continue com a história...
 

Itarillë

Usuário
Li todos os capítulos, está muito legal Etuerpe! Os únicos "problemas" são os erros de pontuação, como já disseram nesse tópico, mas eu acho que esses são os de menos! :mrgreen: O principal você já tem: talento de sobra.

Sorte com os exames e continue sempre escrevendo! :D
 
Estou gostando da sua história também. Acho um tema muito curioso e interessante. Só penso que você poderia escrever com mais calma, desenvolvendo mais os capítulos, só uma opinião é claro. Acho que a idéia é muito interessante e criativa, e por isso você poderia se alongar um pouco mais, descrevendo com mais calma talvez.
 

Excalibur

Hitokiri
Estou te devendo um comentário, né, Etuerpe?

Bem, estou aqui para cumprir o q combinei (demorei mas cumpri).

Sua história é muito interessante. Vc tem um dom muito bom e criativo de prender o leitor logo no começo, e isso é ótimo. Já dizia Sherazade: se vc não prender seu ouvinte nos primeiros 5 minutos não o prenderá mais.

Vc disse q já tinha escrito essa história antes, mas ela ainda me parece bem recente, como se vc tivesse imaginado, escrito e postado logo depois. Me corrija se eu estiver errado. Vc já tem a história toda escrita? Ou apenas o começo, ou a idéia principal?

Não gosto muito de concordar com a Prímula em público ( :P :wink: ) mas preciso. Cuidado com personagens muito belos, a meu ver, eles podem levar seu texto para um clichê hollywoodiano e vc acabar escrevendo mais um roteiro de filme do q um uma bela história. Minha sugestão seria: procure apresentar os personagens como pessoas de características comuns, os leitores são pessoas comuns. Creio q eles gostariam de se identificar com os protagonistas da história. Vc acertou na hora de escolher a Sofia! :wink:

Os erros de digitação são comuns e normais na vida de um escritor, portanto não se culpe tanto por eles. Todo mundo dá um escorregão de vez em quando. No entanto, eles às vezes incomodam quem está lendo. Mas como vc se explicou e disse q estava de saída para o hospital, a gente entende.

Procure descrever mais os locais. Não precisa ser uma descrição fria. Pode ser o próprio personagem expressando sua opinião sobre o ambiente. Mais uma vez, a Sofia estava muito bem na hora de descrever a casa dela.

Tente envolver-se na verossimilhança da sua história. Por exemplo, qndo Sofia encontra Rafael e ele a constrange tocando-a daquele jeito. Seja mais específica no nojo, na vergonha q ela sentiu, na impotência em q ela se viu. Creio q não deve ser tão simples para uma garota ser tocada desse jeito. Outra coisa, ele não fez isso numa principal de São Paulo em horário de rush, fez? Pq a situação seria mais complicada ainda.

Tenho algumas sugestões e toques pra te dar, se vc quiser é claro, mas são bem específicos em relação à história, por isso prefiro te mandá-los por MP.

Sua história está muito interessante! Estou acompanhando com expectativa, portanto, nem pense em desistir dela.

A propósito, melhoras pra vc. Espero q vc esteja bem de saúde e q tenha ocorrido td bem no médico. Se cuida, moça.
 

Evestar

Usuário
Saranel Morevendë disse:
ADOREI!

Tbm gosto de escrever coisas c/esses temas (A Eve sabe :mrgreen: :grinlove: ), qqr coisa a gente pode conversar sobre textos por MP!

Bjo!

:D e tambem adoro ler textos assim , pq para escrever :(

etuerpe converse com a saranel ela vai te dar otimas dicas ne sara :grinlove:
 

§Etuerpe§

Usuário
voltando do hospital,estava lendo as criticas dos amigos ,e peço desculpas pois estava com minhas ideias meio atrapalhadas sabem?vc nunca sabe que vão fazer com vc em um hospital ,acabei fazendo um exame no osso do quadril que olha não posso nem sentar.Mas não vim aqui fazer drama so vim dizer que vou tentar ir com calma agora e agradeço os conselhos dos queridos amigos que postam aqui.

Parte 6

MAIS UMA VÍTIMA

Finalmente depois de uma hora a palestra intediante sobre os detalhes da arquitetura gótica da catedral ,não havia mais nada a se dizer.Todos se levantaram ,estavam meio ansiosos para sair dali,somente Sofia permanecia com um alegre conversa com André.

Percebendo que todos já saiam Sofia se despediu:

-Até algum dia ...-se levantando-

André a acompanhou até a porta ,foi quando todos os sons de lá de fora pareciam ter se calado ,Sofia parou logo atrás do padre ,que ia mais a frente ,e disse:

-Acho que estou surda!

Virando -se ,André sentiu que também ela não ouvia mais nem um ruído e disse:

-O que esta acontecendo?

Um aroma forte de jasmim tomou conta do ar,foi quando os dois viram .Um ser que parecia escorregar pelas as paredes ,ele mais parecia uma mancha negra de óleo,aquela ¨mancha¨desceu até o altar e aumentou de tamanho foi quando de dentro dela um ser,um homem com vestes medievais com longas asas pareceu sair de dentro da mancha,estava morto e caíu em frente o altar.

André não conseguia respirar .Depois de deixar o corpo a mancha se ergueu no ar e sumiu como uma nuvem de fumaça e desapareceu.

Sofia correu e André a seguiu mas quando chegaram no altar não havia ninguem .André olhou em volta foi quando sentiu uma coisa queimar em seu bolso da calça ,quando tirou a moeda com a flor de lis estava queimando e se desfez um cinzas .Uma brisa soprou fira la dentro e Sofia disse:

-O que esta acontecendo?

Nesse instante a professora Maura ,voltou para buscar o aluno que faltava no ônibus,Sofia,e sem dizer nada ela se afastou do padre ,e acompanhou sua mestra, entrou no veículo junto com sua escola e foi em silêncio de volta para sua escola.Tentava de alguma forma achar alguma relação em tudo que estava acontcendo.E logo algo assombroso veio à sua mente ,será que alguem estava matando os intocáveis anjos de Deus?




continua........
 

§Etuerpe§

Usuário
parte 7

Encontro o o inimigo


No pátio ao ar livre,enquanto todos ouviam um sermão sobre o mal comportamento dos alunos na catedral,Sofia se afastou e foi se sentar um um comprido banco de madeira castanha perto do portão de ferro da saída.Sentada olhava algumas altas árvores que rodeavam a escola ,o Sol se punha e logo daria 18:00 , o vento soprava morno .A jovem Sofia gostava daquilo ,sentia uma estranha paz naquilo ,foi quando seu estado de contemplação foi destruído por Marcelo ,o jovem mais desejado pelas suas amigas,e lá vinha ele com duas meninas que se jogavam aos seus braços tentando arrancar um pouco de sua atenção .Sofia de algum modo sabia que nunca teria chances com ele ,não era feia mas também não era tão bonita como ela julgava ser suas amigas.

Marcelo se aproximou de Sofia e a comprimentou com um beijos,eles eram amigos embora ela nunca houvesse percebido,ou fingido não perceber,o carinho de Sofia.Olhando-o com até um certa devoção Sofia ignorou as pretendentes e perguntou:

-Gostou da excursão hoje?

-Ah.........meu nem é!mau chato odeio essas coisas ,mas tinha que ir né?vai ter trabalho sobre isso né?-queixou-se o jovem-

-Não se preocupe eu te ajudo-consolou Sofia-

As pretendentes não agüentando mais a presença da rival,a cdf Sofia logo encerraram:

-Vamos Marcel não combinamos com a galera para ir ver Senhor dos Anéis hoje depois da excursão.

Marcelo meio que ignorando as duas que "buzinavam "na sua orelha olhou para a amiga Sofia e disse:

-Eu vi voce com o padre ,gostou dele né?

-Imagine !ele tem idade para quase ser meu pai!-retrucou Sofia-

-Não exagere ,ele parece ter 34 anos ,nãoi é tão velho assim -disse Marcelo-

-Mas para mim é velho sim!-encerrou Sofia-

Marcelo se levantou e logo as duas "grudaram"nele ,e tentando disfarçar o constrangimento ele perguntou:

-Voce não vem Sofia ?

As duas "fofas"olharam com raiva para Sofia e disseram:

-Não né voce falou que vai estudar hoje !

Sentindo que realmente não era bem vinda Sofia se levantou e disse:

-É mesmo havia me esquecido ,vou nessa!-saindo e deixando o jovem com as duas "adoráveis "jovens que quase o arrastavam-

O Sol já se punha ,Sofia andava sozinha pela a rua residencial rumo a sua casa ,pelo seus cáuculos ja seria noite quando iria chegar em casa .Sozinha se lembrava do jeito gentil e da beleza de André e disse para si mesma:

-Deus me livre me confinar dentro de um igreja..

A escuridão já estava chegando ,as casas faziam um jogo de claro e escuro ,quando Sofia entrou a direita da rua de sua escola subiu uns dois quarterões e virou a esquerda na rua de sua casa ,uma rua sem saída que terminavam um paredão.Quando chegou a sua rua já era noite e a rua era pouco iluminada .Foi quando sentiu um frio estranho e um medo indescritível,olhou na sua frente e no paredão dois homens vestidos de negro montados em dois cavalos que pareciam reluzir em aço.

Os dois pararam e pronunciaram algumas palavras de intimidação:

-Os puros devem pagar pela a nossa desgraça ,aquele que no expulsou vai pagar com a vida dos intocáveis ,procure o belo que se esconde entre os puros ,a mão dele sera o algoz
 

§Etuerpe§

Usuário
continuando...


Sofia recuou alguns passos ,de repente sentiu suas pernas travarem.Respirou fundo e tomou coragem para perguntar:

-Quem são ?

Um dos cavaleiros,o mais alto deles , que usava um capuz negro e deixava a mostra em sua cabeça um elmo com dois dentes de osso virados para cima ,não dava para ver seu rosto.Ele se aproximou e ergueu uma das mãos que segurava uma foice disse com uma voz rouca quase como um rosnado:

-Somos aqueles que trarão a ordem a esse universo gerenciado pelos os puros ,somos da ordem de Arkan,e voce não será um impecilho para nossos planos!

Sem que pudesse reagir ,Sofia sentiu tudo escurecer e uma dor insuportável percorreu desde de seu pescoço até as pernas,sem sentir mais nada ela caiu no chão frio de asfalto e sentiu então seu sangue escorrer quente pelo seu pescoço.Ergueu os olhos e viu os dois cavaleiros se afastarem e sumirem em fumaça.

Sozinha ,Sofia percebeu que seu pescoço havia sido violentamente golpeado,não sabia como estava viva ainda mas sentia a morte se aproximar.Ouvia sons cada vez mais distantes e a dor cada vez mais forte,sentia também que estava deitada em uma poça de seu próprio sangue.Sentia sua vida se esvair junto com seu sangue e ao mesmo tempo tentava chamar ajuda mas sua voz não saia.Será que a morte chegaria para ela naquela hora ,daquele jeito.?
 

§Etuerpe§

Usuário
parte 8

Encontro com o Belo



Sozinha e agonizante,Sofia podia ver o céu claro e estrelado se fechar em um véu agonizante de escuridão,a dor em seu corpo parecia ter se transformado em um formigamento e um frio terrivel parecia domina-la.Tentou se mexer ,mas tinha a sensação que sua cabeça iria cair do alto do seu pescoço ,o sangue havia parado de sair ja estava coagulando.Foi quando resolveu se entregar ,não iria mais lutar contra o inevitável :ela iria morrer! .Então fechou os olhos e soltou seu corpo.

Em sua mente a jovem tentava orar ,pedir ajuda, não havia mais o que fazer.Foi quando sentiu um calor percorrer seu corpo e uma paz a invadiu e ela abriu lentamente os olhos ,viu que alguem segurava seu corpo,era um homem, e como era belo, seu corpo era de luz ,seus olhos pareciam irradiar um amor indescritível ,possuia uma par de asas brancas que chegavam a irradiar luz .O ser não disse nada mas na mente dela ,ele parecia falar diretamente :

-Acalme-se deixe-me ajuda-la ,Arkan não vai leva-la voce cumprirá sua missão !

Sentindo suas pálpebras pesadas ,Sofia fechou os olhos ,e o ser alado desaparecer em um facho de luz.
 

§Etuerpe§

Usuário
depois eu continuo que não da mais a máquina aqui vai fechar mas quem achar algum erro ou sugestão de como eu devia ter escrito ,me manda por mp,não me detona aqui né pessoal :oops: :lol:
 
A história está cada vez melhor, Etuerpe. :D
No começo parecia que as coisas estavam acontecendo rápido demais, mas acho que agora vc já está corrigindo isso... Parabéns. :mrgreen:
 

§Etuerpe§

Usuário
obrigada muito obrigada!

parte 9

A Ordem de Arkan

Uma música lenta e calma preencheu seus ouvidos e Sofia lentamente acordou e surpresa, olhou a sua volta.Não estava mais na rua a beira da morte,pelo o contrário,estava em uma cama com macios lençóis brancos ,o leito estava dentro de uma espécie de coreto com belas vigas de mármore cinza e teto abobadado branco,à sua volta estava um belo jardim que reluzia a luz de um Sol quente e aconchegante.

Sofia lentamente se sentou na cama ,e como em um reflexo tocou seu pescoço ,não havia nenhum sinal de seu ferimento ou cicatriz .Com um sentimento de desconfiança e encantamento se levantou e saiu do "coreto".Pisou na grama macia e que sensação maravilhosa tomou conta de seu ser,uma sensação de levesa,respirou fundo o ar que parecia ter uma leve fragrância de vida .Olhou tudo com muita atenção ,como se procurasse alguém,foi quando uma voz masculina perguntou atrás dela:

-Voce esta melhor?

Quando se virou ,se deparou com um homem alto de longos cabelos castanhos cacheados ,pele clara e viçosa e serenos olhos azuis.Sofia abriu a boca surpreendida com a aparência daquele homem,mas logo a fechou e respondeu:

-Aonde estou?e quem é voce?

Calmo o belo homem tomou a mão de Sofia e a conduziu de volta à cama ,fez ela se sentar e de pé diante dela ,respondeu:

-Meu nome é Yeziahel ,sou seu mentor aqui e no seu mundo,Voce minha amiga esta em uma esfera angelical chamada Atír ,é a esfera mais próxima da Terra ,as mais distantes são chamadas Crísticas ,lá o corpo de qualquer ser inclusive o meu não pode entrar.Por Atír ser mais próxima da Terra é que seu corpo pode adentra-la .Te resgatei daquela maneira por que vc não pode deixar aquele mundo voce tem que cumprir sua missão que é destriur o algoz dos Arcanjos ,esse Algoz que é conhecido por nós como Atriel,esta encarnado na Terra mas ainda não despertou


depois eu continuo.....
 

Shadowrunner

Usuário
Bah, tô adorando essa história. Tô sempre verificando se tu postou algo novo. Tá ótimo.

Essa última parte ficou melhor que as outras,com mais detalhes do cenário.

Continue assim!

Por favor, leia meu texto! Ninguém comentou ele ainda :cry:
 

Valinor 2020

Total arrecadado
R$130,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo