• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

"Irmão do Jorel" chega ao cinema com cenas inéditas e traça planos "alucinantes"

Fúria da cidade

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ
Usuário Premium

Imagem: Divulgação

A animação "Irmão do Jorel" ganhou status de carro-chefe para o Cartoon Network a ponto de ganhar planos "alucinantes" para o futuro. O pontapé inicial acontece neste fim de semana, com a exibição do que não chega a ser propriamente um filme, mas que marca a estreia da produção no cinema, às vésperas da chegada da segunda metade da terceira temporada ao canal.

O que foi chamado de "Irmão do Jorel - Edição especial alucinante" apresenta em 88 minutos uma história específica: o foco é na amizade do garotinho com a personagem Lara, contada de maneira integrada e com trechos inéditos. As exibições acontecem neste sábado (23) e domingo (24), em 30 salas de cinema pelo país. A estreia da parte final da terceira temporada tem início no dia 1 de abril no Cartoon.

Em entrevista ao UOL, o criador de "Irmão do Jorel", Juliano Enrico, explicou que a ideia é um primeiro passo para um vindouro filme da série, que já está nos planos, e avaliou que a chegada das duas primeiras temporadas à Netflix gerou um novo "boom", a ponto de os personagens inspirarem fantasias de Carnaval neste ano.


Veja o cartaz da exibição nos cinemas Imagem: Divulgação

"Essa exibição especial é um momento muito marcante para a série. Ela tem essa edição de 88 minutos que mostram tudo o que aconteceu depois que a Lara se mudou para o Japão, quais as consequências, que voltam nesta nova leva de episódios inéditos", conta ele.

Na segunda temporada do desenho, Lara viaja para o Japão e deixa o irmão do Jorel com o coração partido. "Ela é uma personagem muito amada, a gente viu muita gente fantasiada no Carnaval dela, da vovó Juju e do Irmão do Jorel, com a galocha amarela. O final da segunda temporada deixou muita gente revoltada, triste, mas também instigados a entender, e agora vamos ver estes desdobramentos."

Enxurrada de ideias

Adriana Alcântara, diretora sênior de conteúdo, conta que desde que foi apresentado e aprovado quase imediatamente, "Irmão do Jorel" cresceu rapidamente, a ponto de hoje ainda haver episódios da terceira temporada a serem exibidas e uma quarta já estar sendo produzida. Os dados do Cartoon indicam que 20 milhões de pessoas viram o desenho brasileiro, que também tem se destacado na Argentina, Chile e Colômbia, entre outros.

"Isso mostra que é um desenho muito representativo para os brasileiros e gera uma identificação forte", diz ela. É por isso que a série agora chega aos cinemas em formato especial e se tornou também um projeto maior, com uma divulgação extensa. A "exibição alucinante" foi pensada para ser uma experiência diferente para o público e mais participativa e é acompanhada por campanhas em todas as mídias digitais.
Veja os bastidores de uma gravação, com Emicida

"O Juliano é um criador que é inesgotável, ideias boas não faltam. A preocupação era que de fato o conteúdo tivesse uma cara de cinema", diz ela, confirmando a ideia de um longa original. "A gente vem falando sobre isso já há um tempo, acho que tem uns passos para isso acontecer. O bom resultado dessa iniciativa vai nos ajudar a dar parâmetros mais tangíveis para que saia o mais rápido possível."

Juliano diz que, além de episódios novos, curtas e o filme, ele gostaria de ir além. "Existem vários planos, já pensados, vários arcos, e a ideia para um longa. Isso além de outras ideias, como um livro de culinária da vovó Juju, um livro de cinema da vovó Gigi...", enumera o criador.

Ele ainda diz sonhar com uma participação especial na série: Fernanda Montenegro. "Seria muito legal ter a voz dela. Ela poderia fazer uma amiga das vovós", brincou.

Irmão do Jorel e a vovó Juju. "Come abacate, bem..." Imagem: Divulgação


O que esperar?


Juliano Enrico não esconde que sua própria trajetória e a de sua família inspiraram a criação do "Irmão do Jorel". No entanto, o desenrolar da história trouxe novos rumos às ideias originais, a ponto de se poder encontrar discussões sobre meio-ambiente, críticas ao consumismo e às noções de relacionamento no desenho - o que atrai os adultos a se juntar ao público, majoritariamente formado por crianças de 4 a 11 anos.

"A ideia veio quando eu via fotos de família que meus pais tiravam nos anos 80 e 90. A partir dali eu comecei a compartilhar num fotolog e inventava histórias, misturando lembranças e ideias absurdas. Por mais que seja inspirada na minha, a série está para cada um enxergar a própria família nos personagens", diz ele.

Juliano promete que a terceira e quarta temporadas vão desvendar, lentamente, alguns mistérios da série - mas não revela quais. O maior deles segue sendo o verdadeiro nome do irmão do Jorel, que ele sempre ameaça falar, mas é interrompido. "O nome existe, ele só nunca é falado", diz Juliano. "Não ter nome aproxima ele das pessoas. Mas tem muitos mistérios, como saber a voz do Jorel, ou o que ele falaria. Ou a idade da vovó Gigi. Algumas dúvidas vão ser solucionadas."

A programação das exibições de "Irmão do Jorel" pode ser vista no site do Cinemark.

https://entretenimento.uol.com.br/n...cenas-ineditas-e-traca-planos-alucinantes.htm
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Chegar aos cinemas é sempre algo importante pro trabalho de um cartunista. Fico contente ver o trabalho do Juliano chegando lá, mas também torcendo pra que um dia as histórias do Maurício Ricardo também possam ter essa oportunidade.
 

Valinor 2020

Total arrecadado
R$1.920,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo