1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Jogo de Damas (David Coimbra)

Tópico em 'Literatura Brasileira' iniciado por Palazo, 30 Jun 2011.

  1. Palazo

    Palazo Mafioso Literário

    Segundo David Coimbra, o homem pouco mudou desde os primórdios, carregando toda sua essência Neanderthal. Ávido pela vida irresponsável, apaixonadas pela caça e pesca e pelas saídas com os amigos. E se dependesse apenas dos homens, os atos de dormir e comer sempre seriam vinculados ao poder da vontade masculina. Assim como a reprodução seria executada sem culpa, trocando de parceiras respeitando a habitual camaradagem masculina.

    Porém a mudança ocorreu com a presença da mulher. Como? Simplesmente convencendo o homem das vantagens relacionadas as práticas da vida sedentária em comparação a vida nômade. Prática essa que beneficiou o desenvolvimento da agricultura, da civilização e da família, todas estas idealizações femininas.

    O livro “Jogo de Damas” de David Coimbra, publicado pela editora L&PM, procura mostrar como a mulher vem moldando o mundo segundo as suas concepções. Para tal ele descreve uma série de mulheres que ditaram as regras e escravizaram reis, imperadores e papas as suas vontades, sempre usando como arma seu poder sexual.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

     

Compartilhar