1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

James Bond real não tinha licença para matar, diz livro

Tópico em 'Generalidades Literárias' iniciado por Morfindel Werwulf Rúnarmo, 22 Set 2010.

  1. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    [FONT=arial,helvetica,sans-serif]Foi lançado ontem no Reino Unido um livro que conta a verdadeira história do MI6, departamento de espionagem do país. [/FONT]
    [FONT=arial,helvetica,sans-serif]
    [/FONT][FONT=arial,helvetica,sans-serif]Foi o próprio MI6 que encomendou o livro a um historiador, que teve acesso a todos os arquivos do serviço desde sua fundação, em 1909, até 1949, no início da Guerra Fria.[/FONT]
    [FONT=arial,helvetica,sans-serif]
    [/FONT][FONT=arial,helvetica,sans-serif]Keith Jeffery, autor do livro, diz que não encontrou nos documentos nada parecido como uma "licença para matar", como aparece nos filmes de James Bond, o mais famoso agente do MI6 (mesmo sendo ficcional).[/FONT]
    [FONT=arial,helvetica,sans-serif]
    [/FONT][FONT=arial,helvetica,sans-serif]Mas encontrou o que deve ter sido o modelo para Ian Fleming criar seu personagem. Trata-se de Wilfrid Dunderdale, um agente do MI6 em Paris antes e depois da Segunda Guerra Mundial que era amigo de Fleming. Ele é descrito como alguém com muito charme e "inclinação para mulheres bonitas e carros velozes"[/FONT]
    [FONT=arial,helvetica,sans-serif]
    [/FONT][FONT=arial,helvetica,sans-serif]O livro revela também que o serviço secreto chegou a usar sêmen como "tinta invisível" para reportes confidenciais.[/FONT]

    [FONT=arial,helvetica,sans-serif]
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    [/FONT]
     

Compartilhar