1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

KRAUTROCK: Progressivo Alemão

Tópico em 'Música' iniciado por Progger58, 14 Jul 2005.

  1. Progger58

    Progger58 Usuário

    Krautrock é a palavra pela qual é normalmente conhecido o típico rock progressivo alemão, mas esse termo, na verdade, agrupa estilos de música os mais diversos, porém com duas coisas em comum: a origem e a época. Alemanha, anos 60 e 70.

    Consta que a palavra teria sido cunhada pelo guitarrista alemão Manuel Göttsching (Ash Ra Tempel), segundo esta explicação, que encontrei alhures:

    "Na segunda guerra os americanos começam a criar apelidos para designar os aliados e inimigos, normalmente comparando-os (pejorativamente) com legumes, frutas, verduras, etc. Os alemães foram batizados com o termo "couve-flor".

    Demonstrando um senso de humor acima da média, Manuel Göttsching (guitarrista, integrante da banda alemã Ash Ra Tempel) criou o termo "Rock Couve-Flor" para designar o estranho som que eles estavam fazendo no início dos anos 70 na Alemanha. Como uma das designações de couve-flor em alemão é Kraut, estava criado o termo Krautrock. Esta pelo menos é uma das versões que nós podemos concluir"​

    Sob a denominação KRAUTROCK, normalmente caraterizada por uma verdadeira doideira no que concerne à exploração dos extremos do experimentalismo, encontram-se agrupados, na verdade, vários estilos de música, desde o progressivo alemão experimental, jazz-rock, world music, space rock, eletrônica, enfim, praticamente tudo que se fazia de experimental na Alemanha na época acima referida.

    Algumas bandas normalmente citadas como representantes dessa interessante vertente são o Amon Düül (I & II), Can, Faust, Krokodil, Kraan, Birth Control, Jane, Ash Ra Tempel (a.k.a. Ashra Tempel), Gila, Grobschnitt, Guru Guru, Embryo, Popol Vuh, Chicken Bones, Rufus Zuphall, Novalis, Eden, Pell Mell, Ramses, Satin Whale, Rebekka, Triumvirat, Tritonus, Epidaurus, Eloy, dentre outras, juntamente com aquelas mais tipicamente eletrônicas, tais como Tangerine Dream, Kraftwerk, Neu!, Cluster, Klaus Schulze, etc.

    E alguém há de perguntar: por que o rock progressivo alemão soa assim tão diferente do tradicional prog inglês, por exemplo? Estudiosos do assunto apontam fundamentalmente o fator histórico, o fato da Alemanha ter sido a grande derrotada na 2ª Guerra Mundial e que justamente por isso aqueles jovens alemãs do final dos anos 60, quando eclodiu toda aquela revolução cultural na Europa, eram movidos por sentimentos um tanto diferentes do restante dos jovens europeus, já que eles, os germânicos, cresceram sob a pecha da vergonha pelo que sua geração anterior causara à humanidade. O Valdir Montanari, em seu livro Rock Progressivo, aborda esse aspecto nos seguintes termos, citando partes de matéria escrita por André Mauro e Breno Ninini, na revista Rock Show nº 2:

    "Ora, devemos lembrar, antes de mais nada, que a Alemanha e o Japão foram os grandes derrotados na segunda Guerra Mundial. As feridas custaram a cicatrizar. Ambos se atiraram compulsivamente ao trabalho - os japoneses para exorcisarem os horrores atômicos, os boches para esquecerem os genocídios nazistas - afinal, em seu caso, a humilhação do fracasso somou-se à vergonha pelos crimes contra a humanidade.

    Além disso, a Alemanha emergiu do conflito dividida, como um dos palcos principais da Guerra Fria. Que tal ser joven num país que vive em ritmo de usina e se assemelha a um paiol, onde o fósforo aceso descuidadosamente pode mandar tudo pelos ares?"​

    Seria essa, então, a explicação (deveras razoável) para o fato dos jovens alemães terem também absorvido o rock progressivo com apetite tão voraz, mas à sua maneira, ao seu estilo, com muito mais experimentalismo que suas congêneres de outras plagas.

    Saudações progressivas,
    Demétrio.
     
  2. Goba

    Goba luszt

    Sabia que Kreftwerk tinha algo a mais do que o normal do que seus conteporâneos americanos e ingleses. :think:

    Mas poxa, legal, não sabia disso, Progger58. :D
    À respeito do livro "Rock Progressivo", você poderia me indicar a editora? Fiquei interessado. É bom o livro?
     
  3. Progger58

    Progger58 Usuário

    O livro é esse mostrado em primeiro lugar na página que se segue:

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Sim, o livro é muito bom.

    Demétrio.
     
  4. Dwain

    Dwain Banned

    Hum..é bom esse livro sim..mas prefiro o Do Jeferson Araujo..é muito mais hilario.

    E não conhecia essa banda de prog, de alemão só me lembro do Can e do Eloy......
     
  5. Progger58

    Progger58 Usuário

    Olá, Dwain, que banda você não conhecia? :confused:

    Demétrio.
     
  6. Thico

    Thico The Passenger

    Mas o Progressivo alemão é grande até, o lance é que é desconhecido, mas no Krautrock temos bandas fantásticas como o Can e o Neu!... esse segundo banda de ex-membros do Kraftwerk se eu não me engano.

    Uma banda que eu quero conhecer agora é o Faust.
     
  7. Dwain

    Dwain Banned

    A banda do titulo.....=] =]
     
  8. Progger58

    Progger58 Usuário

    Não, Dwain, Krautrock não é nome de nenhuma banda, e sim a palavra pela qual é normalmente designado o típico prog alemão, conforme está explicado lá no primeiro post, ok? ;-)

    Saudações,
    Demétrio.
     
  9. Dwain

    Dwain Banned

    Maldita preguiça de ler....:wall:.Maldita preguiça... :wall:

    Desculpe-me progerr :oops: .

    Proxima vez irei ler com mais atenção. :ahn?:
     
  10. Krebain

    Krebain Banned

    Não sou muito entendido em Rock Prog, muito menos em KRAUTROCK, mas existe uma grande diferença entre um país e outro? Quero dizer, no estilo de composição?
     
  11. Progger58

    Progger58 Usuário

    Existe sim, Krebain. E é bom que seja assim, de outra forma ficaria muito sem graça ver que todas as bandas dos demais países seriam meras cópias das inglesas, não é verdade?

    Portanto, é muito bom constatar que o progressivo italiano tem sua assinatura própria, o espanhol também (adoro essas duas vertentes), o alemão idem, o francês, e até algumas bandas prog sul-americanas também têm sua identidade própria.

    Mais recentemente uma vertente que vem se destacando bastante é a do chamado progressivo escandinavo, com bandas que se caracterizam por uma sonoridade mais sombria, meio gótica, que também considero bastante interessante.

    Saudações,
    Demétrio.
     
    Última edição: 17 Jul 2005
  12. Fly Pan Am

    Fly Pan Am The Land Between Solar Systems

    Faust eh otimo.

    Outra banda legal que pode ser classificada como Krautrock eh Amon Duul
     
  13. Progger58

    Progger58 Usuário

    Progressivo Alemão

    Fly Pan,

    Faust e Amon Düül são realmente excelentes. Caso você não conheça ainda o CAN, acho que vale a pena você dar uma checada, inclusive estou sabendo que a discografia dessa banda está disponível em edição remasterizada, o que aliás me deixou deveras curioso, pois os cd's que eu tenho ainda são as edições normais.

    Demétrio.
     
  14. Já que o assunto é Prog Rock alemão, deixa eu recomendar esse disco aqui:

    TRIUMVIRAT - Spartacus
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Herdei da velha coleção de vinil do meu pai. É uma aula galera...
     
  15. Progger58

    Progger58 Usuário

    Muita gente considera esse Spartacus o melhor disco da carreira do Triumvirat. O disco é realmente sensacional, mas eu pessoalmente acho o Illusions on a Double Dimple ainda melhor.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    A verdade é que são duas obras belíssimas, e embora muita gente ainda insista em chamar o Triumvirat de "cópia alemã do ELP", eu ainda considero a obra do Triumvirat melhor que a do ELP.

    Saudações,
    Demétrio.
     
  16. Fly Pan Am

    Fly Pan Am The Land Between Solar Systems

    Re: Progressivo Alemão

    Can eh simplesmente orgasmico. Tenho Tago Mago, Ege Bamyasi, Future Days e Soon Over Babaluma da discografia deles.

    "Halleluwah" do Tago Mago da razao a existencia de musica.
     
  17. sapo cururu

    sapo cururu viajando pelo universo prog.

    Valeu Progger,
    Isso é que é aula de história!!!, e também sobre legumes que agente ouve,hehehe
     
  18. Progger, essa banda é muito boa mesmo, mas eu só conheço o Spartacus. Você (que manja de Rock Progressivo) podia abrir um tópico do Triumvirat e mandar umas informações pra galera conhecer mais, porque o disco que eu conheço é bom mesmo e vale a pena conferir.
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  19. Faram¡r

    Faram¡r Dr. Benway

    he he ... eu não gosto muito de Triumvirat, acho a banda meio sem sal. O primeiro deles ate que é mais bacana, mas ... eu nunca fui um grande fã do que se costuma chamar rock clássico. ELP é legal, embora eu goste ainda mais de Le Orme, mas não de Triumvirat.

    De qualquer forma, não se trata de uma banda de Krautrock ... se bem que, as vezes, o termo Krautrock é usado em um contexto mais genérico pra se referir as bandas de Rock Progressivo alemãs ... esse lance de nomeclatura de estilos é sempre meio complicado =p
     
  20. Ash Nazg

    Ash Nazg Usuário

    Krautrock é o melhor subgenero do Rock Progressivo....Eu não sei por que mas toda banda que eu escuto desse subgenero eu me amarro! Neu!, Faust, Amon Düül II, Can..... e outras mais ai....
    Fiz até uma camiseta, linda por sinal! que ta
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     

Compartilhar