• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Indiano faz 'promessa' para ter menino e não toma banho há 37 anos

BeorZenni

Usuário
Guru Kailash Singh, de 65 anos, vive com a mulher e sete filhas.
Ele acredita que os deuses estão satisfeitos e podem lhe dar um filho.


O indiano Guru Kailash Singh, de 65 anos, se recusa a tomar banho há 37 anos. Ele vive com sua mulher e sete filhas na aldeia de Chatav, perto da cidade de Varanasi, na Índia. Singh acredita que os deuses estão satisfeitos com sua devoção e, eventualmente, podem lhe dar um filho.






LOL
 
Acho interessante essas devoções que os indianos tem, o misticismo e a espiritualidade deles. É estranho pra nossa cultura, mas não deixa de ser fascinante.
 

BeorZenni

Usuário
coitada da mulher dele que tem que aguentar 37 anos ee sem tomar banho
isso sem falar que ele pode ficar assim pro resto da vida, se nunca tiver um filho
 
Vai que os deuses concedem né? :lol: O sentido está no sacrifício, no valor do sacrifício, mas um sacrifício que sacrifica os outros (no caso, a mulher) é meio indigno, não? Ahh não ser que ele se mudasse pra uma caverna ou algo do tipo.
 

Nihal

Ventinha xD
Ele fica 37 anos sem tomar banho tentando ter um filho...
Só tenho pena da esposa.
 
Acho que normalmente os místicos indianos não fazem sua barba, faz parte da ascese, da renúncia à vaidade, ao mundo. Os clero cristão ortodoxo mantém o costume de não se fazer a barba para se assemelhar a Cristo e esse costume é mantido pelos fieis também, assim como o véu da mulher na liturgia.

Esses costumes se perderam no cristianismo ocidental após o cisma, com exceção do véu que perdurou até os anos 50, oficialmente. Com a missa nova o véu desapareceu.
 

Valinor 2020

Total arrecadado
R$1.495,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo