1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Justiceiro: Anti-herói ou Assassino Serial

Tópico em 'Quadrinhos' iniciado por Barlach, 29 Ago 2002.

  1. Barlach

    Barlach Verde. E arqueiro

    O Justiceiro tá ficando louco. Como que se pode considerar um herói (ou até anti-herói) um homem como aquele. Ele mata a sangue frio pessoas que, por mais que fossem criminosos, não mereciam tal punição.

    Quem leu a história dele de julho (ainda não li a de agosto) com certeza sabe do que eu tô falando. O cara entra num consultório, mata o dentista e começa a torturar o mafioso que tava na cadeira, arrancando os dentes dos cara. No final, depois de ter tirado todos os dentes do cara, meta uma arma na boca dele e o mata. O cara virou aquilo que tava combatendo e não é nem um pouco melhor só porque ele mata criminosos.
     
  2. Gildor

    Gildor Usuário

    Esse discurso é antigo e famoso, a coisa do "se você matá-lo, não vai se tornar melhor do que ele". É a coisa do politicamente correto dentro da HQ, talvez para que não acusem as histórias de incentivarem a violência ou valores não-recomendados aos jovens. Sei lá.

    Mas pra mim, esse discurso tantas repetidas vezes como a gente é acostumado a ver, cansa. O expoente máximo dessa onda de "super-herói" certinho é o Capitão América, chato como nenhum outro. E o Justiceiro tá na outra ponta, dividindo com o Lobo o posto de melhor representante do politicamente incorreto, violento e assassino.

    E quer saber? De vez em quando é bom ver personagens que "ultrapassam essa linha", que deixam de lado esse discurso todo. Eu sei, eu sei que o discurso original é correto e tudo mais, só que é legal ver personagens assim. Chame do que quiser, mas eu acho legal esse estilo sádico e radical do Castle ver as coisas. Dentro dos quadrinhos funciona bem.

    Tomo como exemplo o encontro dele com o Batman. No fim da história, o Batman impediu que o Justiceiro matasse o Coringa, e mandou-o fugir. E o que o Justiceiro respondeu? "Você é tão louco quanto ele! Faz idéia de quantas vezes você já prendeu esse cara? Sabe mais quantas pessoas ele vai matar?" Do lado de quem você fica aí?
     
  3. Guilbor

    Guilbor Old Man

    So uma correção ele não mata o dentista deixa o cara desacordado ele mata os seguranças e o mafioso....
    Vc ta certo qto a atitude ser incorreta mas como disse o Gildor essa atidude funciona bem nos quadrinhos com um personagem politicamente incorreto alem de indiretamente mostrar q esse tipo de atidude so gera mais violencia e não resolve nada e fazer com q a maioria de seus leitores tenham essa mesma opnião como vc.....
     
  4. V

    V Saloon Keeper

    Ah, ótimo tópico. Apesar de ser uma discussão antiga, ainda pode render.

    O Justiceiro exagera? Sim. É fato. Mas temos que lembrar que ele não é colocado no universo Marvel como um exemplo. O Justiceiro não existe para ser admirado ou para que se concorde comas atitudes dele. Ele simplesmente existe. Isso dá veracidade para o Universo. Num mundo onde centenas de caras combatem o crime, nem todos teriam um código de honra que os impede de matar.

    Temos que lembrar que a tradução do nome dele causa confusão também. Lembre-se que ele é o Punisher. O objetivo do personagem não é fazer justiça, é punir. Se essa punição extrapola os limites do bom-senso, aí já é outra história. Muitos pensam que o Justiceiro é um personagem idiota, porque ele só mata os criminosos e fim de papo.

    Mas ele é um pouco mais complexo que isso. Basta lembrar que, ao passo em que ele é temido pelos criminosos, praticamente nenhum herói concorda com seus métodos, chegando até a criar desafetos bem intensos por isso (Demolidor é o exemplo mais recente - leiam "Marvel Knights", onde Murdock arma uma operação para capturar Castle). Ou seja, a maioria dos heróis considera o Justiceiro um criminoso, que deve ser preso e julgado por seus atos.

    Que ele é um criminoso, é fato. Ele é, não tem o que discutir. Se seus atos são ou não adequados, aí é que se abre margem para uma discussão (o que eu espero que se veja nesse tópico, ao invés de "eu gosto do Justiceiro, acho ele um dos melhores pesonagens"). Trocando em miúdos, Castle é um herói? Não, ele não é. Ele é um psicopata? Sim, ele é. A questão é: um psicopata merece ser protagonista de um título mensal? Claro que sim, porque não?
     
  5. Gildor

    Gildor Usuário

    Eu gosto do Justiceiro, acho ele um dos melhores pesonagens.

    :mrgreen:
     
  6. Guilbor

    Guilbor Old Man

    Se não houvesse um psicopata como Castle, tudo ia ser preto no branco... mim ser mocinho vc bandido.......

    Castle trouxe as coisas prum laddo mais complicado mostrando q as coisa não são só preto e branco são bastante cinzas.....e agraça esta ai pq o mundo hoje e assim cinza......

    Como o V disse, o "X" da questão e se seus atos como Justiceiro são validos...... a meu ver não pq como ja tinha postado essa violencia gera mais violencia......
    Mas por outro lado como personagem, suas historias são validas com todo o conteudo pois coloca vc a pensar em como as coisas são mais complexas do q queremos.......faz vc rever seus conceitos de preto e branco para cinza mostrando q as coisas nem sempre são como pensamos........


    Ah ia esquecendo eu acho o Justiceiro legal hehehe :twisted:
     
  7. V

    V Saloon Keeper


    Concordo. :mrgreen:
     
  8. Dwaff- The Dwarf

    Dwaff- The Dwarf Usuário

    Eu também concordo. :mrgreen:

    Um personagem de personalidade forte e histórias fortes, ainda mais na fase Garth Ennis que também arrebenta.
    Num mundo real, até que seria bom que existisse, porque num mundo onde existe mais Leis do que Justiça e para que os bandidos focem realmente Punidos.
    Viajei!! 8)
     
  9. Guilbor

    Guilbor Old Man

    Concordo qto ao personagem ser legal e a fase do Garth Ennis ser excelente.... :obiggreen:
    So discordo qto a ter alguem na realidade agindo desse modo.
    Ja pensou vc pegou uma bala sem pagar e qdo vira a esquina toma um tiro na testa?

    Como falei a personagem e valida nos quadrinhos mas na vida real seria assassinato em massa.....
    Voilencia so gera violencia....e no sdias de hoje tem muita violencia acontecendo...ja e o suficiente não e necessario im Frank Castle para aumentar esses indices....
     
  10. Mighty Warrior

    Mighty Warrior Usuário

    Sangue jorrando. Cérebros espalhados. Tripas para todos os lados.

    Esse tipo de coisa vemos quase todos os dias em TV e jornais. O que torna o Justiceiro fascinante é o fato de você ver essa mesma desgraça que acontece na realidade e gostar disso. Que me desculpem os sociopatas, mas ninguém gosta de ver violência nas notícias (e ao vivo até). Esturpos, assassinatos, seqüestros etc. Todos nos sentimos mal com isso quando o cenário é a cidade fora de nossas casas. Da mesma maneira que (quase) todos curtem quando isso acontece dentro dos quadrinhos. Há uma certa caricatura nas histórias do Justiceiro. É um dos poucos lugares do mundo onde o crime realmente não compensa.

    É um absurdo que alguém venha a falar que ele influencia as pessoas a sair matando. Eu concordo até certo ponto: ele influencia as pessoas, sim. Mas de tal modo que ficamos todos com medo de sermos bandidos.
     
  11. Gildor

    Gildor Usuário

    Sim, esse papo de dizer que o Castle influencia a gente a ser Justiceiro (ou "Punisher", como o V bem mostrou a diferença) é balela. Da mesma família de argumentos como "viodegames estimulam a violência". Nunca saí querendo atirar em extintores de incêndio ou explodir pessoas depois de jogar Duke Nukem, oras 8)

    Tentando pensar em cima da pergunta do V (se os atos do Castle são ou não adequados), acho que é interessante imaginar como funciona a cabeça do cara. O que a sociedade tenta ensinar pra gente? Que as cadeias funcionam como castigo e "recuperação" das pessoas, para que num futuro próximo elas possam ser reintegradas à sociedade.

    Mas com certeza, existem bandidos que estão aquém de uma recuperação, e é baseado nisso que o cérebro do Castle deve funcionar: se o sistema não funciona, eu posso "fazer minha parte". No mundo real, é exatamente assim que os grupos de extermínio justificam seus atos.

    Tá, eu sei que meu discurso aqui ficou pesado demais. Mas pensem de novo naquele exemplo do Coringa: o mundo não seria um lugar definitivamente melhor se o Batman não tivesse impedido o Castle de continuar seu "trabalho"?
     
  12. Barlach

    Barlach Verde. E arqueiro

    o cara é com certeza louco. afinal, ele já matou os assasinos da sua família, já matou todos ligados ao crime e todos ligados aos que estavam ligados ao crime. ele perdeu o controle. agora ele mata qualquer um, não mais por vingança e sim por loucura. ele virou um psicopata.
     
  13. Gildor

    Gildor Usuário

    Pera lá, não exagera. O cara num mata "qualquer um". Ele mata a bandidagem que ele acha que merece morrer. Não acho que seja por loucura ou psicose, é o senso de justiça dele.

    Parece uma visão muito simplista da coisa encarar o sujeito como "um assassino doido" e só. Pô, o personagem é mais complexo que isso, ele tem perfeita noção e consciência do que tá fazendo.

    Na minha visão das coisas, dá pra comparar o Castle com o Tommy Monaghan: enquanto um tá nesse ramo movido por um certo "idealismo assassino", o outro tá por grana mesmo, pura e simples. Tá certo que o Hitman é bem mais "relax" que o Justiceiro, mas acho que a comparação nesse aspecto ainda cabe. 8)
     
  14. Barlach

    Barlach Verde. E arqueiro

    O problema é que, pra ele, qualquer bandido merece morrer. O senso de justiça dele tá totalmente deturbado. Qualquer um que cometa qualquer crime merece morrer pra ele. Não é assim que funciona. Que tipo de justiça é essa?
     
  15. Mighty Warrior

    Mighty Warrior Usuário

    Talvez seja perda de tempo parar e pensar no que motiva o Justiceiro. nenhuma regra se aplica a ele e ele não segue nenhuma regra. Ele simplesmente é. Sente no sofá e aproveite a história. Diante de milhares de heróis diferente, todos com senso de justiça (quase) iguais e com mesmo valor à vida, chega a ficar enjoativo ver sempre as mesmas histórias. O Justiceiro é um diferencial. Mas o importante é não se acostumar com o estilo dele. Qualquer valor que ele possuía se perdeu quando ele foi à guerra (sei lá qual).
     
  16. V

    V Saloon Keeper

    Pergunte a qualquer psiquiatra e ele dirá que Castle é psicótico e descarrega sua psicose nos criminosos.

    E é essa a verdade. E isso é interessante. Não sei se vcs entenderam, mas eu concordo com o Barlach, pelo menos no que diz respeito ao Frank ser doido. Sim, ele é louco. Mas aí é que está. Ele não é um herói, ele é um louco. Enquanto a Marvel ainda era filiada ao CCA, ele era disfarçado de anti-herói, mas agora ele é vendido como louco mesmo. Botaram até o Garth Ennis pra escrever.

    Sim, ele tem. Mas nem por isso não é louco.

    Ahahahaha... sim, dá pra comparar... mas o Justiceiro é muito mais maluco que o Hitman. O Hitman pára de matar se quiser. Não é compulsão, é apenas uma escolha profissional.
     
  17. Guilbor

    Guilbor Old Man

    O Justiceiro e completamente louco,pirado, psicotico, sanguinario.....etc,etc,etc.....
    Pra comprovar isso e so ver a evolução q ele teve nos quadrinhos desde seus primordios primeiro ele era um ex-pai de familia em busca de justiça e por isso punia os criminosos.....agora ele e um psicopata q quer matar todos aqueles q são criminosos e num ta nem ai o importante e distribuir tiro pra todo o lado.
    E é ai q ele se torna uma personagem interessante, justamente por ele ficar fora dos padrões estabelecidos pela industria e ir contra esses conceitos.......
    Sera que ia ter graça se o Justiceiro fosse certinho como o Superman?
    NNÃÃÃÃÃOOOOOOOOOO!!!!!!! :mrgreen:
     
  18. Dwaff- The Dwarf

    Dwaff- The Dwarf Usuário

    Falou e disse...
     
  19. Mighty Warrior

    Mighty Warrior Usuário

    O Justiceiro entrou numa espiral impossível de sair. Cada um que ele mata, deixa ele ainda mais louco (se é que nós podemos o chamar de louco). É o efeito da bola de neve. Só vai piorando. Cada assassinato gera mais vilões que gera mais assassinatos que gera mais vilões que gera... e por aí vai. Tem sempre alguém querendo se vingar dele. De tempo em tempo, todas as gangues de NY se unem para acabar com o Justiceiro e ele acaba com todos. Acho muito difícil ele morrer. Alguém sabe quantos tiros de quantos tipos de arma ele já levou?
    É engraçado, pois já o Batman falar algo como "O inimigo tem muita munição, mas basta um para derrubá-lo". Essa frase não não é verdade para nenhum herói (ou supostos heróis).

    Doido, simplesmente doido. Mas eu gosto.
     
  20. Scream

    Scream Usuário

    Me lembro qndo resssucitaram ele na forma de anjo.
    Muito trash a concepção do personagem naquela forma.
    Pelo menos permaneceu a capa.
    Acredito que personagens que se envolvem em historias violentas eles são quase sempre assassinos seriais. Com isso virão anti-herois.
    Os estados unidos é um exemplo. Só que pra eles o que eles fazem é um ato de heroimos.... atacar o iraque por exemplo com direito a bombardeio ainda por cima.
     

Compartilhar