1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Interpretando um clérigo sem divindade.

Tópico em 'RPG' iniciado por laghuna2000, 17 Abr 2003.

  1. laghuna2000

    laghuna2000 Usuário

    Olá pessoal, essa é a minha primeira participação nesse fórum (é muito bom saber que existem lugares como esse pra trocar umas idéias sobre rpg), e gostaria de saber como vcs, mestres e jogadores, encaram uma interpretação de um clérigo sem dinvindade específica. Um clérigo nessas condições não passa de um guerreiro com magias? E ele ora por quem ?
    Em que se baseia sua fé ?

    Gostaria de saber a opinião/experiência de vcs.

    Valeu galera, e uma semana santa repleta de jogos pra vcs.

    Laghuna
     
  2. xongax

    xongax Usuário

    Cara, tb sempre achei essa idéia muito sinistra mas depende como o jogador a entende. Tipo, vc pode não ter uma divindade específica mas pode adorar um grupo destas (as divindades elementais, os deuses da ordem.
    Em forgotten realms (falando de D&D) existem deuses q (apesar de não necessariamente agirem em conjunto) representam facetas de um mesmo conceito [ex: morte] portanto vc pode ser um clérigo q reverencia os deuses da morte. Ou um clérigo nórdico (soa estranho, mas em rpg vale ^quase^ tudo) q reverencia o deus certo para cada situação q aparece, um comportamento comum em religiões politeístas. Ou mesmo talvez um clérigo q tem fé em conceitos abstratos ("vida", "morte", "amor", "medo"...), não se prendendo a representações humanizadas (deuses etc) destes...

    (ok, chega senão não paro de "falar" :mrgreen: )
     
  3. Skywalker

    Skywalker Great Old One

    Acho o seguinte: tu deve conhecer bem as divindades da região. Então, tu escolhe aquelas que possuem mais afinidade umas com as outras e orar pra cada uma nas horas de necessidade.
     
  4. Stein

    Stein Usuário

    Eu também seria capaz de opinar que você não presencia necessariamente reverenciar uma divindade, e no lugar disso algo como por exemplo um Dragão Ancião ou um profeta eremita cujos ensinamentos são famosos.

    Ou que tal um clérigo//monge budista? Sem divindade 8-)
     
  5. O Mago

    O Mago Usuário

    Um exemplo de um clérigo que não segue um deus especifico é o kit do Tormenta "Clérigo do Panteão" também conhecido como "clérigo dos deuses".

    Ao contrario dos outros clérigos ele serve "aos deuses", ou seja, todos os deuses do Panteão.

    Isso seria um exemplo perfeito de um clérigo sem deus especifico
     

Compartilhar