1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

[L] Estória parte 1

Tópico em 'Clube dos Bardos' iniciado por Dwain, 15 Jan 2005.

  1. Dwain

    Dwain Banned

    Estória parte 1

    Ja tem algumas semanas , começei a fazer uma estória estou na parte 5 , mas como não sei o que vão achar ,resolvi postar apenas a parte1 e gostaria também de sugestões e opniões

    ''Queridos amigos, quem vos escreve é o saudoso Sabby da província de Nottgngen . Sei que já faz 12 anos que não apareço e não dou notícias ,sei também que muitos já se foram com a ilusão de me reencontrar no outro mundo ,mas ainda continuo vivo. Contarei agora desde o começo como tudo sucedeu.
    Em uma manhã de 37 estava eu com sempre na soleira de minha porta apreciando minha saúde em meus plenos 53 anos e ao mesmo tempo lamentando-me dos dias , anos que perdi sem que nada de importante e especial tenha feito. Nessa época estava sentindo minha vista um pouco cansada , impossibilitando-me de realizar minha tarefa diária da leitura , a qual tanto apreciava. Pois bem, fumava meu charuto holandês, quando um velho , barbudo parou em minha porta . Ele tinha uma fisionomia estranha , usava uma túnica verde , muito surrada ,com alguns furos e possuía um cajado singular. Ele olhou para mim e consultou uma ferramenta que se semelhava a uma bússola ,fez um sinal de confirmação com a cabeça e puxou um pergaminho e me perguntou com uma grande calma :
    - É o senhor Sabby o filho de Fargot.Dahia
    -Sim ,sim
    -Vim trazer notícias de seu pai?
    - Você deve esta pensando que eu sou algum tolo, todos sabem que ele morreu na guerra de willborg ,há muitos anos
    -hum
    - E quem é o senhor, porque ta me perguntando isso?
    -Vai ser mas difícil do que pensava.
    - O que? Diga?
    - Já que insistes ,Seu pai morreu a 2 dias em Luaffrd.
    Meu coração gelou naquele momento , não sabia o que dizer ,estava confuso, a lembrança de meu pai já fazia com que as lágrimas saltassem de meus olhos ,então o velho pegou em minha mão e disse com sua suave voz:
    - hai hai será que poderiamos entrar e assim tentarei explicar.
    - sim ,sim quero ver as bobagens que vai falar.
    Então o levei para dentro de minha humilde casa e confesso meu coração batia mais rápido algo me dizia que aquele misterioso senhor poderia estar dizendo a verdade . Servi-lhe meu melhor vinho e sentei-me. Sentia que aquela conversa iria mudar tudo''
    Fim da parte 1.
     
  2. Skylink

    Skylink Squirrle!

    Não separava as virgúlas desse jeito, dwain; por favor... Quebra o ritmo enquanto vc está lendo.

    Tens uns errinhos na história, tipo esses:

    Mas o que me incomoda são as vírgulas, em algumas frases. Tu podia usar outros tipos de pausa quando vai abordar várias coiss diferentes. Algo como...

    " Meu coração gelou naquele momento, sem saber o que dizer. Estavámos confusos (eu e meu coração, implicitamente)... A lembrança de meu pai já fazendo com que as lágrimas saltassem de meus olhos... Neste momento, porém, o velho pegou em minha mão e disse com sua suave voz "

    Ademais, em relação à história, não tenho muito como julgar ainda. O pretexto é interessante, e por isso vou esperar pela próxima parte.
     
  3. #_Slash_#

    #_Slash_# Philip Marlowe Follower

    Realmente .. me senti incomodado com isso
    num sei deixou o texto pesado na minha opiniaum
     
  4. Dwain

    Dwain Banned

    Valeu galera , nunca fui bom em virgulas , mas tentarei melhorar :wink: Por isso que não postei o resto , estou relendo para não ter erros :) :)
     
  5. Dwain

    Dwain Banned

    Lá vai a parte 2

    O velho demorou de entrar , ele observava atentamente tudo que estava ao redor. Andava livremente pelos cômodos da minha casa sem sequer pedir autorização. Parou em frente á minha estante de livros que outrora pertencera a meu pai, puxou de sua surrada túnica , um pergaminho. Bastaram alguns segundos e ele tirou um livro cor de prata que se encontrava a direita , e só agora eu percebia como aquele livro estava distante de todos os outros. Ele já ia abri-lo quando impendi:
    - Ei , te trouxe aqui para explicar o que tinha dito , não para mexer nas coisas de meu pai , eu mesmo nunca mexi nestes livros.
    - Hai,hai por isso que não sabe de nada e teve durante todos os anos ,a ilusão que seu pai tinha morrido nessa guerra que ele inventou.
    A agonia se apoderava de mim , não podia deixar alguém falar tantas mentiras e dizer que meu falecido pai era um mentiroso .No momento que iria enfim expulsá-lo , ele levantou sua mão e abriu a página e começou a ler em voz alta:
    - "Querido Sabby, espero que esteja lendo isso a tempo , fico triste em dizer que tudo que te falei sobre as guerras era mentira , mas tive que fazer isso para protegê-lo. Tudo começou quando andava na floresta de Lotar para buscar comida , andei ,andei e nada achava , nenhum animal sequer , já começava a ficar desesperado quando avistei um pequeno ser se rastejando , parecia um coelho ,sei lá, nunca tinha visto uma criatura tão estranha mas não hesitei , puxei meu arco e atirei , não podia chegar em casa sem comida , ouvi um grunido tão alto que sentir meu corpo todo doer ,atirei novamente , fiquei com medo dele escapar , mas depois, percebi que ele já estava morto e que minha segunda flecha foi em vão , no momento em que ia pega-lo ouvi diversas vozes vindo da floresta:
    -Não pegue nele , é amaldiçoado , você vai morrer.
    De repente várias criaturas desceram das árvores, eles tinham uns 40 centímetros, me lembrei muito das estórias de Swift , mas nunca tinha acreditado em nada disso.Eles se assemelhavam muito a nós , tinham mãos largas e alguns deles possuíam longas barbas , outros portavam machados , adagas , arcos e outro instrumento que depois fui saber que se chamava labas , parecia uns chifres ou uma corneta.Um deles que parecia um pouco maior que os demais e possuía um gorro se aproximou de mim e se ajoelhou ,todos os outros o imitaram e gritavam:
    - Grandioso seja nosso salvador que nos livraste do nosso mal , estamos agora livres e você será recompensado , conhecerá o nosso reino e falará com nosso rei.
    Realmente fiquei muito confuso , mas sabia que não poderia recusar tal ordem , resolvi então aceitar , e os segui durante algumas léguas até que finalmente chegamos no encantado reino dos Tabras
     

Compartilhar