1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Jogos de Estratégia (evolução)

Tópico em 'Jogos & Outros Hobbies' iniciado por BeorZenni, 20 Dez 2010.

?

Vcs preferem os jogos de antigamente ou os atuais?

  1. Os Antigos

    48,0%
  2. Os Atuais

    52,0%
  1. BeorZenni

    BeorZenni Usuário

    de uns tempos pra cá os jogos de estratégia evoluiram bastante com a tecnologia
    qual vcs preferem?
    vcs acham que os antigos desenvolviam mais o cerebro?

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

     
    Última edição: 20 Dez 2010
    • Ótimo Ótimo x 1
  2. Neithan

    Neithan Ele não sabe brincar. Ele é Mito

    Xadrez pode ser jogado em plataformas 3-D muito boas, então não perdemos nada, apenas ganhamos.

    Jogos de estratégias são diferentes entre si. The Battle of The Middle Earth não requer muita inteligência, nem planos nem nada. É só você pegar o jeito de cada civ e pronto, vai se tornar um player apelão.

    Já jogos como Civilization fazem você ter de pensar em MUITA coisa, traçar estratégias elaboradas, complexas e tudo o mais.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  3. Oakenshield

    Oakenshield Usuário

    Não sou especialista em neurociência, mas acredito que ambos são válidos..
    Quanto aos modernos, penso quee vários jogos possuem uma A.I. muito avançada, o que os torna muito difíceis de terminar ou vencer a partida, exatamente como um jogo de xadrez contra um bom enxadrista.

    Então acho que o exercício de raciocínio é válido da mesma forma.. O importante é não deixar de exercitar a massa cinzenta :P
     
    • Ótimo Ótimo x 1
  4. Belfalas

    Belfalas Ele é legal

    Jogos como Civilization ou Total War, além da parte Militar, tem que lidar com a Economia e como isso influencia você seus inimigos e amigos que podem ser futuros inimigos (Sim é bizarro). São excelentes franquias.

    Vou até instalar de novo aqui. o/
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  5. Neithan

    Neithan Ele não sabe brincar. Ele é Mito

    Sim, Civ é extremamente realista nesse ponto. Posso ficar anos com um pacto de mútua-Agressão (tá certo?), Direito de passagem entre os reinos ou alianças militares, e depois me tornar o maior inimigo da mesma. Ou o inverso acontece, impérios que eram inimigos se tornam aliados. Tudo por conta de recursos e interesses.
     
  6. Asca

    Asca Usuário

    Mas aí é que tá. Civilization é diferente de Battle for Middle-earth. O primeiro é Estratégia baseada em turnos, enquanto o outro é Estratégia em tempo real. No bfme você leva tudo que tem no Civilization em consideração, mas numa escala menor, uma vez que o timing correto e a estratégia que você utilizou pode lhe custar o jogo em menos de poucos minutos. Enquanto Civilization não.

    Total War é uma mistura dos dois, mas tá mais pra um RTS lento.


    Eu também acho que não se perdeu em nada, aliás, só ganhou. Ninguém dispensa a clássica partida de xadrez com um amigo, avô e nem deixa de instalar um ChessMaster no PC.
     
  7. BeorZenni

    BeorZenni Usuário

    o ponto onde quero chegar é, antigamente esse tipo de coisa acontecia?
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    ou foram os novos jogos que estão transformando as pessoas a viverem em mundos virtuais e esquecerem que tem uma vida de verdade em volta deles???
    quantos viciados em jogos não passariam meses vivendo nesse lugar da foto?
    isso acontecia com viciados em xadrez?
    é nesse ponto que eu acho que os jogos atuais são ruins, claro, são bem mais divertidos que os antigos

    não estou me referindo a esse tipo de evolução:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    pois isso não muda nada no ponto em que quero chegar

    a distinção aqui é a partir do envolvimento da tecnologia nos jogos, vcs acham que isso não foi bom? que isso só ajuda a tornar as pessoas sedentarias?
     
    Última edição: 21 Dez 2010
    • Gostei! Gostei! x 1
  8. Morgomir

    Morgomir Ou não.


    Sim, problemáticos são problemáticos em qualquer época. O Rapaz que tem a mente fraca hoje teria uma mente fraca há 60 anos atrás.
     
  9. Lyvio

    Lyvio Usuário

    Ambos ajudam no desenvolvimento e tals e são importantes, como foi dito eu tenho tabuleiros de xadrez e dama que as vezes jogo com uns amigos, e também tenho civilization IV e BFME II, fora outros jogos de estrategia que sou fã de carteirinha, porém os mais complexos são os melhores, pois forçam mas a nossa mente temos como exemplo que considero muito interessantes o Cesar e o civilization 4, o segundo ainda mais complexo.
     
  10. Beriadar

    Beriadar And I will see it all before

    Hoje ele só tem um ambiente mais propício para mergulhar e se envolver nos jogos do que teria há 60 anos. Afinal, os jogos trazem a cada ano mais elementos para rechear o cenário. Se um jogador não sabe equilibrar as coisas, fazer mal uso das possibilidades que chegaram, não é culpa dos games.
     
  11. [F*U*S*A*|KåMµ§]

    [F*U*S*A*|KåMµ§] Who will define me?

    Eu sinceramente acho que as brincadeiras ficaram sim mais complexas que antigamente.
    Não consigo ver coisas mais xupa cérebro e sem sentido que rodar pião ou bater bafo.

    Já construiram um computador sistematico capaz de derrotar o melhor enxadrezista utilizando apenas busca de probabilidades num banco de dados. Ou seja, as possibilidades já estão num nivel mapeável.
    Ainda estou pra ver uma dificuldade que chegue a ser insuperável em um jogo RTS ou similar. E isso por um adolescente com muito tempo livre, não falando em profissionais que ganham a vida com isso como no caso dos enxadrezistas.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  12. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    A diferença é que antigamente era apenas o confronto ser humano x ser humano. Aí a velocidade de "processamento" de ambos é mais ou menos igual.

    E nos atuais muitas vezes é você contra a máquina o que exige do ser humano botar toda a massa cinzenta pra processar mais rápido e tentar de alguma forma advinhar como a máquina raciciona e dependendo do jogo ser torna uma missão quase impossível.
     
  13. [F*U*S*A*|KåMµ§]

    [F*U*S*A*|KåMµ§] Who will define me?

    O meu ponto era mais na complexidade do jogo em si mesmo.
    O grande diferencial do ser humano com relação à máquina é a capacidade de raciocínio em paralelo, separando as possíveis soluções em grupos, eliminando as que claramente possuem características que as impedem de serem soluções reais, e daí sim mapear dentre as soluções restantes. Ou seja, reduzir o grupo de soluções que o cérebro terá que processar de forma linear para buscar a melhor.
    Essa capacidade os computadores normalmente não possuem. Reconhecimento de padrões, classificação, etc, são absurdamente custosos computacionalmente. Então o "raciocinio" dos computadores costuma ser linear, buscando qual a melhor solução calculando para todas as soluções que ele possui em seu banco de dados.

    E o meu ponto era justamente que um jogo de estratégia das antigas como xadrez já possui um computador veloz o suficiente para mapear todas as soluções e aplicar a melhor, de forma a já conseguir derrotar o melhor enxadrezista do mundo.
    Mas isso não ocorre com a maior parte dos games eletrônicos de estratégia. As possibilidades e ramificações são tão absurdamente mais abrangentes e amplas que não existe um computador que consiga derrotar o melhor dos gamers daquele jogo. Sendo que o melhor dos gamers do jogo normalmente são adolescentes com tempo livre que estudam o game por no máximo 2 ou 3 anos. Se tivessem o mesmo tempo de estudo de um enxadrezista, que estuda xadrez desde criança e alcança seu ápice já adulto, aí de fato passaria a ser brincadeira de criança a disputa entre humano e máquina no game eletronico.

    Talvez mais pra frente os computadores passem a derrotar humanos mesmo nesses jogos mais complexos, quando uma busca simples e linear das soluções possíveis seja rápida o suficiente para mapear a maior parte das soluções e aumentar a eficiencia na escolha do computador frente a escolha do humano.



    Se for pensar em disputas humano x humano, aí fica meio equivalente os 2 tipos de jogos estratégicos que o tópico questiona. Vai depender de cada um dos humanos.
     
    Última edição: 30 Jul 2012
    • Gostei! Gostei! x 1
  14. Melhor jogo de estratégia em minha opinião é Final Fantasy Tactics para Playstation 1. Turn-based strategy ao estilo xadrez com uma gama enorme de raças e classes. Fãs de Tolkien irão curtir
     
  15. Yehonatan

    Yehonatan My Redeemer Lives!

    Nunca fui um gamer de verdade, comecei a jogar pra valer uns dois anos atrás. Meu preferido sempre foi DotA. A infinidade de combinações de heróis e itens e skills é fascinante. Não que não exista nada melhor ou mais elaborado, com certeza deve existir, mas a minha inexperiêcia no assunto faz eu me contentar com aquele mundinho :lol:
     
  16. Ana Lissë

    Ana Lissë Nazgûl boazinha

    Falou tudo! Antigamente as pessoas realmente tinham vidas mais saudáveis com os jogos menos atrativos. Não que não seja possível viver assim hoje, com os recursos que temos, mas convenhamos que é bem mais difícil.

    Os jogos estão mais atrativos que os antigos, o que mantém as pessoas mais "presas" a eles.

    Deixando claro: quem não quer não se prende. Mas a tecnologia complicou as coisas.
     
  17. Neithan

    Neithan Ele não sabe brincar. Ele é Mito

    Discordo. Fiquei preso a Age Of empires I e II, mas nenhum jogo de estratégia atual me prende.

    Super Mario World e Pokemon Fire Red podem ser muito mais viciantes que God of War ou GTA. A tal "qualidade" não é tao evolutiva assim, apenas os gráficos, e a complexidade.

    Mas desde quando existem video-games, existem retardados viciados.

    E Xadrez é viciante desde sempre. Ou acham que Fischer ou Alekhine não eram viciados, que passavam o dia inteiro jogando Xadrez?
     
  18. Ana Lissë

    Ana Lissë Nazgûl boazinha

    Você não fica preso, Neithan, mas o que eu quis dizer é que é mais fácil tu achar um jogador viciado em jogos modernos, cheios de efeito e sei lá mais o quê, do que um jogador viciado em jogos mais antigos. Aí é que está o pontinho a favor dos jogos antigos, pelo menos para mim.

    Ah, tem mais: jogos sem muito efeito fazem você se concentrar mais e usar mais a cabeça do que os que têm muita firula.
     
    Última edição: 15 Out 2012
  19. Já eu sou viciado nos antigos, Nes, Snes, Mega Drive, GBA, Neo Geo e etc. Mas no meu caso tem o fator nostalgia
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  20. Ana Lissë

    Ana Lissë Nazgûl boazinha

    Tem mais isso também! XD E vamos combinar que é um fator de peso, hein...
     

Compartilhar