1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Isso não deveria ser conciderado racismo tambem.....

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Shagrath, 1 Dez 2004.

  1. Shagrath

    Shagrath Usuário

    Tipo assim um negro usa uma camisa 100% negro mais nao e racismo e todo mundo fala que ele ta usando por te orgulho da raça dele mais se uma pessa da pele branca usa uma camisa 100% branco e conciderado racismo... Nao deveria ser a mesma coisa tipo se o negro usa esse tipo de camisa nao deveria ser considerado racismo contra as pessoas de pele branca... E por que quando vc chama um negro de negão e racismo mais se vc chama uma pessoa de pele branca de branquelo nao e racismo nao deveria ser a mesma coisa????
     
  2. o dia em que houver igualdade entre raças, classes sociais, sexo, opção sexual e idade nesse país vai chover para cima :evil:
     
  3. Kerdied

    Kerdied Usuário

    Troque o "Brasil"por qualquer país.
     
  4. Fëanor

    Fëanor Fnord Usuário Premium

    Na verdade, dentre os muitos amigos negros que eu tenho, um deles eu chamo de "negão", e ele nem se incomoda. na verdade gosta. E da mesma maneira me chama de branquelo.

    Mas, falando a respeito do assunto do tópico em si:

    O que acontece é que, pelo fato de a raça negra ser oprimida socialmente, é mais comum que se vejam negros usando camisetas com os dizeres "100% negro. "
    O que acontece então, quando alguém usa uma camiseta com os dizeres "100% branco", é que parece que a pessoa em questão parece estar "escarnecendo" dos negros que usam a camiseta deles. Além de que, virtualmente, o branco não precisaria afirmar sua posição, apresentar orgulho por ser "diferente", por que ele não é excluído.
    O negro usaria a camiseta com o intuito de mostrar aos que discriminiam sua raça, que ele tem muito orgulho de ser negro, de que o negro não é inferior ao branco coisa nenhuma, e por aí vai.
    E o branco usaria uma camiseta assim por quê? para mostrar que ele tem orgulho de ser branco e que não é inferior ao negro? Possivelmente não. E por que? Oras: por que o branco não é nenhum excluído em nossa sociedade (falando em termos de Brasil).

    Mas há outra questão: a questão do negro que se incomoda com o uso de uma camiseta assim.
    Será que se um negro criticar essa atitude, discordar do uso de uma camiseta deessas por um branco, ele não estará se auto-afirmando como alguém "inferior", e ao mesmo tempo "racista"?


    Além disso, não é possível saber-se com certeza qual a intenção da pessoa que está usando a camiseta, se é de escarnecer mesmo, ou se é apenas de mostar que gosta de ser branco, ou algo do gênero.

    Na minha opinião, não há problema algum em pessoas usarem camisetas com dizeres "100% branco" ou "100 % negro". Se queremos efetivamente que a sociedade seja menos discriminante, (principalmente no tocante à cor da pele, nesse caso), temos que para de fazer alarde em cima de coisas assim, e perceber que os direitos de se usar camisas desse tipo, bem como de usar/pensar/fazer qualquer coisa, em qualquer sentido, tem que ser igual para todos. A cor da pele não define nada, senão sua aparência externa.
     
  5. prefiro lutar para transformar meu país num lugar mais justo do que ser conformista como vc
     
  6. Fëanor

    Fëanor Fnord Usuário Premium

    Ele não quis dizer isso. Ele quis dizer que em qualquer país há desiguldades, não somente no nosso país. :roll:
     
  7. Ka Bral o Negro

    Ka Bral o Negro Tchokwe Pós-Moderno

    Diferenças raciais entre os da espéicie humana só existem porque as pessoas ainda acreditam nesse tipo de coisa. Diferenças que criamos para nós mesmos.

    Neste país, não existe pessoa que seja "100% negro"; todavia, uma pessoa de pele escura sofrerá discriminação, não importa de é 40%, 50%, 70% negro. Séculos de preconceito introduzidos pelos europeus, quando chegaram a África e se depararam com aquelas pessoas de cultura, costumes e cor de pele radicalmente diferentes deles próprias, julgaram os negros africanos como "inferiores" - assim como fizeram com indígenas das Américas e orientais da Ásia. A imposição da cultura européia sobre o Mundo dinfundiu a idéia da depreciação dps cstumes "bárbaros" e "atrasados" dos povos africanos, asiáticos e americanos.

    Soma-se a isso a escravidão africana usada em larga escala nas colônias americanas. A própria Igreja foi conivente com essa prática, pois afirmava-se que os negros "não tinham alma".

    E, mesmo nesse início de século 21, tais idéias racistas ainda persistem; no Brasil, se em favelas ou mendigando miseravelmente nas ruas vê-se quase que marjoritariamente pessoas de pele mais escura, é devido a uma processo insuficiente e cruel de abolição escravocrata, pois não foram indenizados cerca de quatro milhões de ex-escravos, sem perspectivas de se inegrarem numa sociedade que sempre os tratou como lixo. E é por isso que desconfiam daquele garoto negro que entra no ônibus, não importa se ele é classe média como você.

    Portanto, uma pessoa que uma uma camisa com os dizeres "1005 Negro" está afirmando possuir orgulho de sua herança africana, ao invés de negá-la; é o que fazem os negros que se denominam "moreninhos", "marrom bombom", etc.

    De modo semelhante, uma pessoa que use uma cmaisa com os dizeres "100% Branco" seria mal interpretada também, se considerar tudo o que foi dito acima, e acrescentar movimentos como o nazismo e a KKK.

    Deve-se analisar os fatos históricos, para compreender porque assim somos hoje. Ainda não somos iguais.
     
  8. eu intendi, intaum naum é melhor lutar para mudar a sociedade do que ser conformista e aceitar as desigualdades?
     
  9. Mentha Brandybuck

    Mentha Brandybuck Evolution

    Eu pretendo mandar fazer uma camiseta igualzinha à que diz "100% Negro", só que escrito "100% Algodão". Será que vão me acusar de estar ridicularizando um movimento de orgulho étnico? :eek:
     
  10. Super Novato

    Super Novato Usuário

    Bem...

    Na faculdade onde estudo tem a tradição de fazer a "Semana da Consciência Negra" em novembro. Essa semana é vista com bons olhos e com respeito por todos.

    Mas já houve uma tentativa de fazer uma "Semana da Consciência Branca" que foi vetada por razão de preconceito racial.

    Na minha opnião isso toda forma de censurar ou vetar algo que diz respeito a etnias é racismo, mesmo este sendo feito pelo próprio sistema e infelizmente sair impune disto.
     
  11. Metz

    Metz ...

    o negro é uma minoria e é considerado inferior por algumas pessoas, então para se "defender" ele faz movimentos, usa camisetas, etc.

    Se o branco é uma maioria e não é considerado inferior, então pra que mostrar que é branco? Não há necessidade disso. O cara tem que ser julgado como racista ou idiota sem dó.
     
  12. Unholy Master

    Unholy Master Chess Piece

    Biologicamente falando,nao existem raças....
     
  13. Faram¡r

    Faram¡r Dr. Benway

    Negócio é fazer uma camisa 100 % proletario.

    Acho que ia ficar mais bacana, tem mais haver com opressão no Brasil do que qualquer outra classificação :mrgreen:
     
  14. Peregrino

    Peregrino Estrela de Valinor

    :rofl: :rofl: :rofl: :rofl:

    :clap:

    Nossa Mentha essa foi ótima, mas vc tá certa manda mesmo fazer. Pra mim esse negócio de movimento de orgulho étnico não é mais que uma forma de gerar preconceito. Quando as pessoas perceberem que não há negros ou brancos, e sim seres humanos, daí sim estaremos no caminho certo.
     
  15. Bellcross

    Bellcross Ei, Ó o Auê aí ó !

    Embora ache uma ideia quase impossivel de se realizar, tbm concordo com ela. :roll:
     
  16. Primula

    Primula Moda, mediana, média...

    :nope:

    Não entendeu não. Em nenhum lugar ele diz que se conforma com essa situação, ou que você deva se conformar a essa situação.

    Pode ser visto antes como uma aviso para que não achemos que o problema é o Brasil (tipo, só vemos as coisas ruins aqui e temos a falsa impressão que no resto do mundo não há... depreciação do Brasil)

    Ou seja, se existe em todo o mundo, tal aviso até serviria pra algumas pessoas pararem de pensar que saindo daqui teria uma vida melhor. E começassem a pensar em resolver este problema aqui... que se propagaria em outros lugares etc.

    mas de qualquer forma, recomendo que treine interpretação de texto, porque ultimamente esse é um problema grande no mundo que leva a brigas e guerras desnecessárias, faz com que você responda errado perguntas "qual a cor do cavalo branco de Napoleão" respondendo branco ao invés de branca o que resulta em problemas em ir bem no vestiba, ir bem na faculdade, conseguir um emprego, causa mortes etc. :wink:
     
  17. Shagrath

    Shagrath Usuário

    putz...essa foi foda...hahahahhahahah... Eu rachei o bico de rir...hahahahahhaha
     
  18. sem querer brigar eu entendi bem e eu senpre gabarito as provas de interpretação de texto, e eu entendi bem o que ele disse mas existem países onde o preconceito é muito pequeno já o brasil por ter quase uma equivalência de brancos e negros isso acontece mais frequentemente
     
  19. Ka Bral o Negro

    Ka Bral o Negro Tchokwe Pós-Moderno

    Falando dessa maneira, você desconsidera heranças étnicas/culturais. Os custumes tribais de um africano são tão dignos quanto a festa de Natal de um europeu. :)

    É bonito falar assim, mas as diferenças culturais existem, e não podem ser ignoradas. Ao invés disso, deveriam ser respeitadas, o que não acontece, por exemplo, quando falam que candomblé é "coisa do demônio". Preconceito cultural.

    Deve-se respeitar as diferenças, pois, embora sejamos seres humanos de uma mesma espécie, não somos iguais.

    :)
     
  20. Fëanor

    Fëanor Fnord Usuário Premium

    Ninguém é igual a ninguém por completo.

    E isso é maravilhoso.

    Mas não aprendemos a conviver aceitando e respeitando as muitas diferenças que temos. Ao invés disso, buscamos aqueles que são mais semelhantes à nós, para formarmos um grupo, uma união, e juntos nos "protegermos" das "ameaças" que podem vir dos que são "diferentes". Essa semelhança pode tanto ser em aparência (etnia, cor da pele) quanto ideológica (religiosa, cultural, etc).


    Assim, quanto maior o nível de reprovação que criamos às coisas que nos são diferentes, estranhas, desconhecidas, maior será a reciprocidade que se terá do outro lado, criando um círculo vicioso.
    E assim formamos nossos códigos de ética, baseados em pressupostos individualistas, alienados e preconceituosos.


    E por que formamos esses preconceitos, teoricamente falando? Por ignorância, falta de conhecimento. E de muita teimosia (idiotia) também. Geralmente não nos desprendemos dos legados que nos são passados pelos nossos antecedentes, tomando-os como que dogmas. Não temos a capacidade (vontade?) de exergar coisas novas e diferentes, e que muitas vezes (na maioria das vezes) estão na nossa cara, muito menos de aceitar o novo e negar o antigo.


    Tudo está em nossa mente.
     

Compartilhar