• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Integrada por brasileiros, seleção do Vaticano disputará sua primeira partida

Morfindel Werwulf Rúnarmo

Geofísico entende de terremoto
O Vaticano fará, enfim, em 23 de outubro, a sua estreia em outro terreno: o futebol.

Para comandar a seleção do menor Estado do mundo foi escolhido o treinador católico Giovanni Trappatoni, que entre outros compromissos comandou a Itália na Copa do Mundo de 2002.

O amistoso será disputado em um centro esportivo de Roma, contra um combinado da Guarda de Finanza (a Polícia financeira italiana), treinada pelo também ex-técnico da seleção italiana Roberto Donadoni. O evento vai arrecadar fundos que serão destinados a Cáritas e às famílias dos agentes.

Trata-se do primeiro passo para a futura criação de uma seleção de futebol do Vaticano, iniciativa que é um dos sonhos do secretário de Estado, o cardeal Tarcisio Bertone, entusiasta do esporte.

Vestirão o amarelo e branco da Santa Sé uma seleção dos melhores jogadores da Clericus Cup, um campeonato criado há três anos do qual participam equipes formadas por religiosos e seminaristas. O selecionado do Vaticano não terá tantos italianos, já que as maiores estrelas do torneio são latino-americanos, sobretudo brasileiros, e africanos.

O diário "Gazzetta dello Sport" divulgou nesta quinta-feira que Trappatoni - atualmente à frente da seleção irlandesa - confirmará em breve sua participação no amistoso.

O treinador, de 71 anos, é católico fervoroso, tendo chegado a molhar com água benta o banco italiano no Mundial do Japão e da Coreia do Sul.

Fonte
 

Valinor 2020

Total arrecadado
R$1.595,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo