1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Jô Soares

Tópico em 'Autores Nacionais' iniciado por Clara, 13 Jul 2010.

  1. Clara

    Clara Que bosta... Usuário Premium

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Fonte:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Do Jô eu li "O Astronauta Sem Regime", coletânea de crônicas com aquele humor característico dele, e também "
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    " em cuja história D.Pedro II tem um precioso violino Stradivarius que está desaparecido e resolve contratar os serviços do detetive inglês Sherlock Holmes para que este investigue o misterioso sumiço.
    O livro traz uma narrativa muito engraçada e inteligente pela maneira como Jô Soares mistura personagens reais e fictícios, além das várias referências a vários outros personagens (reais ou não) e acontecimentos do final do século XIX.
     
  2. imported_Shiryu

    imported_Shiryu Yippie-ki-yay...

    Eu também li o Xangô, mas achei bem mequetrefe na época. Por sinal, acho que foi aqui no fórum que alguém disse que na verdade são ghost-writers que escrevem pra ele. Isto procede?
     
  3. Izze.

    Izze. What? o.O

    Dele eu li Assassinato na Academia Brasileira de Letras e O Homem que Matou Getúlio Vargas.

    Do primeiro não gostei muito, acho que foi alguma coisa nas personagens que não me agradou. Já o segundo eu adorei, principalmente pelo jeitão atrapalhado do protagonista, que é o que faz a história acontecer.
     
  4. Diego-

    Diego- Usuário

    Eu li Assassinato na Academia Brasileira de Letras, e não gostei nem um pouco.
    Achei uma história bem sem sal, e quase pude ver o Jô Soares escrevendo aquilo lá, querendo mostrar que detinha o conhecimendo X e Y só para impressionar os leitores.
     
  5. Lucas_Deschain

    Lucas_Deschain Biblionauta

    [align=justify]Putz, ia criar esse tópico agora mesmo, hehe, mas não faz mal. Do Jô eu li O Xangô de Baker Street, O Homem que matou Getúlio Vargas e Assassinato na Academia Brasileira de Letras, e posso dizer que não gostei muito de nenhum dos três. O do Getúlio Vargas é o que ainda dá para dizer que gostei um pouquinho, mas os outros dois desgosto. Principalmente o do Xangô, que destruiu a imagem que eu tinha do Shrelock Holmes.[/align]
     
  6. imported_Barbie

    imported_Barbie Usuário

    Nossa, eu tinha curiosidade em lê-lo, mas depois dos comentários aqui, nem quero mais...e eu achando que ele era ótimo escritor, quase um Luis Fernando Veríssimo.:pipoca:
     
  7. JLM

    JLM mata o branquelo detta walker

    num gostei

    tb li o assassinato e é isso aí mesmo: o jô peca pelo excesso d informações q aparecem só pra mostrar q ele pesquisou sobre a época, mas q dificilmente se encaixam na história. pra q eu quero saber q fulano fumava os charutos marca talz ou o recém lançado perfume parisiense, se tratam-se de personagens secundários & planos? tratar o leitor como um ingênuo ignorante também ñ causa boa impressão, qdo se explica o óbvio ou qdo se pensa q o leitor ainda ñ matou a charada q o escritor julgava tão díficil de entender.

    ñ sei os outros livros dele, mas acho q por este é base pra ñ ler + nada dele, talvez o do getúlio q comentam ser menos ruim.
     
  8. Lucas_Deschain

    Lucas_Deschain Biblionauta

    [align=justify]Sabe o que eu penso que é o problema do Jô: ele constrói um pano de fundo histórico impressionante, sensacional mesmo, gostei muito mesmo disso, mas quando se trata da trama, ele acaba querendo fazer um humor e o livro acaba ficando meio frívolo. As brincadeiras acaba fazendo perder a "verossimilhança" da obra, de forma que ele acabe não sendo nem sério nem humorado.[/align]
     

Compartilhar