1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Infiel (Ayaan Irsi Ali)

Tópico em 'Literatura Estrangeira' iniciado por Meia Palavra, 12 Mai 2010.

  1. Meia Palavra

    Meia Palavra Usuário

    Autor: Ayaan Hirsi Ali
    Editora: Companhia das Letras, 2007

    #Vouconfessarque eu ganhei o livro Infiel em um amigo secreto de final de ano. Na mesma ocasião eu ganhei um dos livros mais comentados do momento, o Crepúsculo. Claro que minha curiosidade sobre a saga fez com que eu lesse primeiro o Crepúsculo, e em seguida, toda a continuação da série, fazendo com que Infiel ficasse parado na meu rack por vários meses até que eu me interessasse em abrir aquela obra dona de uma capa sóbria, cores frias, e com a negra somaliana Ayaan Irsi Ali, a qual eu nunca havia ouvido falar. Pois bem, com a primeira missão de abrir o livro cumprida, para minha surpresa, eu não consegui mais fechá-lo até que o acabasse – e trata-se de um livro relativamente grande, com 496 páginas – que valem cada palavra lida.

    Trata-se da biografia desta mulher, nascida em Mogadíscio, capital da Somália em 1969. Na época a Somália era um país em guerra política constante e extremamente cravado nas tradições, para nós ainda bizarras, de certos países africanos. Ayaan cresceu com seus dois irmãos num ambiente hostil, sendo espancada pela mãe e pela avó. Seu pai, um opositor do governo, foi preso quando ela nasceu, e passou boa parte da vida na prisão, longe da família. Após sua liberdade, eles fugiam e se exilavam constantemente, o que fez com que Ayaan aprendesse várias línguas, incluindo o inglês.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     

Compartilhar