1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Kelvar e Olvar

Tópico em 'J.R.R. Tolkien e suas Obras (Diga Amigo e Entre!)' iniciado por Olwë, 25 Set 2002.

  1. Olwë

    Olwë Usuário

    Kelvar significa "animais, seres vivos que se movem".
    Olvar quer dizer "coisas que crescem com raízes na terra", ou seja, as plantas.

    A origem dos Ents é explicada por Manwë no Silmarillion, quando diz:

    Os Ents seriam, então, Ainur?
    Isso certamente traria alívio para os corações de quem se comove ao pensar na separação de Ents e Entesposas, pois sendo Ainur (e não Filhos, nem Valar, nem Maiar), poderiam deixar Arda quando quisessem (ou talvez apenas quando seus corpos perecessem) e se re-encontrar, fora dos limites do Mundo... :roll:

    Está dito que tais espíritos iriam se misturar aos olvar (plantas) e aos kelvar (animais)...
    Isso quer dizer que ao lado dos Ents (que eram olvar com espírito) haveriam animais (kelvar) também dotados de espírito?

    Isso explicaria os animais-falantes da mitologia tolkieniana, como o cão Huan e o cavalo Nahar? Explicaria os animais-prodígios (possivelmente descendentes desses kelvar-ainur) tais como os cavalos mearas, ou aqueles pássaros falantes de O Hobbit ou (até) aquela misteriosa raposa que pensa alguma coisa consigo mesma quando topa com Frodo e os outros hobbits no começo da viagem, antes de chegarem a Bri?

    Ou (o que me parece mais simples, embora não tão divertido 8) ) ao dizer que tais espíritos iriam se misturar a plantas e animais, Manwë quis dizer, apenas, que os Ents iriam viver cercados de bichos e de mato?
     
  2. -=|Nemesis|=-

    -=|Nemesis|=- Usuário

    Eu não acho. Eram seres vivos, como elfos e humanos. O que ele quis dizer com se misturar com Olvar e Kelvar foi que os ents podiam escolher entre ser Kelvar (Ent) e Olvar (Huorn)

    Todos os seres vivos tem o espírito da Chama imperecível...não?
    Pra mim esse negócio das raposas e passáros falantes era piração de Tolkien...com execeção dos animais sagrados dos Valar, que provalvemente tinham o dom da fala.

    Eu acho que sim 8)
     
  3. Tilion

    Tilion Administrador

    Creio que ocorreu o mesmo que com os anões: Yavanna os "criou" e Eru lhes imbuiu da Chama Imperecível.

    Logo, eles não seriam Ainur (uma vez que a própria Yavanna é uma e ela não pode "criar" (completamente) vida, muito menos um ser igual a ela em hierarquia), e sim seres com fëa.

    Quantos aos outros animais falantes, veja o texto "ORCS!!!" na Valinor, escrito pelo próprio Tolkien.
     
  4. Fox

    Fox Visitante

    E quem disse que raposas falavam? Tolkien não disse nada sobre isso e muito menos eu.

    Eu disse que ela pensava, isso sim. E muitos outros animais naquele mundo devem pensar tambem. Mas falar? Nem todos. Aquele pássaro que falou com os anões n'O Hobbit, por exemplo, pertencia à uma raça especial de aves. Isso já foi esclarecido no próprio livro.

    De resto, é só ver o argumento do Tillion, abaixo, com o qual concordo.

    PS: E piração de tolkien? Pessoas com orelhas pontudas também considero piração (:mrgreen:), mas dentro do contexto do mundo dele, o que ele tenha ditado é regra. Assim é com qualquer escritor e sua respectiva obra.
     
  5. bechara

    bechara Usuário

    acho q a maioria jah foi dita..
    assim como os anoes , eru imbuiu eles com a chama imperecivel
     

Compartilhar