1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Japão recolhe frota de baleeiros na Antártida

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Jeff Donizetti, 1 Mar 2011.

  1. Jeff Donizetti

    Jeff Donizetti Quid est veritas?

    Um fim antecipado para a caça à baleia realizada pelos japoneses e o que isso significa para os golfinhos

    Fonte:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    É oficial. O governo japonês recolheu sua frota de baleeiros da Antártica, citando interferência de ativistas da Sea Shepherd. A retirada é uma vitória retumbante para as baleias e para todas as organizações que lutam para impedir a matança de baleias e golfinhos realizada pelo Japão. O fato também deixou em polvorosa a politicamente poderosa Agencia de Pesca do Japão. Até a máfia japonesa, a Yakuza, tem usado a questão da caça à baleia para pintar os estrangeiros e a influência dos ambientalistas como vilões. Muitos de nossos aliados no Japão tem sido constantemente intimidados pela união de poder do governo e de grupos nacionalistas radicais.


    Mas embora a Agencia de Pesca do Japão tenha declarado que nunca cessaria a matança de baleias na Antártica, ela acabou de fazê-lo. Os impactos sobre as políticas de caça à baleia e aos golfinhos no Japão se avolumam.
    Não resta dúvida de que a incansável e crescente pressão interna e externa para que o Japão mude está funcionando. Agora é extremamente difícil que o Japão consiga enviar a frota de volta para a Antártica. O filme THE COVE e nosso trabalho em Taiji, aliado às críticas científicas relacionadas à irresponsável matança de baleias, golfinhos, tubarões e atum em todo o planeta por parte do Japão estão mudando a paisagem. A questão da chacina de golfinhos japoneses não é mais segredo. Eu costumava implorar aos meios de comunicação do Japão para que escrevessem uma linha sobre o assunto, mas desde o ano passado, é a mídia que fica atrás de mim querendo falar disso.

    O público do Japão também está mudando. A geração mais velha, que consumia carne de baleia está indo embora rapidamente. Apesar de o governo negar sua preocupação com a contaminação por mercúrio, o público está se recusando a comprar carne de baleia e de golfinho. O consumo teve uma incrível queda de 30% somente no ano passado, causada principalmente, conforme nos informaram fontes internas, pela preocupação com o mercúrio por parte dos consumidores.
    A carne de baleia está sobrando nos freezers de estocagem - cerca de 5.670 toneladas, o maior estoque já visto. O governo está tentando desesperadamente se livrar da carne de baleia oferecendo-a a programas de merenda escolar e outros estratagemas.
    As máquinas japonesas de matar baleias e golfinhos sofreram tantos golpes no ano passado que se discute se valerá a pena mantê-las.
    Mas nossa resposta deve ser clara. Devemos redobrar nossos esforços e intensificar a pressão dentro e fora do Japão. Devemos lutar sem trégua conta qualquer tentativa do governo japonês de voltar a matar golfinhos e baleias a fim de compensar as perdas causados pelo fracasso de suas operações na Antártica.
    Por favor, visite nossa Action Page e junte-se a nós, estimule seus amigos, vizinhos e família a fazer o mesmo:

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)




    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    TOKYO â O astro do rock Sting mobilizou-se para impedir a matança brutal de golfinhos no Japão. Ele se encontrou com Ric O'Barry durante um evento realizado em Tóquio para mobilizar as pessoas. Sting ficou chocado com The Cove, e declarou: "Fiquei impressionado com o filme" e disse que "Não devíamos comer golfinhos". Ele também salientou que muitos japoneses se sentem ultrajados com a matança de golfinhos.

     

Compartilhar