1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Intercâmbio

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Buky, 15 Jan 2009.

  1. Buky

    Buky Usuário

    Holanda
    Governo mantém cerca de 650 programas educacionais para estrangeiros

    Sem a mesma popularidade da França ou Espanha, a Holanda também está entre os destinos dos brasileiros que querem estudar na Europa. Apesar de o holandês ser a língua oficial, a maior parte da população fala inglês com fluência, o que, em termos práticos, pode representar uma vantagem a estudantes que queiram embarcar para o país sem conhecer seu idioma. Além do mais, grande parte dos cursos no país é oferecida em inglês.

    A qualidade do sistema educacional e os incentivos do governo holandês também são grandes atrativos para os estudantes internacionais. Atualmente, o país mantém mais de 650 programas educacionais desenvolvidos especialmente para estrangeiros. Há desde cursos rápidos, que duram algumas semanas, até programas de mestrado e doutorado com duração de até quatro anos.

    Os estrangeiros podem optar por estudar nas áreas de agricultura, florestas e pesca; artes e humanidades; administração e gestão comercial; educação e formação de professores; engenharia; ciências ambientais; belas artes e artes aplicadas; direito; comunicação de massas e ciências da informação; matemática e ciência de computadores; ciências médicas; biologia; serviços, turismo e lazer; ciências sociais e comportamentais; transporte e comunicações; e planejamento e arquitetura urbana e regional.

    Para a maior parte dos programas, é exigida a comprovação de conhecimento da língua inglesa (com nota mínima de 550 para o Tofel ou 5,5 para o Ielts) e, de acordo com a opção do estudante, uma comprovação do curso de bacharelado e, em alguns casos, comprovação de experiência profissional.

    Não é tão caro estudar na Holanda, se comparado com a Inglaterra e os Estados Unidos. A maior parte das instituições de ensino superior neerlandesas são subsidiadas. As taxas anuais variam entre US$ 2.000 e US$ 15.000. Além disso, com base nos gastos com homestay, alimentação, transporte e extras, o custo médio mensal no país é de 1.100 euros.

    Brasileiros que pretendem permanecer na Holanda por até 90 dias não precisam de visto. Para ingressar no país, basta ter um passaporte válido, passagem aérea com a data de retorno confirmada e comprovação de meios financeiros. Os estrangeiros com visto de estudo não podem exercer nenhuma atividade remunerada na Holanda. Aqueles que desrespeitarem as regras de migração, trabalhando clandestinamente, estarão sujeitos a todas as punições previstas pela lei holandesa, incluindo a deportação para seu país de origem.

    Atrações fora da sala
    Amsterdã, a capital oficial, é um dos destinos mais procurados pelos turistas, que certamente deverão se render ao transporte mais utilizado no país: a bicicleta. A cidade oferece diversidade cultural e de monumentos históricos. Tem como principais atrações o museu de Van Gogh, a casa de Anne Frank -onde a família judia se escondeu dos nazistas alemães durante a segunda guerra- e outros museus, bares e casas noturnas.

    A localização geográfica da Holanda é um aspecto bastante favorável em relação à Europa. Do aeroporto de Schiphol, em Amsterdã, é possível chegar a Berlim, Londres ou Paris com apenas uma hora de vôo. A diversidade de culturas, opiniões e idéias está presente na cultura holandesa, que prega o respeito às diferenças como uma questão de integração e respeito com as minorias.

    O país é cheio de canais e, em muitas de suas cidades, o transporte fluvial é um dos principais meios de exportação e importação, tendo como grande ícone o porto de Roterdã, um dos maiores do mundo. Essa é uma das razões pelas quais grande parte das empresas internacionais mantém uma base na Holanda, a exemplo da Shell, Philips, Heineken e KLM.


    O texto foi escrito por Thatiana Victorelli .
     
  2. Breno C.

    Breno C. Usuário

    Intercambio na Holanda?
    Eu até que gostaria de participar, mas com certeza não ia estudar:hahano::sacou:
     
  3. imported_Wilson

    imported_Wilson Please understand...

    Para bom entendedor...
     
  4. Liv

    Liv Visitante

    :rofl:

    Eu adoraria, e na real... pretendo! EUA, Portugal, Espanha e Japão (mangáááááás! :grinlove: ). O bom é ter grana pra isso tudo! :(
     
  5. Hérmia

    Hérmia Usuário

    Eu imagino que deva ser uma experiência e tanto.
    Lógico que se eu pudesse ( isso é ABSOLUTAMENTE impossível, pra mim), iria sim,
    se pra estudar ou não, valeria pela aventura, novidades e o aprendizado em geral.
    Conselho pra vcs: não percam uma chance dessa por NADA !!!!!!
     
  6. imported_Nanda

    imported_Nanda Usuário

    Meu marido vai ser proibido de ver este post :rofl: Se ele vê algo assim, vai se empolgar todo.
    Eu faria intercambio tb se fosse mais nova, hoje nem tem como. Até pq nem teria grana =/
     
  7. Tilion

    Tilion Administrador

    Bom, depende do que tu pretenderia fazer em um caso desses. Pelo menos no caso do Japão, por aqui o Governo do Japão, através do Consulado Geral em São Paulo,
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    (boas) para quem quiser desenvolver trabalhos por lá relacionados com a língua ou cultura japonesas. No meu caso, se eu realmente for fazer uma pós deverá ser nessa área, e ir pra lá estaria no topo da minha lista nesse caso. =]
     
  8. Daniel Cowman

    Daniel Cowman Usuário

    Imagino pq a Holanda é destino de brasileiros.... O que tem de diferente lá na Holanda?


    Quando fiz um mochilão para portugal e espanha conheci uns caras Brasileiros que iam para Holanda... ehehe E voltavam felizes



    Os estrangeiros podem optar por estudar nas áreas de agricultura

    Sei qual tipo de agricultura!
     
  9. Breno C.

    Breno C. Usuário

    Cara, minha chefe cansa de dizer que o melhor lugar para os brasileiros é a Holanda, porque é o povo mais parecido com os brasileiros na simpatia. Ela já mochilou uma ou duas vezes, agora não me lembro direito. Tipo... Holanda deve ser MA-RA...
     
  10. Daniel Cowman

    Daniel Cowman Usuário

    Brincadeira à parte, é verdade já li sobre isso. Mas sei lá, não tem nada lá que me atraia... eheheh
    Prefiro Portugal mesmo! eheheh O lugar lindo!
     
  11. Breno C.

    Breno C. Usuário

    Portugal? Você é caucasiano né? Porque dizem que os portugueses são um dos povos mais preconceituosos que existe.
     
  12. Izze.

    Izze. What? o.O

    Meu sonho é fazer um intercâmbio. Na Inglaterra, de preferência.
    Mas ontem (=D) comecei a pensar em ir pra outros países. França, Itália, Alemanha... Pra aprender a língua deles e futuramente isso me servir para ser correspondente internacional em tais países. =B
    Mas sei lá, atualmente isso ta mais pra sonho mesmo. =[
     
  13. Daniel Cowman

    Daniel Cowman Usuário

    Na verdade sou moreno, quase mouro! eheheh
    De lisboa para baixo predomina uma cor mais moura pela influência, enquanto na norte são mais caucasianos mesmo. Mas fui bem recebido de norte a sul da melhor forma possível, acho que é implicância das pessoas. E um problema é que os crimes mais bizarros lá me Portugal (assim como no japão) foram cometidos por Brazucas....triste né? E fora que de todas etnias que conheci (não foram tantas) o povo mais cheio de preconceito são os BRasileiros mesmo eheheh
     
  14. Breno C.

    Breno C. Usuário

    Namorei com uma modelo que morou um ano em Portugal e ela sempre reclamou que havia um preconceito muito grande contra os brasileiros por ai.

    Tipo... o brasileiro é mesmo muito preconceituoso, mas não acho que seria o mais preconceituoso. Tive contato com muitos alemães desde os 12 anos e posso dizer que os caras são over nisso. Eles têm um ódio muito grande dos turcos, mas não gostam principalmente de qualquer grande aglomerado de estrangeiros morando na Alemanha, isso foi até tese da faculdade da minha irmã e ela mora por lá.
     
  15. Liv

    Liv Visitante

    O treinamento para professores de ensino fundamental é lindo, mas cinco anos de experiência? Fala sério, né! :dente:. Se bem que essa bolsa de graduação é tããão linda! Ótimo pretexto para aprender japonês :grinlove: (e inglês, de uma vez por todas)
     
  16. Anica

    Anica Usuário

    Amsterdam no verão sux. Todos os americanos idiotas vão para lá encher a cara e ficar "muitcho locos" tipo aqueles filmes de adolescente. Acho que a única lembrança boa que eu tenho de lá é o b&b que nos hospedamos, o casal gay dono do b&b era muito caprichoso, sonho da minha vida é ter um banheiro como o deles, ou alguém preparando espetinhos de mini-panquecas com morangos de café da manhã novamente para mim, hehe.

    Resumindo: se eu fosse para lá num intercâmbio, seria para ficar fora de temporada. Mas a verdade é que eu acho que meu tempo de intercâmbio já passou. É o tipo de coisa para se fazer quando você é mais novo e ainda não tem contas para pagar (casa, comida, etc.) ouuuuu quando você resolveu seguir a carreira acadêmica e aí fazer algo tipo o que o Tilion falou ali do Japão, aproveitar bolsas e tudo o mais.
     
  17. Tilion

    Tilion Administrador

    Ah, sim, essa para treinamento de professores do fundamental pega mesmo nos pré-requisitos, mas aí é questão daquilo em que tu quer investir, ver se vale a pena, essas coisas. Pra mim ali só o que interessa é a bolsa de pesquisa pra pós-graduação, que em teoria é mais tranquila de conseguir (já ser graduado, claro, e ter um projeto de pesquisa). E o valor da bolsa é uma beleza, hein? Mais de R$4.000 por mês, por 1 ano e meio ou 2.

    Quanto à língua, para ir tu teria que já ser fluente pelo menos em inglês, como diz ali, hehe. Se quisesse fazer japonês, há também um curso preparatório da língua por lá mesmo. =]
     
  18. Liv

    Liv Visitante

    Pois é, rapaz! Dá pra ter lindos sonhos com a terra do sol nascente! XD. Só sei que essa semana eu começo o curso de inglês! Tilion, pago um café pra você e um pra Carol no Japão! :iei:
     

Compartilhar