1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Inventor da urna eletrônica desrespeitou ordem superior em 1988

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Morfindel Werwulf Rúnarmo, 1 Out 2010.

  1. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Tudo começou no início da década de 1980, quando o juiz eleitoral catarinense Carlos Prudêncio --cansado de ter que contar cada voto manualmente--, resolveu inserir a tecnologia no processo eleitoral.

    explica o atual desembargador do Estado de Santa Catarina.

    O computador era o único que havia na cidade. O ano era 1982 e a tecnologia era coisa rara, ainda mais no meio-oeste de Santa Catarina, em uma cidade de pequeno porte como Joaçaba, na época.
    fala o magistrado.

    Do somatório dos votos em um computador para o voto eletrônico foram exatos seis anos.

    conta.

    Depois de muitos desafios, o primeiro protótipo da urna eletrônica ficou pronto em 1988, graças à persistência do juiz e da ajuda de micro-empresários de Brusque, no Vale do Itajaí, interior de Santa Catarina.

    O invento foi o primeiro do tipo no mundo e só foi usado porque o juiz fez tudo escondido, desrespeitando as ordens do então presidente do TRE catarinense.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  2. Wilzterman

    Wilzterman Banned

    Isso foi muito bom
    mas tomara que se possa dar o ultimo passo de modernidade e podermos votar daqui uns tempos pela Internet pois eu odeio pegar fila em dia de eleição e quando chove é pior ainda.
     
  3. Snaga

    Snaga Usuário não-confiável!!!

    Não seria má idéia! :lol:

    Mas acho que não seria possível. Quem garante que é você que está votando?

    Quando você vai até a zona eleitoral, tem que se identificar e só pode votar uma única vez. Na internet, não existe ninguém para legislar. Por mais que você tenha uma senha só sua, qualquer um pode passar sua senha a outra pessoa e uma só pessoa pode votar em nome de vários.
     
  4. ExtraTerrestre

    ExtraTerrestre Usuário

    É, a máxima de que nem sempre o certo é o legal valeu aqui.
     
  5. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Apesar de representar um percentual baixo, ter havido defeito em mais de 1000 urnas eletrônicas é um numero muito elevado.

    Esse numero poderia ter sido sensivelmente reduzido se o depto de eletrônica do TSE se informasse melhor a respeito da qualidade das redes elétricas por todo o pais. Em muitos casos é melhor alimentar por bateria que usar a rede elétrica local.
     
  6. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Exatamente.

    1.000 de 400.000 não é baixo percentualmente não?, e foi isso tudo?
     

Compartilhar