1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Imagens de raio-X revelam objetos estranhos no corpo humano

Tópico em 'Planeta Bizarro? Estranhices? Bizonhices?' iniciado por Fúria da cidade, 17 Nov 2011.

  1. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Como sempre os objetos mais bizarros raramente entram pela boca. :lol:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Imagens de raio-X podem trazer surpresas aos médicos. De bonecas Barbie a iPods, uma série de objetos estranhos já foram encontrados no interior do corpo humano. A lista virou livro. Em "Stuck Up!" (em inglês, editora St. Martin's Press), os médicos Marty A Sindhian, Rich E. Dreben e Murdoc Knight, reúnem 100 imagens bizarras de raio-X.

    Segundo um dos autores do livro, o motivo mais comum para esses objetos pararem no interior do corpo varia de acordo com a idade do paciente. "Crianças costumam engolir objetos ou enfiá-los no nariz ou orelhas", diz Sindhian. "No caso dos adultos, é mais comum encontrar objetos no reto. Em geral, essas pessoas buscam satisfação sexual com essa prática".

    Os argumentos dados pelos pacientes para justificar o fato de ter algo estranho no interior do corpo são pouco comuns. "Às vezes os pacientes dizem que estavam nus enquanto faziam alguma tarefa doméstica quando 'cairam' ou 'tropeçaram' ou 'pularam sobre a cama' ou 'sentaram sobre o objeto'", diz Dreben ao "Huffington Post". "Outras vezes os pacientes afirmam que o ocorrido é resultado de atividade sexual", acrescenta.

    O álcool também é uma das justificativas dadas pelos pacientes, diz Sindhian. Mas as gerações mais jovens estão sendo mais diretos. "Os mais jovens costumam dizer que foi um desafio, mas cada vez mais as pessoas admitem que o ocorrido se deve à tentativa de obter prazer sexual", diz.
     
    Última edição: 17 Nov 2011

Compartilhar