1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Knots and Crosses (Ian Rankin)

Tópico em 'Literatura Estrangeira' iniciado por Meia Palavra, 1 Mar 2010.

  1. Meia Palavra

    Meia Palavra Usuário

    Uma das coisas que me impulsionavam a evitar ao máximo qualquer releitura (comentei sobre isso há poucos dias no Hellfire) era a angústia de saber que existem por aí milhões de livros que eu não só nunca lerei como também nunca tomarei conhecimento da existência deles. E eu posso largar mão de fazer qualquer coisa da minha vida e ficar só lendo, que mesmo assim ainda não conhecerei muitos escritores que são famosos em seus países, mas não chegaram a agitar nenhuma água aqui no Brasil, por exemplo.

    Um bom exemplo disso é o escocês Ian Rankin. Por causa do Fábio comecei a ler Knots and Crosses, primeiro livro da série do Inspetor Rebus. Ele comprou o livro (e sugeriu a leitura) porque Rankin é famoso não só pelas histórias de detetive, mas também por situar essas histórias em uma Edimburgo que os turistas algumas vezes podem não ver. O pub que sua personagem principal frequenta existe de verdade, assim como o endereço de Rebus na realidade fica no lado oposto do lugar onde o escritor morava na época que começou a escrever seu primeiro romance. Isso só citando como exemplos mais óbvios, mas tem muito mais de Edimburgo ali.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

     

Compartilhar