1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

IMITAÇÃO DE UM QUASE SONETO PSICODÉLICO

Tópico em 'Clube dos Bardos' iniciado por jessebarbosa182727, 11 Ago 2009.

  1. O cérebro anseia, engendra ideias
    As ideias erigem as mentosféricas alvenarias da palavra
    A palavra, na forma de oração absoluta, composta,
    Amada cria cálida da galáxia sintática,
    Quer ser escrita e virar a perpétua trova reverberada.


    O corpo almeja-se fundir ao cansaço:
    A mente que açaima o viço do obstáculo
    Sonha gravitar pela órbita
    Onde habita o insone lírico perpasso.


    Deleito-me com a refulgência que urina em cima da verve puritana, avara
    Testemunho a decência que cede ao escárnio
    A política é um grandiloquente panegírico ao parasítico e vampírico Teatro.


    E esta poesia de hemorróidas, de placebo, de chacina da alegria
    E esta chaga chapada, pustulenta na qual a dor nunca definha
    E esta coriza que não cessa de verter-me das congestionadas narinas...



    JESSÉ BARBOSA DE OLIVEIRA
     

Compartilhar