• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Kelvar e Olvar

Olwë

Usuário
Kelvar significa "animais, seres vivos que se movem".
Olvar quer dizer "coisas que crescem com raízes na terra", ou seja, as plantas.

A origem dos Ents é explicada por Manwë no Silmarillion, quando diz:

Quando os Filhos despertarem, o pensamento de Yavanna também despertará, e ele convocará espíritos de muito longe, que irão se misturar aos kelvar e aos olvar, e alguns ali residirão e serão reverenciados, e sua justa ira será temida. Por algum tempo: enquanto os Primogênitos estiverem no apogeu, e os Segundos forem jovens.
Os Ents seriam, então, Ainur?
Isso certamente traria alívio para os corações de quem se comove ao pensar na separação de Ents e Entesposas, pois sendo Ainur (e não Filhos, nem Valar, nem Maiar), poderiam deixar Arda quando quisessem (ou talvez apenas quando seus corpos perecessem) e se re-encontrar, fora dos limites do Mundo... :roll:

Está dito que tais espíritos iriam se misturar aos olvar (plantas) e aos kelvar (animais)...
Isso quer dizer que ao lado dos Ents (que eram olvar com espírito) haveriam animais (kelvar) também dotados de espírito?

Isso explicaria os animais-falantes da mitologia tolkieniana, como o cão Huan e o cavalo Nahar? Explicaria os animais-prodígios (possivelmente descendentes desses kelvar-ainur) tais como os cavalos mearas, ou aqueles pássaros falantes de O Hobbit ou (até) aquela misteriosa raposa que pensa alguma coisa consigo mesma quando topa com Frodo e os outros hobbits no começo da viagem, antes de chegarem a Bri?

Ou (o que me parece mais simples, embora não tão divertido 8) ) ao dizer que tais espíritos iriam se misturar a plantas e animais, Manwë quis dizer, apenas, que os Ents iriam viver cercados de bichos e de mato?
 
Olwë disse:
Os Ents seriam, então, Ainur?
Eu não acho. Eram seres vivos, como elfos e humanos. O que ele quis dizer com se misturar com Olvar e Kelvar foi que os ents podiam escolher entre ser Kelvar (Ent) e Olvar (Huorn)

Olwë disse:
Está dito que tais espíritos iriam se misturar aos olvar (plantas) e aos kelvar (animais)...
Isso quer dizer que ao lado dos Ents (que eram olvar com espírito) haveriam animais (kelvar) também dotados de espírito?
Isso explicaria os animais-falantes da mitologia tolkieniana, como o cão Huan e o cavalo Nahar? Explicaria os animais-prodígios (possivelmente descendentes desses kelvar-ainur) tais como os cavalos mearas, ou aqueles pássaros falantes de O Hobbit ou (até) aquela misteriosa raposa que pensa alguma coisa consigo mesma quando topa com Frodo e os outros hobbits no começo da viagem, antes de chegarem a Bri?

Todos os seres vivos tem o espírito da Chama imperecível...não?
Pra mim esse negócio das raposas e passáros falantes era piração de Tolkien...com execeção dos animais sagrados dos Valar, que provalvemente tinham o dom da fala.

Olwë disse:
Ou (o que me parece mais simples, embora não tão divertido 8) ) ao dizer que tais espíritos iriam se misturar a plantas e animais, Manwë quis dizer, apenas, que os Ents iriam viver cercados de bichos e de mato?
Eu acho que sim 8)
 

Tilion

Administrador
Creio que ocorreu o mesmo que com os anões: Yavanna os "criou" e Eru lhes imbuiu da Chama Imperecível.

Logo, eles não seriam Ainur (uma vez que a própria Yavanna é uma e ela não pode "criar" (completamente) vida, muito menos um ser igual a ela em hierarquia), e sim seres com fëa.

Quantos aos outros animais falantes, veja o texto "ORCS!!!" na Valinor, escrito pelo próprio Tolkien.
 
F

Fox

Visitante
Nemesis disse:
Todos os seres vivos tem o espírito da Chama imperecível...não?
Pra mim esse negócio das raposas e passáros falantes era piração de Tolkien...com execeção dos animais sagrados dos Valar, que provalvemente tinham o dom da fala.

E quem disse que raposas falavam? Tolkien não disse nada sobre isso e muito menos eu.

Eu disse que ela pensava, isso sim. E muitos outros animais naquele mundo devem pensar tambem. Mas falar? Nem todos. Aquele pássaro que falou com os anões n'O Hobbit, por exemplo, pertencia à uma raça especial de aves. Isso já foi esclarecido no próprio livro.

De resto, é só ver o argumento do Tillion, abaixo, com o qual concordo.

Tilion disse:
Creio que ocorreu o mesmo que com os anões: Yavanna os "criou" e Eru lhes imbuiu da Chama Imperecível.

Logo, eles não seriam Ainur (uma vez que a própria Yavanna é uma e ela não pode "criar" (completamente) vida, muito menos um ser igual a ela em hierarquia), e sim seres com fëa.

PS: E piração de tolkien? Pessoas com orelhas pontudas também considero piração (:mrgreen:), mas dentro do contexto do mundo dele, o que ele tenha ditado é regra. Assim é com qualquer escritor e sua respectiva obra.
 

Aegon Morgul

Usuário
Eu não acho. Eram seres vivos, como elfos e humanos. O que ele quis dizer com se misturar com Olvar e Kelvar foi que os ents podiam escolher entre ser Kelvar (Ent) e Olvar (Huorn)



Todos os seres vivos tem o espírito da Chama imperecível...não?
Pra mim esse negócio das raposas e passáros falantes era piração de Tolkien...com execeção dos animais sagrados dos Valar, que provalvemente tinham o dom da fala.


Eu acho que sim 8)
Olvar são animais. Huors são árvores.
 

Valinor 2021

Total arrecadado
R$125,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo