1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Ilustrado (Miguel Syjuco)

Tópico em 'Literatura Estrangeira' iniciado por Anica, 23 Mai 2011.

  1. Anica

    Anica Usuário

    Crispin Salvador é um escritor de fama internacional que passeou pelos mais diversificados gêneros, do policial a livro de memórias, professor na Universidade de Columbia e repudiado em seu país de origem, Filipinas. Exiliado em Nova York de 1972, onde exerceu diversas profissões para primeiro conseguir escrever e depois para esquecer a escrita. Um dia ele é encontrado morto, nu e com uma coroa na cabeça às margens do Rio Hudson antes de finalizar a sua obra a máxima – intitulada As Pontes em Chamas e escrita ao longo 20 anos – que denunciaria os laços de nepotismo na política filipina. A notícia do óbito não repercutiu, pois na mesma época os EUA tentavam superar e encontrar culpados para o 11 de Setembro.

    O jovem pupilo de Crispin está encarregado, por ele mesmo, de narrar a vida de seu mentor, os erros, os acertos e suas polêmicas. Miguel Syjuco é o pupilo e o alter-ego de Miguel Syjuco transformando toda a narrativa de Ilustrado, lançado pela Companhia das Letras e com tradução de Fernanda Abreu, em uma biografia disfarçada de ficção e uma ficção disfarçada em biografia que se chocam para assustar e divertir o leitor.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

     
  2. Pips

    Pips Old School.

    Eu me surpreendi muito com o livro. Não sei se vai rolar um grande alvoroço por ser o primeiro romance do Miguel, mas com certeza o próximo será bem aguardado.

    Quem encontrar, leia que vale a pena.
     

Compartilhar