1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Ives Gandra - Cristianismo no Mundo do Senhor dos Anéis

Tópico em 'J.R.R. Tolkien e suas Obras (Diga Amigo e Entre!)' iniciado por Administração Valinor, 5 Out 2008.

  1. Administração Valinor

    Administração Valinor Administrador Colaborador

    <div align="justify">
    <img src="http://www.valinor.com.br/images/stories/capas_de_livros/communio.jpg" alt="communio.jpg" style="border: 0px solid #000000; margin: 5px; float: left; width: 190px; height: 272px" title="communio.jpg" width="190" height="272" />
    O primeiro artigo do colunista Valinor Ives Gandra da Silva Martins Filho, Ministro do Tribunal Superior do Trabalho&nbsp; e autor do livro &quot;O Senhor dos An&eacute;is&quot; foi baseado em roteiro de Palestra proferida na XVIII Semana de Filosofia e Teologia &ndash; &ldquo;Filosofia, Cultura e F&eacute;&rdquo;, realizada no Centro Cultural C&acirc;ndido Mendes, no Rio de Janeiro (Brasil) em 5 de outubro de 2007 e publicado na Communio (edi&ccedil;&atilde;o de set-dez/2007), a revista de teologia fundada pelo Cardeal Ratzinger hoje Papa Bento XVI, sobre a perspectiva crist&atilde; na obra de Tolkien.
    </div>
    <div align="justify">
    &nbsp;
    </div>
    </ br>
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

     
    • Ótimo Ótimo x 3
  2. Vilya

    Vilya Pai curuja, marido apaixonado

    Inquietante essa necessidade, ainda hoje, de uma justificativa da obra do professor perante a comunidade católica. Fez-me lembrar que a censura é prática comum de diversas religiões.

    A defesa foi muito bem feita. Torço para que as obras não venham a cair numa lista de censurados ou de não recomendados, mais do que a privação a uma literatura excelente ficaria uma terrível injustiça ao autor.
     
  3. Fringway

    Fringway Andarilho do Norte (187)

    Excelente artigo.
    Quando eu li pelo título, eu achei que o texto poderia tender para um lado muito religioso, mas a explicação da obra do Mestre pelo paradigma ético defendido pelo cristianismo passou longe de ser religioso. Foi muito legal ver esse lado tão implícito mas tão importante para a obra.
     
  4. Sindar Princess

    Sindar Princess Que deselegante...

    com certeza um dos melhores artigos já publicados na valinor!
    uau... estou sem palavras!
    já prende a atenção desde o começo da leitura.
    parabéns, ives, pelo excelente artigo!
    que venham mais!
     
  5. Pandatur

    Pandatur Usuário

    Excelente texto! :clap:

    Me fez lembrar daquele livro "O Senhor dos Anéis e a Bíblia".

    Só uma ressalva...

    Fatou um "O Mundo de" no título do livro. ^^


    Entrei no site do periódico e não conseguir encontrar o artigo do Dr. Ives através do sistema de busca. oO

    Porém, encontrei um que pode ser interessante, mas não tem PDF nem nada lá, parece:

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    Última edição: 5 Out 2008
  6. Excelente!:joinha:
    E cada vez mais dá vontade mandar minha mãe ler...ela é dessas pessoas que pensam que SDA é do diabo e que Tolkien era um bruxo!8-O
    Na verdade, o grande problema da maioria dos brasileiros é não saber interpretar!:think:
     
  7. Gallahad

    Gallahad Tergeliano pisando em Arda

    Elenedhel,

    Eu acho que o problema não é nem interpretar, eles simplesmente não chegam a ler. Vêem o trailer do filme e quando dão de cara com uma criatura como o Balrog ou um dragão, já resumem tudo: "É coisa do diabo."

    Sou religioso e a grande parte da minha família (senão quase toda) também o é. O triste nisso tudo é que há muitos casos em que a religiosidade se torna fanatismo, e não é exagero. E pelo menos quando era mais novo tinha que silenciar esse tipo de assunto perto de certos familiares para não se exorcizado.

    O fato é que eles se baseiam nesse pré-conceito, literalmente falando, e ficam com essa visão cega da verdade. Até mesmo As Crônicas de Nárnia que tem uma influência religiosa muito mais explícita do que as obras de Tolkien sofrem esse tipo de preconceito.

    Acredito até, que se fossem vistas de uma outra forma essas obras poderiam ser usadas para que o processo de inclusão dos mais jovens na religião cristã não fosse esse fardo enfadonho e forçado que muitas vezes é visto em famílias religiosas.

    PS: É claro que isso não se aplica a todas as famílias religiosas, mas eu ouso chutar que a grande maioria se comporta dessa forma.
     
  8. No caso eu estava falando de livros mesmo...tem gente que lê os livros de Tolkien e interpretam do jeito que lhes parece conveniente, o jeito errado, e não adianta depois alguém falar o contrário pq pra eles vai continuar sendo a mesma coisa.
    Quanto ás famílias religiosas, bem eu sofro com isso...o problema maior nesse tipo de família é que os filhos muitas vezes tem que ficar calados e omitir ou esconder o que estão lendo ou assistindo pra evitar um confronto com os pais.Já falei pra minha mãe, já expliquei tudo sobre Tolkien mas quem disse que ela acredita?
    Depois quando falam que cristãos (na maioria das vezes evangélicos) são preconceituosos eles reclamam!Minha mãe é evangélica e eu sou católica, mas ela não aceita...e quando alguém pergunta a que religião pertencemos ela diz "todos nós somos crentes" aff, quase morro com isso.
    Já vi católicos terem preconceito das obras de Tolkien mas com certeza a maioria dos preconceituosos são evangélicos.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  9. Herr Löffel

    Herr Löffel Usuário

    Eu sou o exemplo de que as obras do Tolkien podem ser usadas para esse fim. Só consegui entender a mensagem do evangelho lendo o Senhor dos Anéis. A medida que fui me aprofundando na obra do Tolkien pude enxergar ainda mais a estreita relação que existe entre o cristianismo e a mitologia da Terra-média. E para todo religioso que condena a obra só porque o "efeito manada" das congregacões diz: Isso é engano do maligno! Eu sorrio e digo que sou nova criatura graças Frodo Baggins! :joy:
     
  10. Isso é o que minha mãe mais fala...:mrgreen:
    Eu digo, "Mãe, existe influências do cristianismo, se vc ler vai ver muita coisa parecida com a bíblia!", e ela " Vai nessa, isso tudo é pra enganar vocês!" :lol:
     
  11. Olá a todos, sou novo por aqui!!!

    Acredito que um outro fato importante também tem a ver com a relação Cristianismo - Senhor dos Anéis: o Natal e a Páscoa.

    Nos livros, é possível saber as duas datas importantes - o dia que a missão rumo à destruição do Um Anel se inicia, e o dia em que o Um Anel é destruído. O primeiro fato acontece no dia 25 de dezembro, ou seja, o Natal para os cristãos, que marca o nascimento de Cristo e o início da salvação dos homens. É o dia em que Frodo parte rumo à Mordor, com a missão de destruir o Um Anel e salvar a humaniade.

    O segundo fato acontece no dia 25 de março, que nada mais é do que a Páscoa no calendário da Inglaterra Medieval. É o dia em que Cristo ressucita e consequentemente todos os homens podem ter acesso à salvação. É o dia em que Frodo cumpre sua missão e toda a humanidade é salva do domínio de Sauron.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  12. Puxa, não havia notado isso e é bem interessante mais essa "coincidência" ou não.
     
  13. Slicer

    Slicer Não estava vivo no Dilúvio, mas pisei na lama.

    O artigo deixa muito claro os principais pontos de convergência entre as obras de Tolkien e a tradição católica. Faz tempo que necessitávamos de um bom resumo sobre esse assunto.
     
  14. Ettelen

    Ettelen eu sou mesmo um

    Muito bom o artigo.
    Está de parabéns!
     
  15. Fringway

    Fringway Andarilho do Norte (187)

    Que bacana, Marcus. Eu não sabia disso não.
    Nunca imaginei que o Tolkien teria pensado nisso.
    Parabéns por ter reparado:joinha:
     
  16. Lyvio

    Lyvio Usuário

    Muito bom artigo, minha familia religiosa, mas não a ponto de dizer que é coisa do diabo o pessoal pelo menos é esclrecido, no máximo dizem que é besteira coisa de criança (meu avõ que diz isso). Já minha avó fica curiosa pra ver ela até assitiu SDA, mas disse que não entendeu nada só tinha uns "bixo fei", e quando so goblins cercaram o pessoal em moria ela disse: "Eita os mortos!", "são Goblins vó" disse eu e ela perguntou: "Que isso meu filho"... e eu respondi: "uns bixo fei vó" kkkk kkkkkkkkkkkkkkkkkkk.
     
    Última edição: 7 Out 2008
  17. ARABAEL

    ARABAEL Ema Infame e

    Sou católica e com um pé dos meus antepassados lá nos Templários e que algum dia eu ei de conseguir chegar na raíz das minhas origens...mas voltando ao assunto, realmente acontece este tipo de visão por parte de católicos fervorosos, eles não conseguem ver por trás da obra o que o católico autor quis transmitir, falta cultura e interpretação, salve Tolkien, e que se for cair na lista de censurados, pois que caia tudo que é proibido é muito melhor!!
     
  18. Grahan

    Grahan Sim, eu me divérto

    Muito bom o artigo, com informações interessantes e muito esclarecedor, embora um tema já muito discutido por aqui. Excelente! Não que eu concorde com tudo, mas ao menos que é uma literatura importante para a juventude, isso já valeu por tudo!
     
  19. Excluído038

    Excluído038 Excluído a pedido

    O mais interessante sobre toda essa discução que Ives Gandra traz a tona, não é somente o fato de ele elucidar nos escritos de Tolkien toda a situação do Cristianismo e aquilo o que Tolkien pensava, mas também o fato de um ministro do TST curtir SDA e ainda escrever livros sobre e ainda mais, artigos para um site sobre SDA e que ainda traz um forum. Quando se chega em certos niveis de carreiras profissionais as pessoas tendem a pensar que SDA é leitura de nerds, crianças e retardados, eu sei porque já escutei de vários colegas, e na verdade não é assim, SDA é uma obra que procura nos dar valores verdadeiros e morais sobre como devemos nos portar nas mais diversas situações da vida, e o ministro Gandra nos mostrou que podemos ser grandes profissionais de uma das areas mais conservadoras e ainda assim interpretar uma obra de fantasia e saber olhar atraves da fantasia. s mais sinceros parabéns ao ministro pela iniciativa, é uma luz a todos os jovens nerds hauhauahuaha (que como eu), seguem a area do direito. E meeeuuu, vai ser uma satisfação esfregar esse livro na cara do meu chefe *___________________________*
     
    Última edição: 7 Out 2008
  20. Tonso

    Tonso Hum! Carne de

    Fiquei feliz em ver que ele não forçou nada. Não traçou nenhum paralelo inexistente ou fez uma argumentação totalmente irreal. Muito bom, mesmo.
     

Compartilhar