1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

[L] [AneleH] [Máscara(s) de deus(es)]

Tópico em 'Clube dos Bardos' iniciado por AneleH, 2 Fev 2005.

  1. AneleH

    AneleH Usuário

    [AneleH] [Máscara(s) de deus(es)]

    Entao galerinha... eu juntei vários poemas que escrevi e vou mostrá-los aqui pra vocês.. mas são varios, e sei q eh chato ler varios poemas d uma soh vez :wink: , entao vou colocando aos poucos, vendo o q o povo acha 8-) ....
    Por enquanto, eh um total de 7 poemas...
    Espero q gostem :mrgreen:
    com vcs,

    Máscara(s) de deus(es)
     
  2. AneleH

    AneleH Usuário

    01.
    Scarriest it Gets (A Corn Field)


    A little girl,
    Standing by herself.
    Alone, so alone
    Her own soul left her.

    Come closer,
    look into her eyes.
    See only emptyness.
    No-one is there anymore.
    There is no girl anymore.

    The field,
    of a strange yellow,
    it´s seeds are poison.
    You run but not move.

    Turn around
    another face,
    as empty as the girl´s.
    and so suddently, it´s gone.

    The corns make you sick,
    their leaves cuts you deep.
    Turning around
    around yourself,
    looking for the exit
    that´s never there.

    You look again,
    and your eyes can't belive:
    It's not one person,
    nor two, nor three.
    You look to a whole world of faces
    Everyone empty,
    no one is there.

    As you cry
    the tears that blind you,
    don´t want to believe this reality.
    You try to cry out of this dream.

    No one is with you anymore.
    All alone
    you sit to cry, to forget.
    And then you find
    A single mirror on the floor.
     
  3. AneleH

    AneleH Usuário

    PS: pra quem nao entende ingles, aguardem a traduçao simultanea q tou fazendo, e nao se preocupe, ou outros sao em portuga mesmo =)
     
  4. Masei®

    Masei® Usuário

    Muito legal.. Tá de parabéns... Já pensou em escrever músicas? rs
     
  5. AneleH

    AneleH Usuário

    01.
    Scarriest it Gets (A Corn Field)
    O mais assustador que pode ficar (Campo de cereais)

    A little girl,
    Standing by herself
    Alone, so alone
    Her own soul left her.

    Uma pequena menina,
    De pé com ela mesma
    Sozinha, tão sozinha
    Sua própria alma a deixou.


    Come closer,
    look into her eyes.
    See only emptyness
    No-one is there anymore.
    There is no girl anymore.

    Venha mais perto,
    Olhe dentro dos olhos dela.
    Veja apenas o vazio
    Não há ali mais ninguém.
    Não há mais menina.


    The field,
    of a strange yellow,
    it´s seeds are poison.
    You run but not move.

    O campo,
    De um estranho amarelo,
    Suas sementes são veneno.
    Você corre mas não se move.


    Turn around
    another face,
    as empty as the girl´s.
    and so suddently, it´s gone.

    Vire-se
    outra face,
    Tão vazia quanto a da menina.
    e tão de repente, se foi.


    The corns make you sick,
    their leaves cuts you deep.
    Turning around
    around yourself,
    looking for the exit
    that´s never there.

    Os cereais deixam você doente,
    Suas folhas crortam você profundamente.
    Dando a volta
    A volta em voê mesmo,
    Olhando pela saida
    Que nunca está lá.


    You look again,
    and your eyes can't belive:
    It's not one person,
    nor two, nor three.
    You look to a whole world of faces
    Everyone empty,
    no one is there.

    Você olha de novo,
    E seus olhos não podem acreditar:
    Não é uma pessoa,
    Nem duas, nem três.
    Você olha para todo um mundo de rostos
    Todos vazios,
    Não hã ninguém alí.


    As you cry
    the tears that blind you,
    don´t want to believe this reality.
    You try to cry out of this dream.

    E você chora
    as lágrimas que te cegam,
    Não quer acreditar nessa realidade.
    Você tenta chorar sua saida desse sonho.


    No one is with you anymore.
    All alone
    you sit to cry, to forget.
    And then you find
    A single mirror on the floor.

    Ninguém mais está com você
    Totalmente sozinho
    Você senta para chorar, para esquecer.
    E então acha
    Um único espelho no chão.
     
  6. AneleH

    AneleH Usuário

    Eu tinha montado o poema em 2 colunas, bem legal com a traduçao... daih na hora de postar, o forum juntou tudo :osigh: ...... mas pelo menos taih a traduçao, agora todos podem ler =)

    Músicas? nao.. ateh q nao. Nao conseguiria esquever sem ter um ritmo, acho... e cm a parte musical da coisa nao eh exatamente o meu talento......... hehehehe
    se bem q soh escrevo poemas ouvindo musica... :mrgreen:
     
  7. Evestar

    Evestar Usuário

    muito lindu AneleH, adorei mesmo :grinlove:

    parabens :clap: , espero que vc post mais ta :dance:
     
  8. AneleH

    AneleH Usuário

    02.
    Máscara

    Acordo
    com máscara,
    sem vontade.
    O sonho estava tão bom,
    para que voltar a realidade?

    Meu lar,
    um jardim de cores, um palácio de flores
    um mundo aéreo, onde tudo é possível
    e todos meus desejos são reais...

    Acordo de sobresalto:
    Olha a hora, menina!
    Zumbi, começo mais um dia
    sempre a mesma rotina.

    Antes de sair,
    um último ajuste a máscara.
    Você não vai querer mostrar seu rosto ao mundo, vai?

    Já no carro, quase chegando,
    obrigo-me a me encontrar:
    Mais um dia, mesma rotina, tudo recomeça.

    Olhe bem no meu rosto,
    enxerge dentro de minha alma
    as lágrimas escondidas
    a dor reprimida.

    Na escola, uma amiga(?) :
    "Nossa, Helena, que cara de sono!"
    É, sono... Bem sono mesmo!
    A máscara firme, colada em minha face.
    Cara de sono?
    De tristeza, de melancolia
    de morte, talvez.
    Sono? Sono é o que menos tenho,
    vivo em estado de latência,
    não quero esta existência!

    O dia segue em frente,
    ninguem presta atenção em mim.
    Quanto maior a dor, menor a tua importância.
    Meu refúgio, a realidade do sonho.



    Segue o dia, minhas lágrimas secando,
    talvez não seja tudo assim, tão ruim.
    Até sorrisos esboço, sorrisos profundos
    Ainda há solução para tudo.



    Ha! Ledo engano,
    Logo volto a mim novamente
    E a dor, Ah!, a dor é tão grande!
    Não vejo a saida,
    cadê o fim deste túnel?

    Tento arrancar minha máscara
    A pele arde, a alma queima
    Isso não pode ser real,
    É apenas um sonho!
    Acorde, acorde!
    Corte os pulsos tentando se beliscar, acordar.
    E tudo parece ainda pior.

    Esta noite, quando deitar,
    será pela última vez.
    Passarei a viver nos meus sonhos,
    as deliciosas aventuras, os eternos amores.
    Não mais esta realidade angustiante,
    agoniante,
    agonizante.
     
  9. Muito lindos! :D
    Meus parabéns, AneleH!
     
  10. AneleH

    AneleH Usuário

    03.
    Pieces


    I wanted to feel.
    I wanted to be.
    My future wouldn´t be
    Just some boring lines.

    The world didn´t care.
    I was so innocent.
    It came to a point,
    It overcome me.

    I couldn´t go any longer,
    So I tried to be strong.
    I put heavy armours in me,
    To protect me, from myself.
    To protect me, from what I felt.

    For a while it helped me.
    I would walk through the world in perfection.
    Nobody would say
    that this little girl
    Was spliting inside.

    But now I can´t hold it any longer.
    I´m broking.
    I´m tearing.
    Such small pieces,
    Nobody will ever see me again.

    I don´t want to feel anymore.
    I don´t want to dream anymore.
    Remove all my protections.
    Remove all my being.

    All naked.
    All I just need
    All I just want
    is to die.
     
  11. AneleH

    AneleH Usuário

    03.
    Pieces
    Pedaços


    I wanted to feel.
    I wanted to be.
    My future wouldn´t be
    Just some boring lines.

    Eu queria sentir.
    Eu queria ser.
    Meu futuro não seria
    Apenas umas linhas entediantes.


    The world didn´t care.
    I was so innocent.
    It came to a point,
    It overcome me.

    O mundo não se importou.
    Eu era tão inocente.
    Chegou num ponto,
    Ele me atropelou.


    I couldn´t go any longer,
    SO I tried to be strong.
    I put heavy armours in me,
    To protect me, from myself.
    To protect me, from what I felt.

    Eu não podia seguir mais,
    Então tentei ser forte.
    Eu pus uma pesada armadura sobre mim,
    Para me proteger de mim mesma.
    Para me proteger do que sentia.


    For a while it helped me.
    I would walk through the world in perfection.
    Nobody would say
    that this little girl
    Was spliting inside.

    Por um tempo, me ajudou.
    Eu pude andar no mundo em perfeição.
    Ninguém diria
    Que esta pequena menina
    estava se partindo por dentro.


    But now I can´t hold it any longer.
    I´m broking.
    I´m tearing.
    Such small pieces,
    Nobody will ever see me again.

    Mas agora eu não posso aguentar mais.
    Eu estou quebrando.
    Eu estou despedaçando.
    Pedaços tão pequenos,
    Ninguém mais me verá novamente.


    I don´t want to feel anymore.
    I don´t want to dream anymore.
    Remove all my protections.
    Remove all my being.

    Eu não quero mais sentir.
    Eu não quero mais sonhar.
    Removo todas as minhas proteções
    Removo todo meu ser.


    All naked.
    All I just need
    All I just want
    is to die.

    Tudo nu.
    Tudo que eu preciso
    Tudo que eu quero
    é morrer.
     
  12. AneleH

    AneleH Usuário

    04.
    Você


    Meu status: Ausente.
    Nunca estive aqui realmente.
    Você algum dia esteve?
    Você algum dia se importou?

    Eu sou ausente,
    Ausente de mim mesma.
    Minha existêcia é oca.
    E quem já me olhou?


    As pessoas giram
    Em torno do sol,
    Em torno de si mesmas.
    A cada ano que passa,
    A cada dia que se vai.
    Alheios uns aos outros,
    Não vemos um palmo diante de nós mesmos.
    Como baratas tontas,
    Vivemos vidas sem qualquer anseio.


    Mais dia, menos dia
    Quem sabe você descubra
    Por que tudo é tão fácil,
    Por que tudo é tão vago.

    E então se assustará.
    Pois há um segredo,
    E está dentro de você.
    Há um deus
    E ele é você!
     
  13. Skylink

    Skylink Squirrle!

    "hunf, difícil achar palavras..."

    O primeiro ta simplesmente fantástico, lena, como eu já tinha te dito. Você desenvolve a partir das imagens; a garota, uma outra alma vazia, o cenário do campo se construindo e a forma como ele aprisiona e machuca... E enfim a compreensão da verdadeira realidade do mundo, além de um toque perfeito sobre a única pessoa que se tem, no final das contas. O mais foda é que o ritmo ficou perfeito, e eu amei demais, mesmo.

    O segundo surge como que continuando o outro, mostrando a vivência da realidade com o meio que a menina encontra para se proteger, embora continue a sofrer com isso. As máscaras são o único modo de fingir que os sentimentos não existem, mas mesmo isso se torna insuportável depois de um tempo. Ah, adorei o final, terminando com o desejo de permanecer no refúgio dos sonhos.

    O terceiro então fica como uma reitaração do segundo, explicando como foi esconder seus sentimentos e andar no mundo com a imagem da perfeição que era esperada. Mas ainda assim, tudo continua vazio, e você rejeita todas as coisas, até os sonhos e desejos, que mesmo estes também fazem sofrer... E apenas a morte como solução, a princípio...

    Bem, estou extremamente ansioso pelo último agora ^^
     
  14. AneleH

    AneleH Usuário

    Sky...
    Vc conseguiu realcionar os textos d um jeito q Eu nao consegui... soh escrevi, achei q o tema era meio parecido e resolvi junta-los...heheheh
    Valeu aih.. adoro o q vc escreve dos meus textos =)

    Ah.. e novis.. tem mais 2 poemas pra coletania aqui.. heheheh
     
  15. AneleH

    AneleH Usuário

    05.
    Culpa

    Remova todas as suas roupas.
    Retire todas as tuas máscaras.
    Mostre suas cicatrizes,
    Marcas, lágrimas.

    Do fio de cabelo,
    Ao cerne de teu coração.
    Abra-te.
    Revele-se.
    Você não tem como esconder.


    O carrasco é você mesmo,
    As testemunhas,
    O juiz.
    Deus nâo passa de uma desculpa
    Você sabe muito bem a sua culpa.

    Lentamente os vermes da alma te consumirão
    Tudo não passa de tua imaginação
    Abra os olhos,
    pois eu sou você
    E nada mais existe
    além de mim.


    Só você tem a consciência?
    Nunca se perguntou por quê?
    Não, é claro.
    Você tem todas as respostas que não quer ver.

    E um fogo me consome,
    Uma lâmina me corta.
    Eu destruo minha vida
    Para fugir do que sei.


    Tudo fica negro
    Tudo encolhe
    Tudo some

    Um montinho num canto,
    Uma pilha de ossos choacoalha.
    Soluçando, chorando.
    Aos poucos,só restará pó
    Água das làgrimas,
    e então,
    Mais nada.
     
  16. AneleH

    AneleH Usuário

    God Almighty



    There is someone up there,
    The almighty.

    But it´s not your benevolous god.

    It´s your own mind,
    Playing tricks
    to distract only you
    from yourself.





    Deus Todo-poderoso

    Existe alguém lá em cima,
    O todo-poderoso.

    Mas não é o seu deus de amor.

    É sua própria mente,
    Montando jogos
    para distraia somente você
    de você mesmo.
     
  17. AneleH

    AneleH Usuário

    07.
    Escuridão

    E um dia a escuridão chegará,
    E você finalmente enchergará.
    O mundo era apenas você,
    Nada mais que seus pensamentos.

    Tudo de bom,
    Mas tudo de ruim também.
    É tudo sua culpa,
    conseguiria viver com esse peso?

    Para desonerar seus pecados,
    você criou deuses.
    Sua própria adoração
    por estas falsas crenças.

    Quando a escuridão chegar
    Não tenha medo
    É culpa sua mesmo...
     
  18. Arahen

    Arahen Usuário

    liiiiiiiiiiiiindos!!!
    Lena, virou poetisa? eu não sabia desse seu lado... hm, poético! :obiggraz:
    linda, querida, você é um amor, te amo! :wink:
     
  19. AneleH

    AneleH Usuário

    08.
    Personagem

    A sua máscara.. a sua verdade
    Você sabe o que é o quê?
    Voce sabe quem realmente é?

    Deus, você tem o poder.
    A mente humana é maior do que podemos saber.

    Eu sou o mundo.
    Eu sou tudo.
    Eu sou a dor.
    Eu sou?
    Não sei quem sou.
    E tenho medo de descobrir.


    Se penso numa coisa,
    lá dentro,
    não conto para ninguém.
    Mais tarde, percebo,
    A coisa acontece,
    Pela lógica que falei.

    Prevejo o tempo
    e acredito no que digo.
    No fim, tudo acaba realmente acontecendo.

    Deja vu
    Quem nunca teve?
    Os sonhos que criam
    nossa história de amanhã.


    E se tudo não passar de um sonho?
    Seria eu a única por aqui?
    E se tudo for minha imaginação?
    Minha culpa me mataria?

    Mas.. pior
    E se eu não for mais que um marionete?
    E se formos só personagens desse romance?
    E se no fundo,
    Vivemos apenas na cabeça de algum idiota,
    Sentado em sua cadeira, brincando de deus?

    Choro,
    porque nesse caso,
    nem mesmo essas palavras seriam minhas...
     
  20. AneleH

    AneleH Usuário

    09.
    Marionete

    As cordinhas invisíveis
    Lentamente obrigam minha mão a se mexer...
    Apertando as teclas,
    Juntando letras,
    Formando palavras
    Que não são minhas.

    Uma pequena marionete
    rebelde e desesperada.
    Mas é assim que ele me quer.
    Divertindo-se com minha existência,
    com minha rotina,
    com minha lágrima derramada,
    Aquela que ele mesmo criou.

    Minha dor aumenta
    A seu bel-prazer.
    E eu não aguento,
    Tento morrer...
    Mas nem essa opção me é dada.
    E sigo,
    cambaleando,
    com as cordas segurando
    esse marionete de pé
     

Compartilhar