1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

[L] [Esmeralda Villa][Em casa]

Tópico em 'Clube dos Bardos' iniciado por Esmeralda Villa, 6 Dez 2002.

  1. Esmeralda Villa

    Esmeralda Villa Usuário

    [Esmeralda Villa][Em casa]

    oiiiiiiiiiiiiiiiiiiii!!
    Olha, essa é uma redação da escola que eu fiz e que aminha professora adorou. Eu pessoalmente achei meio ridícula, mas tudo bem.
    Aviso: essa história ñ é real, nem foi baseada em fatos que aconteceram...sem querer ser chata.

    Em casa

    Arrumar o armário: uma das coisas mais chatas da vida, e é exatamente isso que eu estou fazendo. O pior é que agora só falta a parte de cima, aquelas prateleiras inúteis, cheias de coisas velhas e mofadas.
    Minha ''missão'' começa subindo a escada. Quatro degraus de metal e um maior em cima; olhando para baixo, parece que vou cair, mas, felizmente, isso não aconteceu.
    Abri as portas, e achei todo o tipo de coisas: jogos, cobertores, sacos de plástico, brinquedos, caixas, etc. Fui jogando tudo no chão, era tanta coisa que o primeiro degrau ficou soterrado por todo o tipo de tranqueira.
    Estava quase no final, o armário estava vazio, exceto por uma pequena caixa de papelão bem velha. Olhei dentro dela, e vi brinquedos que um dia me deixaram feliz. Não reconhecia todos, mas sentia que eram especiais para mim.
    Chamei a minha mãe e, depois de receber alguns elogios pela parte de baixo bem arrumada, contei o que havia achado. Ela me disse que eram meus primeiros brinquedos, e os meus preferidos, que foram esquecidos no tempo pro tantas mudanças de casa.
    Perguntei se podia para de arrumar para fazer algo com os brinquedinhos, mas a resposta foi sempre a mesma: não.
    O jeito foi arrumar tudo o mais rápido possível, que foram, no mínimo, duas horas...
    Finalmente peguei a caixa, e comecei a olhar todos os brinquedos, um por um, e comecei a me lembrar de momentos felizes, de dias no parque, dias em casa, dias de viagem, dias tristes, dias de chuva… Peguei um caderno velho e comecei a escrever todas essas ''historinhas'', que hoje estão guardadas, mas que talvez um dia eu mostre para alguém.

    E aí? O que acharam?
     

Compartilhar