1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Jorge, um brasileiro.

Tópico em 'Literatura Brasileira' iniciado por Artanis Léralondë, 15 Fev 2011.

  1. Artanis Léralondë

    Artanis Léralondë Ano de vestibular dA

    Sabe o seriado Carga Pesada da Rede Globo?
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Foi inspirado na obra de Oswaldo França Jr, intitulado "Jorge, um brasileiro"
    Fiquei sabendo sábado, qdo comecei a ler o livro. O que angustia do livro é não ter capítulos. Porque, quem tem a mania igual eu de parar de ler quando termina um capítulo, daí fica difícil. Então, fiquei lendo e nada de aparecer o fim do capítulo, foi indo, li umas 30 pág. e nada..depois que fui ver que não havia XD
    Eu estou lendo o livro da Editora Nova Fronteira 11ª Edição.
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    O modo de escrever do Oswaldo não é nada difícil, nem por isso o livro possua uma linguagem inferior. O gostoso que a leitura flui bem, dá vontade de saber de como o Jorge vai lidar com aqueles caminhões.
    Dá uma ideia das estradas ruins e algumas que não eram ainda asfaltadas, então adicionando as chuvaradas, o escritor narra as aventuras de passar com aqueles caminhões pesados para efetuar os serviços.
    Ah tem o amor com a Sandra, a moça dos joelhos bonitos =)
    Achei diferente aqui, pq é difícil um homem achar os joelhos de uma mulher bonitos. E Jorge se apaixonou mesmo pelos joelhos da Sandra.

    Com esse laço amoroso ele pensa de como seria uma vida com casa fixa e com uma mulher lá dentro para recebê-lo todo dia, após um exaustivo dia de trabalho. Mas, a vida infelizmente não é assim como ele gostaria, o seu cotidiano de viajar pelo Brasil com os caminhões não o deixa fixar em uma cidade. Não terminei de ler ainda, vou ler mais agora. Estou torcendo para ficar com a Sandra :amor:

    Essa parte do livro é de arrepiar, muito nojenta!

    " O chuveiro tinha o jeito de não ser quase usado, e pensei que aquilo devia estar que era só baratas. Fiquei com pressa para terminar o banho e como a água era muito pouca, ficou me parecendo q em vez de tirar o sabão, ela estava era fazendo cada vez mais espuma. Teve uma hora em que pisei numa coisa que escorregou, e então dei um pulo, abri a porta e o joelho machucado bateu na parede e doeu, e pulei para o corredor. [..]
    Estavam fugindo da água e subindo pelas paredes.E era um quarto muito apertado e escuro".


    Eu lembrei do filme,Joe e as baratas:

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    :blah:

    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

    Enredo

    . A aventura principal é a procura de Jorge, o sentido que dá à vida, como na busca dos heróis das histórias romanescas da tradição medieval. De acordo com o ensaísta Walter Benjamin, entre as narrativas escritas, as melhores são as que menos se distinguem das histórias orais contadas pelos inúmeros narradores anônimos . E Jorge, um brasileiro é uma história oral de um viajante que tem muito que contar, e a recepção é feita mais por um ouvinte do que por um leitor. Jorge narra suas aventuras baseado em suas próprias experiências, na vivência do dia a dia das estradas por onde rodou. As aventuras são os elementos propulsores da história romanesca narrada por Jorge, entre as quais se distingue a aventura principal e várias outras aventuras menores. A aventura principal é a procura de Jorge, o sentido que dá à vida, como na busca dos heróis das histórias romanescas da tradição medieval. O plano narrativo mais recente é o momento em que Jorge entra na casa do senhor Mário, e conversa com sua esposa, dona Helena. Ele acabou de retornar da viagem, com seis dias de atraso em relação ao que sua missão prescrevia, e dirigiu-se à casa do patrão. Entre o momento em que ele permanece na sala com dona Helena e o momento do beijo e sua retirada, desdobram-se os outros planos narrativos, em camadas. A aventura principal começa em Belo Horizonte, quando o protagonista recebe a missão de buscar oito carretas carregadas com trinta toneladas de milho cada uma que estavam em Caratinga sem poder seguir viagem porque a chuva havia danificado as estradas, e havia uma barreira na saída da cidade com policiais impedindo que os motoristas seguissem viagem.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  2. Artanis Léralondë

    Artanis Léralondë Ano de vestibular dA

    Terminei de ler hoje, é um livro enjoativo. O cara só concerta estrada, é uma ponte que caiu, é um pega burro que deve concertar as vigas, é um desnível...e corta eucalipto aqui, pega pedra aqui e pega a pá para tirar terra,etc...eu não estava mais conseguindo ler, mas queria terminar na biblioteca pq não queria renovar o livro, então fiquei das 14h às 18:30 lendo isso e com :puke:
    bah no começo estava gostoso, a partir da pag. 110 que o negócio entorna
    e o livro deveria se chamar Jorge,um galinha !
    tadinha da Sandra, deixou ela na rua sem mais sem menos...eu dava-lhe uma camassada de pau :ameaça: depois veio com a conversa que nunca sentiu nada parecido por uma garçonete lá...homem q ñ presta, acabou que depois pegou a mulher do seu chefe ¬¬

    quem gosta de caminhão e conhecer mais sobre essas andanças por esse Brasil eu indico, no mais penso que não, que cansa viu :tedio:

    Carga pesada era mais legal XD
     

Compartilhar